Especial 20 anos de Patrine – A “nova” rainha dos baixinhos – Parte 1

Tendo um subtítulo sem vergonha, concorrendo o cargo da apresentadora infantil Xuxa, Patrine foi uma série obscura na Rede Manchete no começo dos anos 90. Hoje, considerada cult, principalmente por fãs de Sailor Moon, Patrine ganhou um carinho todo especial pelos fãs brasileiros.
Mais uma cria de Shotaro Ishinomori

O criador dos Kamen rider e dos Super Sentai, Shotaro Ishinomori foi um grande mangaka, que revolucionou o mercado. Tendo sido assistente do deus do manga, Osamu Tezuka, Shotaro Ishinomori hoje figura a lista de grandes mangakas, como Leiji Matsumoto e Go nagai.

Para quem acha que mesmo assim Shotaro é um desconhecido no Brasil, tivemos a exibição de Cyborg 009 na Cartoon Network e Genma Taisen e 009-1 no Animax.
Uma das séries mais lembradas pelos fãs de tokusatsu, com certeza é a série Black Kamen Rider lembrada, por ser uma série mais “dark” em relação as demais exibidas por aqui.

Patrine, que no original se chama Bishoujo Kamen Powatrin (A graciosa mascarada Powatrin) foi uma série criada para o gênero Super Heroine, em 1990. Substituindo Mahou Shojochuka na Ipanema, a série foi um enorme sucesso no Japão, sendo exibida na Tv Asahi.

E assim um dia, você se torna a guardiã da justiça.
Lutarei enquanto existir amor. Até o fim da minha vida. Estrela Fascinante Patrine! – Patrine

Sayuri Murakami é uma garota normal que um dia, rezando em um templo, se encontra com o poderoso Deus Protetor (também conhecido como Kami Sama). Sendo convocada para lutar pela justiça, Deus Protetor tem apenas uma condição, que ela mantenha sua identidade secreta, sobre pena de se transformada num sapo. Vamos lembrar que Deus Protetor, é o deus da cidade e que nas horas vagas é um velho tarado estilo mestre Kame. Deixando Sayuri incumbida de proteger a cidade, ele vai atrás de um descanso em termas na Itália, mas dá pra imaginar que ele não vai só pra isso.

Tornando-se a Estrela Fascinante Patrine, Sayuri se vê num grande dilema, que é ser uma adolescente normal e ao mesmo tempo a heroína de sua cidade. Tudo bem que ser um super herói da cidade seria exaustivo, pra um herói como Superman, mas os inimigos que Patrine enfrenta, chega a ser covardia a comparação.
Quem é quem em Patrine

Importante mencionar que a maioria dos casos que Patrine tem que investigar algum parente, ou amigo, estão relacionados, assim vamos apresentar o personagens mais importantes durante a série.
Família Murakami

Vamos começar pela família Murakami, formada pelos pais: Noriko e Hayato, e pelos três filhos: Tomoko, Hideki e Sayuri.

Noriko inicialmente é a dona de casa, papel tradicional da família japonesa, sendo que no decorrer da série, começa a trabalhar numa loja de uma amiga que ficou doente.
Hayato é um jornalista de uma revista conceituada para o público feminino. Apaixonado pela Patrine, ele nem imagina que seja sua própria filha, gerando grandes brigas com Noriko por causa disso.

Sayuri é a irmã mais velha dos Murakami, tendo 15 anos, ela sempre dá o exemplo em casa. Transformando-se em Patrine, ela vê sua vida dividida em duas, se sentindo extremamente exausta por causa disso.

Hideki é irmão do meio e é grande admirador da Patrine. Junto com seus amigos, ele fundou o Clube Patrine, para ajudar a guerreira nessa briga contra o mal.

Tomoko é a irmã mais nova, que adora imitar a mãe e a irmã mais velha em casa. Na segunda fase, Tomoko se transforma na Estrela Fascinante Pequena Patrine, sendo que nem imagina que a heroína Patrine seja sua própria irmã, Sayuri.
O Clube Patrine

Formado por Hideki, o clube formado por 4 garotos, tem com intuito ajudar a guerreira.

Filho da detetive Honda, Kazuya é o mais novo dos garotos do clube, sendo que seu principal hobbie é fazer cambalhota.

Kenji é o mais esperto do grupo, sendo que tem como hobbie desenhar, principalmente em retrato falado, ajudando nas missões do clube Patrine.

