Um belíssimo espetáculo pôde ser visto no último domingo (27/03) no palco da Associação Okinawa Kenjin do Brasil. Trata-se do espetáculo Yume no Hana Butai, que celebrou os 35 anos de dedicação da mestra Shigueko Gushiken à arte do Ryukyu Buyo (dança tradicional de Okinawa).

 

 

O evento contou com a participação de vários grupos de dança e de música tradicional de Okinawa, que se revezaram no palco e mostraram ao público presente a beleza e a tradição destas artes, por meio de apresentações e performances marcantes.

 

Nomura-Ryu Ongakukai - koto e shamisen
Nomura-Ryu Ongakukai - koto e shamisen

 

Ryukyu Minyo Kyokai

 

Satoru Saito Ryubu Dojo
Satoru Saito Ryubu Dojo

 

As alunas da mestra Gushiken

 

A mestra Gushiken (de amarelo) com as alunas do Satoru Saito Ryubu Dojo

 
Destaque para a participação especial do jovem mestre Satoru Saito, que, juntamente com a também mestra Kazue Shiroma e a própria Shigueko Gushiken, trouxe para o palco uma leitura bastante interessante da lenda de Urashima Taro.

 

Satoru Saito, na pele do pescador Urashima Taro, e a mestra Kazue Shiroma, como a tartaruga que o leva ao fundo do mar

 

 

Shigueko Gushiken encarnou a princesa Otohime

 

A caixa misteriosa...

 

A caixa é aberta... e o peso do passar dos anos cai sobre Urashima

 

 

O Bunomai também esteve presente no evento, apresentado pelos membros da Associação Okinawa Kobudo Jinbukai – filial do Brasil, misturando a dança com as artes de luta de Okinawa (karatê e kobudo).

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoridades importantes também vieram prestigiar o evento. É o caso da deputada federal Keiko Ota (PSB-SP), que veio acompanhada do marido, Masataka, e fez um rápido discurso.

 

A deputada federal Keiko Ota discursa no palco da Associação Okinawa

 

A comissão organizadora do evento também arrecadou fundos em prol das vítimas do terremoto/tsunami no Japão, ocorridos no início do mês.

 

 

 

Ao final, várias homenagens foram feitas para a mestra Gushiken, que se mostrou bastante emocionada, e falou sobre a importância destes anos de dedicação à dança. “A dança é tudo na minha vida. E me dedico de coração. Gosto muito das culturas do Japão e de Okinawa, e acho importante que estas tradições sejam mantidas e transmitidas pelos descendentes aqui no Brasil”, disse a mestra.

 

A mestra Gushiken recebe homenagem de Satoru Saito

 

 

Uma vida dedicada à dança

Durante estes 35 anos de carreira, a mestra Shigueko Gushiken dedicou-se com muito afinco à dança de Okinawa, divulgando e ensinando as gerações mais novas. Em 2002, tornou-se presidente da Associação das Professoras de Dança de Okinawa (Ryukyu Buyo Kyokai), e conseguiu, pela primeira vez, levar um grupo de 48 jovens dançarinas brasileiras para se apresentar em Okinawa. Dois anos depois, em 2004, levou um outro grupo, de 30 dançarinas, para se apresentar no Havaí. Além desses feitos, a mestra Gushiken, ao longo de sua carreira, se apresentou também em países da América Latina, como Argentina, Bolívia e Peru.
No Brasil, participou de todos os grandes eventos da comunidade nipo-brasileira, em especial nas comemorações do Centenário da Imigração Japonesa, em 2008.

Uma artista de reconhecimento nacional e internacional, que encanta a todos por meio da beleza e da sutileza da dança tradicional de Okinawa. Esta é a mestra Shigueko Gushiken.

 

About Daniel Ramos

Sempre presente nos eventos de cultura japonesa que saem nas páginas do JWave.

View all posts by Daniel Ramos