O policial do Espaço Gavan é destacado para capturar os “malvados” Piratas Gokaiger e acaba cumprindo a ordem sem muitos problemas mas quando descobre que a policia espacial estava sendo manipulada por um descendente de Don Horror(o vilão de Gavan) e que havia se aliado ao império Zangyack e com o aparecimento do Gavan Bootleg,um robô que replica seus movimentos,o Policial do Espaço terá de se unir ao Gokaiger se não quiser ir…pro espaço.


Você,meu querido leitor novinho pode estar se perguntando:”Quem é esse tal de Gavan? Uma cópia de Jaspion?”(Se bem que se você é novo,as chances de não conhecer nem o Jaspion é grande…mas enfim) Na verdade é um pouco diferente disso:  Lançada em 1982, Gavan contava a história do Policial do Espaço Gavan e sua luta contra a organização criminosa Makuu.Com o sucesso,Gavan deu origem a um novo gênero do tokusatsu o chamado “Metal Hero”. Já no ano seguinte veio Sharivan e depois Shaider.Ambos também policiais do Espaço.Ao fim de Shaider resolveram inovar o gênero: em 1985 saíram os policiais do espaço e entrou o caçador de monstros gigantes Jaspion que acabou não fazendo tanto sucesso lá pela terra do Sol Nascente.

O gênero Metal Hero continuou se reciclando com Spielvan,Jiraya,Jiban e outros mas o gênero não atingiu o mesmo sucesso que o Super Sentai ou Kamen Rider por exemplo e acabou sendo descontinuado.

No Brasil Gavan não teve uma vida fácil:Trazida às pressas pela Globo para combater a ameaça da Manchete e até da Bandeirantes que roubava pontinhos de audiência com Goggle Five,Machine Man,Metalder e Sharivan,Gavan teve uma dublagem conturbada com troca de dubladores,erros de traduções e coisas do tipo. Mesmo após ir ao ar,a série enfrentou problemas: foi renomeada para “Space Cop” e começou a ser exibida na Sessão Aventura(Numa época em que as tardes da Globo tinham qualidade) mas logo passou para o Xou da Xuxa onde foi exibida completa mesmo que com uma bagunça generalizada nos episódios.Anos depois a Tv Gazeta adquiriu os direitos e aí sim Gavan teve uma exibição digna inclusive com abertura e encerramento.Mesmo assim não é muito lembrada pelo público em geral.


Aproveitando o clima de revival que Gokaiger proporcionou para o Super Sentai, e também que em 2012 o “Metal Hero” completa 30 anos a Toei resolveu surpreender a todos ao anunciar o filme “Kaizoku Sentai Gokaiger Vs Uchuu Keiji Gavan” lançado agora em Janeiro.
E como (quase) tudo envolvendo Gokaiger,o filme é muito bom. Cenas de luta bem coreografadas,respeito aos personagens como foi durante toda a já saudosa série Gokaiger.
O filme mistura bem os dois estilos: quando o filme se foca nos Gokaiger ela é um típico Super Sentai já nas cenas com o Gavan e sua contraparte robótica parece que estamos assistindo a um episódio de Metal Hero com a trilha sonora inclusive amplificando isso. Ouvir a trilha de Gavan durante as lutas aliás é muito bom.

O roteiro não é uma maravilha mas é competente e cumpre a tarefa de criar algo ao menos plausível para o encontro de franquias e não parece ser algo forçado.
Também vale menção o ótimo trabalho de Kenji Ohba,ator que interpreta Gavan.E não só isso ele também dá vida ao Daigoro/Denji Blue e Shirou/Battle Kenya na participação especial dos dois personagens no filme. Aliás esse fato rende até uma piada com os Gokaiger estranhando porque os três são tão parecidos.
No final tem até uma bela homenagem ao ator e seus personagens. Nada mais justo diga-se de passagem.


Gokaiger vs Gavan é mais um acerto da Toei em homenagear seus heróis do passado. Que venha agora o arrasa quarteirão Super Sentai Vs Kamen Rider . Os fãs só tem a ganhar.

About macgaren

Redator da coluna JWave Cine falando das principais novidades do cinema e autor do blog Clarim Diário.

View all posts by macgaren