Play

Bem vindo ao JWAVE…

No podcast dessa semana, apresentaremos (ou recordaremos) de O Pequeno Nemo, criação máxima de Winsor McCay.

Juba, Call, Ronnie e Daigo se reunem para discutir os méritos desta belissima animação nipo-estadunidense de 1988, das consagradas tirinhas e também de um dos pais da animação, que inspirou gente como Walt Disney, Max Fleischer, Alan Morre, Neil Gaiman, Bill Watterson, Osamu Tezuka e muitos outros.

Você é fã de animação? Já imaginou George Lucas e Hayao Miyazaki num mesmo projeto? Quer saber o que aconteceria se as mentes da Shinsha, Lucas Arts, Disney, Pixar e Ghibli fossem chamadas para um mesmo projeto? Então ouça o podcast dessa semana.

PARTICIPANTES
Juba
Calliban
Daigo (Um Abraço!)
Ronnie Pedra

CORREIOS
Sobre a Parceria com a JBC
Novidades que estão por vir

TEMA
Winsonr McCay
Filme O Pequeno Nemo no Reino dos Sonhos
Os Quadrinhos do Pequeno Nemo
Prodção de O Pequeno Nemo no Reino dos Sonhos
Conclusão

LINKS
Tirinhas do Pequeno Nemo em Domínio Público

VÍDEO
Trailer Oficial


Teste por Yoshifumi Kondo (Ghibli)


Outro Teste pelo Estúdio Ghibli


Jogo Little Nemo: The Dream Master para NES



Gertie, o Dinossauro (de 1914)


Primeira animação de Pequeno Nemo (1912)


The sinking of the Lusitania (Inspiração para os EUA entrarem na primeira guerra)

E-MAILS E TWITTER
Gostou? Não gostou? Mande suas críticas, elogios, sugestões e críticas Mande e-mails para [email protected]

43 Comments on “JWave #56 | O Pequeno Nemo”

    1. E eu achando que nunca tinha ouvido nem falar desse tal de O Pequeno Nemo, até que começo a ler os comentários e me deparo com o seu. Cara, também joguei MUITO esse game no NES, nostalgia pura!

  1. Venho por meio desta afirmar que recuso-me a fazer uma conta no facebook apenas para dar um like, entretanto que conste nos autos que eu apoio podcast de Shurato.
    Esse final "it was a dream" é, como diria o Nasu, o melhor modo de justificar uma história insana. Ainda bem que já estava justificado desde o início.
    E esse esquilo é a cara do Teco.
    Howard the Duck era legal… quando eu tinha sete.
    My recent post Chantel: Capítulo 13

  2. Joguei muito o game, mais como jogava mesmo, nossa me lembro até hoje.
    O filme tambem me lembro, só que essa lembrança é bem vaga, mais me lembro de ter assistido quando criança. Nostalgia pura mesmo.
    Só de ter visto a imagem logo já tinha me recordado de ter visto está animação e de ter jogado muito o game para nintendinho.
    Vou escutar este J-Wave sem falta.
    Otimo trabalho.
    Abraços a todos.

  3. Eu entrei no site achando que era a animação da Pixar e quando vi a imagem do cast eu "WTF?" xD. Aí q caiu a ficha q o outro é "Procurando" Nemo.
    Não conhecia e me interessei pelo filme, tá na lista.

    E parabéns pela parceria com a JBC, espero que rende bons frutos. E fico feliz em saber que vcs estão conseguindo realizar suas metas e que o jwavecast não vai acabar.

    E um abraço pro Daigo!

  4. Ótimo podcast como sempre, mas eu baixei pelo feed e jurei q era sobre “Procurando Nemo” rsrsrs, mas mesmo depois disso eu ainda assim achei o tema legal.

    Liberem o Daigo e Um abraço pra lambada LoL

  5. ah galera esse é um cast q vou passar longe….nada a ve um tema desses. com esse episodio o grande publico não é atraido para ouvir o jwave.

  6. O podcast de Shurato é inevitável… só pela movimentação pró e contra já ganha um tema… mas eu dexaria o povo cansar da brincadeira antes, kk.

    Guys… nunca tiva ouvido falar sobre esse pequeno nemo… que história estranha… VOU VER!

    E esperando desesperadamente por cast de Calvin e Haroldo…

    PS.: Abraço para o Daigo.

