Super Dínamo – Antes do Doraemon, Super Dínamo tornou o símbolo de uma geração

Exibido na Rede Tupi e na Rede Record, Super Dínamo veio a uma época, aonde o brasileiro desconhecia costumes do Japão. Trazendo costumes que podiam ser interpretados como bárbaros, por exemplo, comer peixe cru, Super Dínamo fez historia na tv brasileira.

Criado por Fujiko Fujio, pseudônimo da dupla, Hiroshi Fujimoto e Abiko Motoo, famosos no mundo inteiro por Doraemon. Super Dínamo foi publicado na Shonen Sunday de 1967 a 1968. A mesma publicação ficou famosa anos depois por Metantei Conan, MAJOR e 20th Century Boys.

Em 1969, o manga foi adaptado pela dupla, em seu próprio estúdio, a Studio Zero, com a TMS (Tokyo Movie Shinsha). Tendo episódios com duração 12 minutos, num total de 90 episódios, sendo bastante fiel a obra original.

Exibido no Brasil, em 1976 a 1978, Super Dínamo veio pela Transglobal, e ganhou versão dublada na Cinecastro.

A história

Mitsuo Suwa é o Super Dínamo, um super herói que ganhou super poderes do poderoso Super Homem. Sendo um garoto normal, Mitsuo adora ler gibis, jogar baseball e odeia ir à aula, sendo que sempre que existe um perigo, ele se transforma em Super Dínamo.

Quando você se torna um Super Dínamo, você recebe um Kit Dínamo, com capacete, capa e comunicador e um robô-cópia. Você também tem que jurar nunca revelar sua identidade e cumprir sua missão, já que Super Homem irá conferir constantemente se você foi digno ou não de sua confiança.

Assim, Mitsuo se torna o Dínamo nº 1 (Paaman 1 no original) que logo ganha o parceiro Dínamo nº 2 (Paaman 2), que é um chimpanzé, chamado Bobby, sempre disposto ajudar. Vale lembrar que o robô-cópia é o sonho de qualquer criança até hoje, onde apenas encostar no nariz dele, ele cópia a sua imagem e fica no seu lugar, enquanto você fica livre. Não pense que Mitsuo já não o usou pra não ir à escola.

Vale lembrar que as criações do Fujiko Fujio são repletas de criticas sócias, e os personagens têm defeitos e qualidades, o que não significa que seja um duelo entre o bem e o mal.

Por exemplo, quando Mitsuo viaja com sua família para uma ilha, descobre que todos estão lá porque terem achado ouro. Investigando ele encontra um monstro que era ninguém menos que os habitantes da ilha fantasiados. Dínamo nº1 descobre que os habitantes fizeram isso, porque a ilha não tinha muito turismo, e eles estavam passando por problemas financeiros. Dando uma ajuda, ele se veste de monstro e vai embora pro espaço, se encontrando com Dínamo nº 2 que bate nele, sem saber que era seu parceiro.

Os outros Super Dínamos

A Super Dínamo nº3 (Paaman 3) é uma garota misteriosa, que usa o codinome Parko (Paako no original). Sumire Hoshino nunca revelou sua identidade para ninguém, nem mesmo para os outros membros do Super Dínamo. Famosa e reconhecida em todos os lugares, a fuga de Sumire era se transformar em heroína. Nos últimos capítulos, ela se apaixona por Mitsuo e revela sua identidade no último capítulo da série.

Com certeza um dos Super Dínamos que toda criançada desejava ser era o Super Dínamo nº4 (Paaman 4). Ele conseguiu uma coisa que nenhum outro super-herói conseguiu, que é receber dinheiro pelos seus serviços heróicos. O Houzen Ouyama que era chamado de Paayan pelos Super Dínamos é um garoto que vive em Osaka e mesmo seguindo as instruções do Super Homem, ele seguia sua própria crença.

Um dos Super Dínamos mais estranhos que completa a equipe é o bebê Kouchi Yamada. Vendo o Mitsuo tirar a máscara de Dínamo nº1, Super Homem deu os poderes de Super Dínamo nº 5, também chamado de Paabou. O bebê herói, acabou sendo ignorado na continuação do manga nos anos 80.