Shinosuke é o mais atrapalhado do clube, sendo sempre pego pela Arai, atrás de um artefato raro, ou se apaixonando pela Patrine.
O ladrão da Dragon Ball X Napoleão, o espírito da beleza X O cabeleireiro contra os Jrockers

Antes de falar do dia a dia da Estrela Fascinante Patrine, se prepara, porque os desafios dela são cada um, mais exótico que o outro.

Comecemos com o vendedor de uma loja de games que vende sempre o mesmo cartucho de Dragon Ball para Famicon, para as crianças da cidade. Ele sempre avisa do estranho bandido de cartuchos, sendo ele mesmo que assalta seus clientes à noite. Só a Patrine mesmo para dar um fim nesse bandido.

E porque não citar Arai, a garota que vem pedir favores aos meninos que sempre estão na casa dos Murakami (lar da Sayuri). Pedindo para os garotos ajudarem a achar o vinho da juventude encontrado por Napoleão numa missão ao Egito, Arai obriga os garotos a procurarem numa caverna próxima da cidade, despertando a ira do espírito de Napoleão. Resta a Patrine a dar um fim no espírito do grande vilão da historia.
Mesmo que a Associação dos cabeleireiros lhe perdoe, eu, Estrela Fascinante Patrine não o perdoarei. Jamais! – Patrine

E o que você faria se visse um careca com maquiagem de roqueiro chorando no alto de um shopping? Com certeza não faria o que Patrine fez, em se disfarçar de roqueira para atrair o estranho cabeleireiro. Ela estava disposta a condenar a decisão do louco cabelereiro de deixar careca todas às cabeleiras estranhas que vê pela rua.

Por estar resolvendo todos os problemas que a policia deveria resolver, Patrine está virando uma pedra no sapato para a Detetive Honda. Tendo a missão de prender Patrine diretamente do comissário de polícia, Detetive Honda precisa chamar atenção da heroína mascarada.

Você já viu um herói brigar contra produtos piratas? Num dos episódios, Patrine tem como inimigos, uma organização que produz produtos baseados nela, ganhando dinheiro à custas dela. Seqüestrando a detetive Honda, eles querem que a verdadeira Patrine apareça para alavanca os produtos deles.

Agora, quando achamos que já víamos de tudo, surge um político que usa um adolescente, para arrecadar brinquedos, e depois fritar como tempurá, e mandar para fora do país, assim arranjando dinheiro para sua campanha eleitoral. E quem imaginaria, no meio dos brinquedos, está à adaga da Patrine. Para ajuda, no mesmo dia Sayuri levou sua roupa pra lavanderia, tendo que usar seu cérebro para investigar. Estando “sem” poderes, Patrine precisa recuperar sua adaga e buscar sua roupa para derrotar o político inescrupuloso.

Os episódios só tendem a ficar mais nonsense, quanto mais a série se desenvolve. Um dos episódios mais bizarros é o da lanchonete. Seus lanches viciam as pessoas da cidade, que se tornam escravos da lanchonete, restando a Patrine os resgatar.

A série entra em sua segunda fase, com a entrada do Diabo do Inferno, que faz Deus Protetor convocar uma nova guerreira, a Pequena Patrine.

Continua


Comentários

comentários


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.
  • Stunts

    Cara, eu amava e odiava esse seriado, mas o fato é que eu tenho saudades da época que ele passava… Bons tempos… Eu sinceramente lembro de poucos lances, mas mega bizarros… Mas uma coisa é inegável, era divertido =))

  • Mother Fuck

    auehauehuehaueha…Eu era apaixonada por esse seriado!Sempre me lembrei com saudade dele.To pensando até em fazer um cosplay dele! XD

  • Ana Karoline

    adoro a Patrine ela é linda ,simpatica naum sei nem descrever o que ela representa para todos de amontada ,ceará ,patrine é um marco nesse sociedade com grande estilo venceu todo cabelo ruim da pamela e toda falsidade das amigas dda sala de turismo ,amooooo a PaTrine sem ela .sei naum viuu '!
    ? O mundo se acabaria '1!…
    por isso valorize a patrine porque igual essa gatinha naum existe e nem existirá .
    naum existe em amontada um cara que der certo com ela pois ela é mais que perfeita ela é supeeeeeeeeeeeeeeeer extraordinaria .

  • Willo Siqueira de Me

    Esse seriado realmente é inesquecível! Nossa! A atriz que interpretava Patrine é uma japonesa muito bonita e combinava com a personagem! Show de bola!

  • will

    nossa dei boas rizasa assistindo patrine era d+.

  • Patrine pro Juba eh qase q nem o Megaman pro prefeito Vivacqua o.o

  • Pingback: ECM 19 – Patrine – | Podflix()