Japão: Nakano, a região "old school" dos Otakus em Tokyo


Peço desculpa pelo sumiço, aconteceu muita coisa esses ultimos dias, por isso acabei não postando ontem.

Sobre Nakano, tem um shopping de rua, que quando você entra, você não dá nada, ai, andando e chegando no segundo bloco, você sobe uma escada, percebe como no Japão, as coisas se escondem.

Esse é um shopping diferente, já que você pode encontrar de tudo, inclusive um supermercado no subsolo. Tem cabeleireiro de 10 minutos, entre outras peculariedades, como lojas enormes que você anda dentro delas pra continuar andar no shopping, como loja de bolsas e roupas.

Agora vamos ao que interessa, que é nos andares 2 e 3, da parte detrás desse shopping. Chegando lá, vemos corredores e mais corredores com itens de anime e mangá. Lojas que vendem inclusive acetatos de seus animes favoritos. Assim vc pode ter um pequeno frame na sua casa.

Foi lá que eu comprei os aneis de Reborn pro meu irmao, e comprei duas coleções SD de Reborn (uma pra mim e outra pro blue) entre outras coisas. O Renato comprou lá uma versao limitada do Goku e o Ruffy junto, feitos pro 40 anos da Shonen Jump.

Lá tinha muitas lojas que tinham material antigo, como Jaspion, changeman e é agora que vocês vão realmente babar, de ver um verdadeiro museu de brinquedos antigos. Pra quem foi criança nos anos 80 e 90, sabe que ver essas séries que nunca tiveram brinquedos decentes no Brasil é algo nostalgico e que logo nos dá vontade querer comprar. O Daileon estava 3,500 ienes, algo em torno de 90 reais. Em pensar que o mesmo boneco estava na liberdade custando 3 mil reais. Me arrependi que eu não comprei.

Outra coisa que impressiona é a industria de gashapon, você pode comprar na maquina na sorte, como pode comprar a caixa fechada na loja do lado. Essa industria de gashapon é muito legal, mas é uma pena que no Brasil eles ganham uma facada. Enquanto aqui no Japão, você paga 1,200 ienes pra um kit completo, o que significa hoje, ser algo em torno de 30 reais, no Brasil você compra cada um gashapon, por 40 a 50 reais nas lojas da liberdade. Agora imagina, uma coleção tem 6 bonecos, que você compra no Japão por 30 reais, assim 5 reais em cada um. No Brasil, esse 5 reais se transforma em 40 reais, sendo 35 reais de lucro. Legal, né?

Mudando de assunto, comemos por lá mesmo. E almocei num restaurante aonde a gente pega a ficha do lamen na maquina e entrega pro cozinheiro, assim o restaurante só tem 2 funcionarios que sao cozinheiros, tudo que você quiser, compra ficha na maquina. Muito legal, mas no Brasil chamariam isso de exploração ou incentivo a falta de empregos.

Depois, fomos pra jogatina básica. Eu e o Renato nos enfrentamos no Tatsunoko X Capcom. Era 100 ienes por duas partidas, assim 2,50 por duas partidas, muito bom. É bom jogar com brasileiro porque assim a gente não perde rs. Depois lutei com um japones, mas só venci um round. Acho que partir desse jogo, eu comecei a melhorar, que vocês vão entender no futuro.

Por hoje é só. Segunda feira, eu conto mais aventuras em Tokyo.


Comentários

comentários


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.
  • Calliban

    Eu não tenho fanatismo pelo Japão, mas cada vez que vejo um kana escrito eu fico puto de não saber ler japones ^^Velho, você deve ter se afogado em dívidas até a oitava geração!

  • Severino

    Esse post ficou muito bom. Em especial as fotos ficaram muito legais. Animais essas maquinas de boneco e animal o change robo. Parece que ele até desmonta em naves pequenas. Ia ser lindo ter um desses em casa. Bem bacana a foto do Lamen,igualzinho ao do Naruto hehe. E era um lugar bem old school mesmo, tem maquina até de Super Street Fighter . Obrigado por ter passado os preços, impressionante como lá tem coisa legal e barata para comprar. Valeu pelo post cara,abs.

