O dorama Full House, com certeza é um dos grandes sucessos da teledramaturgia coreana. Produzido em 2004 e tendo 16 episódios, a série Full House, revelou ao mundo, um dos cantores de maior sucesso da Ásia, Rain, isso bem antes, dele aparecer no filme do Speed Racer.

Baseado no manwha de mesmo nome, criado por Soo Yon Won, Full House é constituído de 16 volumes que foram publicados na Coréia, pela editora Seoul Munhwasa. Nos EUA, o manwha foi licenciado pela Central Park Media (a mesma que tem os direitos de séries como Slayers, Patlabor, Utena e RG Veda) e publicado pelo selo especializado em produções sul-coreanas, chamada CPM Manhwa.

A História

Conhecemos a linda e atrapalhada Han Ji-Eun, que ganhou um viagem para a China dada pelo banco aonde trabalha um de seus melhores amigos. Indo, ela deixa sua casa, a “Full House”, nas mãos de seus amigos, enquanto irá conhecer a China.

Ela nem imagina que seus amigos desde infância, o casal Hee Jin e Dae Pyo, forjou isso, dando uma passagem de primeira classe pra China e nada mais. Abusando da inocência dela, eles pegam a “Full House” e a vendem, utilizando o dinheiro para a gravidez de Hee Jin.

No avião, Han Ji-Eun descobre que está do lado do ator Lee Young-Jae. Querendo que a viagem não fique monótona, ela tenta conversar com o astro que não dá nem bola. Chegando a hora, da refeição no avião, ela come demais da conta, assim passando mal e vomitando na roupa do atore que fica uma fera.

Chegando no hotel, Ji-Eun descobre que foi enganada pelos amigos, nunca teve concurso e muito menos reserva. Vendo que Ji-Eun estava com problemas na recepção, Yoo Min-Hyuk, diretor de uma grande empresa de comunicação, se oferece para conversar em chinês arranjando um quarto para ela.

No quarto, ela se desespera por não ter dinheiro pra pagar tudo aquilo e seus amigos não retornam suas chamadas. Vendo que Yoo Min-Hyuk havia ido falar com Lee Young-Jae, Ji-Eun apela pra uma mentira, dizendo que era um antigo amor impossível de Yoo Min-Hyuk, fazendo Young-Jae cair que nem um pato, que dá todo dinheiro necessário para Ji-Eun se virar.

Mentira tem perna curta

Voltando para Coréia, Ji-Eun, descobre que sua casa foi vendida, que seus amigos sumiram e ela não tem nem mais um lar. Invadindo a casa, ela dorme como se fosse um bandido na sua própria casa.

Ela decide apelar para Young-Jae, e ele compra a casa, assim é montado um jantar, aonde aparece Min-Hyuk e Kang Hye-Won, que é design e desenvolve o guarda roupa do Young-Jae. No jantar, Young-Jae, dando indiretas sobre o amor impossível, descobre que tudo não passou de uma mentira da Ji-Eun, e isso teria troco.

As novas regras do jogo

Lembrando que ele comprou a casa, ele faz um acordo com ela, assim ela pagaria pela casa, em troca de serviços domésticos. Ji-Eun, se transforma na empregada de seu próprio lar para servir o astro Young-Jae que se muda para a “Full House”.

Um quadrado amoroso

Enquanto isso, a série vai revelando sua principal trama, deixando claro que Young-Jae gosta de Hye-Won, enquanto ela gosta de Min-Hyuk que por fim, gosta de Ji-Eun.

Esse estranho relacionamento amoroso começa a tomar forma, quando Young-Jae pede Hye-Won em casamento e é subitamente rejeitado, por Hye-Won. Ela gosta de Min-Hyuk e é rejeitada pelo diretor. Esse desenrolar acaba gerando um estranho casal, Young-Jae e Ji-Eun.

O contrato

Convidada a ir numa festa por Min-Hyuk, Ji-Eun vai a fim de arranjar um emprego como roteirista, seu grande sonho. Young-Jae querendo causar ciúmes a Hye-Won agarra a Ji-Eun e anuncia publicamente seu casamento com ela, gerando toda atenção pra si. Sendo um dos atores mais cobiçados da Coréia, ele estampa todas as primeiras páginas dos jornais do país com seu casamento.
O que a imprensa não sabia que esse casamento seria arranjado num contrato cheio de clausulas, como ambos dormirem em quartos separados. Outra exigência é que Young-Jae continuaria investir o seu amor por Hye-Won, o que geraria péssimas conseqüências no futuro.

A família do noivo

Com certeza, a série não seria a mesma sem esse elenco de apoio. Aparecendo e quase seqüestrando a Ji-Eun, a família do noivo se apresenta, achando um absurdo anunciarem o casamento, sem que eles a tenham a conhecido antes.

Assim conhecemos a Senhora e o Senhor Lee e a avó de Young-Jae que desaprovam Ji-Eun em tudo, inclusive dela ser órfã. E agora? Mesmo sendo um casamento arranjado, Ji-Eun precisa provar que é uma boa esposa para conseguir a benção da família dos noivos. Será que ela consegue? Bom, não chegamos nem na metade da série.

Os desafios de Ji-Eun não se tornam nada fáceis no decorrer da série que com certeza merece o mérito de ser uma das séries mais famosas no exterior.

Méritos do Full House

2004 KBS Acting Awards Top Excellence em Atuação – Song Hye Kyo como Han Ji-Eun
2004 KBS Acting Awards Excellence em Atuação – Bi/Rain como Lee Young-Jae
2004 KBS Acting Awards Popularidade Award – Song Hye Kyo como Han Ji-Eun
2004 KBS Acting Awards Popularity Award – Bi/Rain como Lee Young-Jae
2004 KBS Acting Awards Melhor casal Award – Song Hye Kyo como Han Ji-Eun & Bi/Rain como Lee Young-Jae

A série fez sucesso em toda a Ásia, conseguindo méritos como 52% de audiência nas Filipinas, o que atualmente se discute um remake local por lá.

Na Malásia, as músicas de Rain e Hye Kyo tornaram populares por lá, justamente por causa de Full House.

Outro lugar que a série fez bastante sucesso foi na índia, numa emissora local chamando bastante atenção do público para produções coreanas.
Atualmente se fala em Full House 2, mas até o momento não foi confirmado o elenco da série. O que podemos supor que o ator e cantor Rain esteja fora do elenco, já que fazendo filmes em Hollywood, não estaria nos planos gravar uma novela esse ano na Coréia.

A série Full House, além de destaque internacional, também chamou atenção quando exibida no país, faturando diversos prêmios na KBS Acting Awars. A premiação do próprio canal que exibiu a série na Coréia.

About Giuliano Peccilli

Editor do JWave, Podcaster e Gamer nas horas vagas. Também trabalhou na Anime Do, Anime Pró, Neo Tokyo e Nintendo World.

View all posts by Giuliano Peccilli