Todo fã de algum seriado ou algum programa que venha do Japão, já notou uns carros “engraçados” ao fundo. Quadrados, diferentes e que parecem ser exclusivos do Japão…

Pois bem, eles são os Kei Cars.

 

Kei car (K-car), também conhecido como keijidōsha (軽自動車 veículo a motor leve), é uma categoria japonesa de modelos de porte mini que gozam de vantagens tributárias e securitárias.

E esses carros surgiram após a Segunda Guerra Mundial, como um incentivo do governo para reconstruir a indústria automobilística do país, e perduram até os dias de hoje, com algumas modificações ao longo do tempo.

Apesar de serem carros com enfase “popular” (como se fossem nossos 1.0 daqui do Brasil) hoje em dia se dividem em vários segmentos como hatches, monovolumes, utilitários, etc. Muito desses carros possuem recentes inovações tecnológicas como câmbio automático (principalmente CVT), tração dianteira, traseira e nas quatro rodas, GPS, e bons resultados em crash tests. Exatamente como nossos “populares” atuais brasileiros.

 

É importante frisar que de acordo com as leis do Japão, os Kei cars devem possuir no máximo as seguintes especificações:

3,4m de comprimento
1,48m de largura
motor de 660ml (0.66 litros)
potência de 64cv.

Segundo a resolução na lei japonesa atualizada em 1998, aumentaram as medidas aceitas e acrescentaram 110 cv ao limite de motorização.Os ‘kei cars’ são “micro” porque no Japão não há muito espaço. Entretanto, o consumidor quer um carro pequeno, mas com muito espaço, daí a forma quadrada, para aproveitar ao máximo o interior do veículo.

Quase todos os kei cars são de marcas japonesas, apesar da tentativas de várias marcas estrangeiras, quase nenhuma delas conseguiu ter uma boa aceitação do mercado. Atualmente as marcas que fabricam kei cars no Japão são as seguintes:

Daihatsu
Honda
Mazda
Mitsubishi
Nissan
Smart (única montadora não-japonesa)
Subaru
Suzuki

About Stunts

Ferrarista, estudante de Marketing, saudosista da Rede Manchete e da época que tinham peitinhos na Sessão da Tarde

View all posts by Stunts