  • Wesley

    Por isso ñ compro nada na liberdade só as camisetas;nossa mais de 20 anos e os sentais antigos circulam por lá ainda, se fosse um anime de sucesso eu entenderia, mas changeman ñ foi tão sucesso assim,porém é mto bom ver essas imagens e lembrar do passado U.U

  • Nigel

    Nossa…Eles vão além das nossas expectativas, em todos os aspectos…desde os bonecos, até os restaurantes…Q legal../inveja ^^

  • Adrien César

    E eu tenho vontade de ir no japão só pra isso… lembrar de tudo o que vi na infância e comprar bonecos que aqui são um assalto ^^

  • lagarto

    Rapaz, olha só esse Change Robô…Isso é pra provar que tokusatsu da década de 80 não servia só pra vender salsicha! (hehe, zuera).Ps.: Aquele Starcondor ali tá sensacional também. Alguma chance de vir o Flash King dentro? 😀

  • Michel

    Giuliano, essa loja na qual você esteve é a Mandarake, a matriz de Nakano. Essa galeria onde “se esconde” as diversas seções da Mandarake se chama Nakano Broadway. Já estive lá uma vez, acho que em 2004 (ou 2005). Normalmente frequento a filial de Akihabara, mas a de Nakano tem mais coisas.Apenas uma observação sobre figuras, os Gashapons são as que você obtem nas máquinas, e as que você compra de caixa, são Trading Figures. Apenas uma questão de nomenclatura. São produtos diferentes, pois se fosse assim, não teria sentido comprar na máquina. Mas esse preço de ¥1200 é para kits usados. Um novo, é muito difícil achar por esse preço.Sobre essa questão de comprar ficha na máquina, isso é bem comum em estabelecimentos japoneses, e até em algumas escolas. Isso se chama praticidade! Me lembro que, em 2005, eu e o Ricardo Cruz pagamos um “miquinho”, quando fomos comer Curry em Akihabara. Ficamos esperando ser atendidos, e nem sabíamos que tinha que retirar o ticket. Sabe como é, primeira vez…

  • Juba

    Michel,Tem diversas lojas que vendem o kit gashapon, igual akihabara tem. Eu comprei Lucky star assim como reborn assim. Peguei uma da serie na maquina e peguei o resto da coleção na loja. Isso não é legal, pq estraga a brincadeira de ir de tentar a sorte no gashapon, mas varias lojas tem isso. Provavel que o preço seja de usados, não sei. Confesso que nao me ative a ver se era usados, já que estava com os papeis do gashapon e os bonecos demontados em cada saquinho respectivo. Me arrependo de nao ter comprado Code geass igual o Minoru comprou em Akihabara.A Mandarake de Nakano é imensa, comparada as demais que eu fui em Shibuya e Akihabara.Sobre ficha, sim, essa foi a primeira vez de muitas. Até em toyohashi, quando Fabio me levou no 3 melhor lamen da regiao, era por maquina. Isso é pratico e bem comum. Mas no brasil acredito que seria visto com mals olhos.

  • Michel

    Mas então Giuliano, é como eu expliquei, esses que você comprou são usados, já que estão em saquinhos plásticos. Mas normalmente, os usados acabam saindo mais caro do que nas máquinas. Mas é como você disse, a diversão dos Gashapon é jogar e obter as figuras na sorte. Eu prefiro pagar mais caro, e levar completo, apesar de raramente comprar gashapons. Estou apenas colecionando as trading figures Girls in UNIFORM, por falta de grana.Sobre a Mandarake, a de Nakano tinha que ser a maior mesmo, já que é a matriz. E muita coisa das outras filiais acho que vem de lá. A de Akihabara era minúscula, mas foi reformulada ano passado. A de Shibuya, eu fui uma vez, em fevereiro do ano passado, com o Ricardo Cruz.Essa questão das fichas (shokken) é por questão de praticidade, pois aí os funcionários não precisam trabalhar com dinheiro. Mas só funciona em estabelecimentos pequenos, acho que não daria certo num McDonald’s. Mas algumas redes (como o Sukiya, o Yoshinoya etc.) mantém o sistema tradicional, com garçonete vindo te atender e te trazendo a conta.

  • Juba

    Michel,Entendo, sobre Sukiya e Yoshinoya, sabe que eu to sentindo muita falta deles no Brasil. Eu ia uma vez por semana, bem q eu fui mais na Coco House.Preciso saber restaurantes que servem comidas similares no Brasil, pq aqui só tem lamen e sushi, além de um restaurante de kare que abriu recentemente na liberdade.