  7. Aeee… Finalmente consegui um tempo para colocar os podcasts em dia e acho que agora vou conseguir acompanhar a periodicidade do J-Wave.
    Confesso que escutei o podcast inteiro sem nem fazer ideia do que se tratava, achando a história maluca e não fazendo ideia de que raio de jogo vocês estavam falando no cast, foi só depois de ter escutado o cast que eu li o comentário do Tio do Call e reparei que eu joguei MUITO Little Nemo quando era criança, acha muito doido o esquema de jogar "chicletes" pro sapo e do nada vestir o pobre coitado…rs
    O cast ficou muito divertido e informativo, mas acho que vou passar a chance de assistir essa animação, ainda preciso assistir tanta coisa que vou deixar pra quem sabe mais pra frente.
    Vlw povo!

  8. Então a proposta do filme é… um garoto que é chamado para ser o "playmate" de uma princesa "do mundo do sonhos"?

    Isso pode ser roteiro para muita coisa! Vou ouvir o resto do cast…

  9. Sobre as tirinhas serem em cores [ aqui agora quem fala é o Daigo – Designer gráfico ]

    O processo de impressão em cores não é novidade dos dias de hoje, esta técnica já existe desde o sec XIX e ao método se chama litografia (escrita sobre pedra). Como funcionava? Simples! O artista primeiro fazia o desenho em cores, daí, o trabalho ficava na mão do arte-finalista, que neste caso, tinha a dramática função de, além de adequar o traço e afins, tinha de refazer o desenho separando as cores, ou seja, ele simplesmente refazia o que era preto uma prancha, tudo q tinha de azul em outra e assim ia, isso era transferido para uma pedra porosa e com uma tinta a base de oleo, o desenho era feito (não vou entrar em detalhes de como era feito isso pq senao o comentário vai ficar maior do que já esta ficando). Feito isso, iniciava-se as reproduções. O off-set (usado em gráficas hoje em dia) é uma evolução deste processo, antes artesanal.

    Mas pq não temos muitas publicações em cores, já que existia o processo? PREÇO! Já não era barato fazer em p/b, quem dirá em cores! Por isso, o processo em retícula (grayscale) ganhou mais popularidade até mecanizarem o processo e chegarmos ao que temos hoje.

    Confesso que se eu tivesse nascido nesta época, com certeza eu seria médico, ou político ou até mesmo escravo, mas não designer, pois ô vida ingrata era aquela.

    Enfim, acho que valia este apêndice pra falar das tirinhas.

  10. Esse negócio de falar tanto de sonhos me deixou meio com insônia.

    Acho que o interesse nesta animação é meramente arqueológico. As tirinhas por sua vez… talvez valha a leitura.

  11. Definitivamente nunca tinha ouvido falar nesse "Pequeno Nemo". Mas as os fatos sobre Winsor McCay, (sua influência sobre grandes autores, sua importância para animação, etc) foi muito proveitoso.
    Pena que meu inglês seja bem ruim, porque as tirinhas parecem bem interessantes!

    E sobre a parceria com a editora JBC, parabéns! Sucesso e mais sucesso para vocês, acompanhado pelo podcast de Samurai X!

    E por favor, junto com o inevitável e fatídico podcast sobre Shurato, ponha a gravação do Marvin cantando o tema do "Teen Titans".

  12. Caras, vocês conseguiram! Subiram mais um pouco no meu conceito! Fazer um programa sobre Little Nemo (ok, focando na animação, mas com toda a informação agregada) foi espetacular!

    Só complementando, para quem ficou curioso sobre a homenagem de Neil Gaiman em Sandman às tirinhas do McCay, isso acontece no arco Casa de Bonecas: quando o Jed (irmão de Rose Walker) está preso pelos tios no porão, ele fica sonhando com um mundo fantástico, criado pelos sonhos Brute e Glob. Nesses momentos é que tanto a arte, quadrinização e narrativa se tornam idênticas às de Little Nemo.

    (Aliás, esqueci de colocar Sandman na lista de sugestões para programas. Que fique registrado!! =D)

    Grande abraço pessoal – com um especial para o Daigo, hehe!
    My recent post A Espiral #16 – Espiralado!

  13. Nossa, apesar de conhecer Winsor McCay, nunca tinha ouvido falar do Pequeno Nemo. Ótimo cast, até me interessei pela obra. E Call, para de ficar passando vontade nos outros só porque você tem as publicações do Calvin n Hobbes, quanta maldade há nesse seu pequeno coraçãozinho.

  14. Você nunca ouviu falar e só viu no Doodle do Google de hoje, mas o JWave já fez um podcast sobre a obra máxima de Winsor McCay, um dos pais dos Quadrinhos e Animação Moderna, que inspirou gente como Walt Disney, Osamu Tezuka e Will Eisner!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.