Japão: Próxima parada, Hiroshima! No ratings yet.


Brincando de próximo capítulo, essa postagem vai mostrar algumas coisas que estão por vir na próxima parada.

Eu sei que Nagasaki ficou longo demais, mas foi um mal necessário, já que tudo que fomos, tem uma certa história, por isso, espero que gostem da próxima parada.

Acabamos ficando 2 dias em Hiroshima por causa que perdi o passaporte, e tivemos que fazer bolhetim de ocorrência, como também ligar pra todos os lugares que nós estivemos. Por fim, a polícia ligou no celular do Renato, avisando que o passaporte estava em Beppu e aí tudo resolvido. Eu devo retomar a história do passaporte mais pra frente, com mais detalhes de como foi isso e principalmente explicar pra polícia isso.

Nas fotos, estou tomando o suco COO, que você imagina como se fala. Escrito em hiragana くo suco gera a famosa piada: “Se você vai tomar COO?”. A bebida é produzida pela Coca Cola, sendo vendida em tudo que é lugar. A primeira vez que ouvi isso foi no Mc Donalds de Hekinan quando eu e o Minoru fomos e ele fez essa piada comigo.

Encontramos uma amiga do Renato que estudou português no Brasil, saímos pra jantar, sendo uma noite de muita risada.

Também tem as duas universitárias que pararam a gente logo no dia seguinte, quando estamos andando por Hiroshima, nos fazendo uma pesquisa sobre o que achamos da cidade.

Resumindo, Hiroshima é uma cidade interessante, belíssima, cheia de mulheres, e com muita coisa pra contar. Espero que goste das próximas postagens por aqui sobre essa cidade.


Comentários

comentários

Please rate this


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.
  • Blue~

    ah… as garotas de hiroshima.bem, eu gostei. acho q se fosse pra fazer algo breve, daria pra por menos fotos e ter deixado a historia do coo pra depois xDDD

  • Juba

    a historia do COO não será retomada.so bre esse topico foi só um gostinho do q vem, pq Nagasaki ficou longo demais.

  • Michel

    Com esse negócio de próxima parada, vou te apelidar de “Densha Otoko”…HáHáHá! Uma pena que as suas histórias no Japão estejam acabando, como você mesmo havia anunciado. Gostei muito de acompanhar, “esses seus três meses transformados em sete”… Pô, perder o passaporte? Muito cuidado com esse documento tão importante. Quero ouvir essa história direito. Parece até o Ricardo Cruz, que perdeu o envelope com a grana que ele havia trazido ao Japão! Bom, pelo menos tudo terminou de forma legal com seu passaporte! Olha, acho que quase todo mundo que já tomou “COO”, pensou nessa piadinha infame! Também já tomei muito “COO”, mas eu prefiro um suco mais concentrado, como o Natchan. Vocês foram parados por serem perceptivelmente estrangeiros! Isso talvez, instigue a curiosidade dos japoneses. A primeira vista, eles devem pensar que você é americano ou europeu. Aí, normalmente o tratamento é sempre diferenciado. Bom, não sei se estou falando bobagem, mas comigo, por ser descendente de japoneses, sempre pensam que eu sou japonês. Então acabo não tendo essa “aura”.Estarei esperando seu retorno ao Japão meu amigo, para novas aventuras!

  • Juba

    Michel,Eu queria ter contado essas histórias quando elas realmente aconteceram, mas um dos meus problemas que eu nao consegui postar no blogger enquanto estava no Japão, tendo que esperar o retorno ao Brasil.Acredito que a historia ainda vá ser um pouco longa, pq em Hiroshima ficamos 2 dias e vou contar o que aconteceu lá.Sobre Kyoto, tem muito amigo meu pedindo pra eu contar a historia da Toei, mas essa vai ficar pro final, junto com a visita a sede da Nintendo.Depois disso, teve minhas semanas finais no Japão. Vou contar como foi.E depois no Brasil, amigos fazendo festa pra mim pq eu voltei.Eu sendo chamado pra dar palestras, entre outras coisas bacanas que aconteceram com o meu retorno ao Brasil.Portanto, essa parte da história da experiencia no Japão, ainda vai ter muitos capitulos por aqui no blog.E fico feliz de pesquisar e aprender, coisas que na epoca nao prestei atenção, como Nagasaki que foi um bombardeio de informações.Espero ao pouco, desfazer esse mal de que o Japão é inacessivel. Foi uma aventura sem palavras, viajar pelo Japão.E se com J-Wave é uma forma de contar isso, usarei a própria pra cativar outras pessoas que sonham ir pra esse país.

  • Marília :

    Aiiin…amei o site!!!E a viagem…nuuuss…Ameiii!!!Li e deu tanta vontade de ir pro Japão.Com fé em Deus..um dia eu vou pra lá.Meu sonho… Se quizer me add no msn,pra vc me contar um pouco mais da viagem…Msn : marilia_pereira15@hotmail.comSucesso!!!

  • Pingback: JWave #5: Juba no Japão | JWave()