A segunda versão de Super Dínamo

Nos anos 80, após o sucesso de sua maior criação, Doraemon, Fujiko Fujio trouxe uma nova versão do Super Dínamo, esta inédita no Brasil. Lembrando que a versão original foi em preto e branco, a nova versão colorida veio junto com uma nova série de mangas publicado pela CoroCoro Comic em 1983 a 1986.

Mesmo permanecendo inédita no país, muita gente deve se lembrar dos jogos do Paaman que saíram para Nes no Japão.

Super Dínamo voltou ainda em dois filmes produzidos pela TOHO, em 2003 e 2004. Os filmes foram a última versão dos personagens lançados até hoje, seguido do relançamento dos mangas dá serie original.
Super Dínamo X Doraemon

O engraçado dessa história toda, com certeza foi que Super Dínamo não tem o destaque merecido, por ser sombra de uma criação do mesmo autor, o gato Doraemon.

Ironicamente, o Brasil foi o único país, aonde Doraemon foi um fracasso, tendo apenas 15 episódios dublados e exibidos no Clube da Criança apresentado pela Angélica na época, na extinta Rede Manchete. Enquanto Super Dínamo teve todos os 90 episódios da primeira série, exibidos por aqui na TV Tupi e na Rede Record.

Os personagens Mitsuo e Nobita têm características muito parecidas entre si. Preguiçoso, um teve a ajuda do Super Homem, enquanto outro teve ajuda do gato do futuro, Doraemon.

Comenta-se que muitos episódios foram perdidos, mas a série pode ser assistida em sites como Youtube. Infelizmente não existe nenhum projeto pra o relançamento dessa série em DVD no Brasil.
Versão Brasileira

Dublado na Cinecastro, no Rio de Janeiro, a versão brasileira de Super Dínamo reuniu um elenco de estrelas, para esta versão bastante fiel ao texto original.

Mitsuo ganhou a voz de Glória Ladany, atriz e dubladora, que fez papeis inesquecíveis como a Zilda Philips, em Família Dinossauro. Outros personagens conhecidos, foi a Bié Buscapé, do desenho Zé Buscapé, Madame Riso em She-ra, Sra. Brill em Mary Poppins, Srta. Daisy em Conduzindo Miss Daisy e Sra. Bucket em A fantástica fábrica de chocolate entre outros.

A segunda voz do personagem ficou a cargo de Sônia de Moraes, que fez personagens icônicos como Olivia Palito, Mulher Gato na série do Batman dos anos 60, Sra. Ashworth em Cavalo de Fogo e Martha Kent em Lois e Clark: As novas aventuras de superman.

A voz da Sumire/ Super Dínamo nº 3 ficou a cargo de Neusa Tavares e Cordélia Santos. Fez entre as dublagens a personagem Josie em Josie as gatinhas, Princesa Safire em A princesa e o cavaleiro, Mulher Aranha, 2º voz da Jacklyn Smith das As Panteras e a vilã Diabolyn em Cavalo do Fogo.

Cordélia Santos fez a segunda voz do personagem Ching em A Princesa e o Cavaleiro e também fez a segunda voz da irmã do Mitsuo, Ganko em Super Dínamo.

O ator Francisco Milani fez duas vozes no Super Dínamo, o Super Dínamo nº4 e Sr. Suwa, pai do Mitsuo. Um dos personagens mais conhecidos na dublagem, Francisco Milani dublou Tom Selleck da série Magnum. Sendo conhecido mais com suas atuações do que pelas dublagens, um dos seus personagens mais lembrados é o Seu Saraiva e bordão “Pergunta idiota, tolerância zero!” no Zorra Total. Vocês também devem lembrar-se dele, como chefe bravo da jornalista Zelda em Armação Ilimitada. Também interpretou o Pedro Pedreira, na Escolinha do Professor Raimundo. O ator faleceu em 13 de agosto de 2005.

A atriz e dubladora Ana Ariel deu a voz Sra. Suwa, mãe do Mitsuo. Fez papéis como Bina, na versão original de Cabocla, a Santinha em Saramandaia, Lalá em A Moreninha entre outros papéis consagrados.

Super Dínamo foi um anime que encantou gerações e está até hoje presente na memória dos brasileiros.

Comentários

comentários


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.
%d blogueiros gostam disto: