Japão: Nagano – Juba e Renato No ratings yet.


Na manhã de sábado, eu e o Renato nos encontramos na estação de Tokyo, pra irmos pra Nagano.

Ativamos nosso Japan Rail Pass, o que significa que a partir daquele momento, durante uma semana poderiamos viajar de trem bala por todo país.

Fomos pra Nagano em nossa primeira parada. Durante a viagem, Renato e eu comemos um bento no trem.

Vale a curiosidade que o Renato sempre quis experimentar de tudo, ate aparecer um polvo no bento dele. Ele provou e disse que foi horrivel, mas sinceramente das coisas que eu me dei mais mal no Japão foi chá, o gosto niponico é muito diferente do brasileiro (bem que particularmente acho os chás do Brasil são muito doces).

Eu filmei toda a experiencia do Renato comendo esse polvo, espero um dia que ele post no you tube pra eu dividir com vocês essa história.

O Japão tem climas bem interessantes, e chegando em Nagano vimos as primeiras marcas de neve. Pegando onibus, fomos pra Jigokudani – Yaenkoen Park, onde fomos ver os macacos da neve.

Foi um dia muito legal, mesmo que tenha sido exaustivo a caminhada até o Jigokudani – Yaenkoen Park. Encotramos uma japonesa e a filha dela, que riamos muito, no trajeto de chegar até o topo do parque.


Por ter água quente natural, os macacos ficam o tempo todo entrando e saindo de piscinas naturais de água quente. Sendo belissimo ver a natureza tão de perto. Avisos de não tirar fotos de flash, porque os macacos podem cismar com você.

Mas impressionante mesmo era eles caminharem entre você, como fosse a coisa mais natural do mundo. Fiquei realmente impressionado nesse dia e valeu por esse passeio.

Lá encontramos uma familia brasileira e foi interessante bater um papo com eles.

Outras opções em nagano, é esquiar e também ficar em pousadas com ôfuros naturais. Sendo que a regiao ficou conhecida por causa das Olimpiadas de inverno. Nagano é uma cidade bastante peculiar e vale a pena uma visita.

Mas prestem atenção nos horários, principalmente se utilizar ônibus na região.



Dou o aviso, justamente porque acabamos ficando tempo demais e começou a escurecer, tanto que o pessoal do parque nos alertou, a familia sendo muito simpatica, nos deu carona a uma estação próxima e de lá fomos pra estação de Nagano. Fizemos uma longa viagem, mais de uma hora da estação proxima a montanha, até a estação aonde iriamos pegar trem bala.

Vale uma nota, o trem que pegamos e as estações desertas. Andar a noite em Nagano, com trem daqueles e estações daquele naipe, senão fosse por estar ao Japão, diria que era perigoso.

Na estação de Nagano, decidimos ir pra Nagoya e Hekinan, dormir na casa do Minoru, assim eu aproveitava pra trocar de mala. No dia seguinte, iriamos pra Nagasaki, extremo Sul do Japão.

Assim começava a viagem por diversas cidades japonesas, durante a semana do Japan Rail Pass.

Muita coisa aconteceu, algumas boas, outras nem tanto, mas com certeza foi uma das viagens mais bacanas que fiz no Japão, onde todo dia era algo novo.

E o que realmente marcou pra mim nessa viagem, foi essa experiência.

Amanhã falaremos de Nagasaki então, contando um pouco da cidade dominada por holandeses e inclusive tendo influencias de Portugal, como também a fatidica bomba atômica.




Comentários

comentários

Please rate this


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.
  • Marvinator

    Trouxe neve de lembrança?