Antes de começar devo deixar claro que não li nenhum dos livros então tudo que eu falar será baseado apenas ao que vi no filme.

Anos atrás,um período de Guerra acabou com a sociedade como a conhecemos. O que restou da região conhecida como Estados Unidos passou a se chamar Panem e foi dividido em 12 distritos e uma Capital.Para demonstrar sua superioridade aos demais, o Governo da capital instituiu os chamados “Jogos Vorazes” onde anualmente um casal de jovens de cada distrito é sorteado para participar de uma batalha onde apenas um pode sobreviver e o Distrito do vencedor terá um ano mais fácil com suprimentos enviados pela capital..Essa competição é transmitida para todo o País numa espécie de Reality Show extremo. Na 74º edição,a jovem Katniss Everdeen(Jennifer Lawrence) se voluntaria para participar dos Jogos em substituição da sua irmã menor que havia sido sorteada. Junto com ela,representando o Distrito 12, o jovem Peeta Mellark(Josh Hutcherson) foi o escolhido para tentar sobreviver em meio aos 24 participantes.

Jogos Vorazes é uma adaptação do livro homônimo voltado para adolescente. E meu medo era justamente que ele fosse outro Crepúsculo.Mas felizmente ninguém vira purpurina.
Também é inevitável a comparação com Battle Royale ,afinal em ambas histórias um grupo de jovens são escolhidos para um Jogo Mortal onde devem se matar até sobrar só um.Mas as comparações param por aí! Enquanto Battle Royale é uma história mais pesada com sangue quase pingando das páginas,Jogos Vorazes preferiu apostar no romance adolescente tão cultuado nesses filmes.
Mas até nisso o filme exibe seu maior defeito que é a lentidão. O início do filme é tão devagar que quando finalmente os tais jogos começam eu já tinha cochilado umas duas vezes.E mesmo assim depois de pouco mais de 5 minutos(se muito) de ação desenfreada e mortes cruéis,o filme dá outra parada e segue lento novamente até o final.

Outra coisa que quero citar é o visual do pessoal da tal Capital. Fiquei pensando em uma melhor forma de descrevê-los mas o mais próximo que consegui pensar foi “Um desfile de Carnaval pelas ruas do bairro japonês de Akihabara” ! é tanta cor…tanta… sei lá como expressar aquilo!A senhora da foto aí em cima é uma das mais normais.

Acredito que um dos fatores que colabora pra história ficar arrastada é a ausência de um tempo limite pra duração dos jogos.Aquilo podia durar dias(como na verdade durou) sem acontecer nada.
O próximo parágrafo pode soar como Spoiler(não é tanto mas vai saber) então se não quiser ler pule para o texto após a próxima imagem.

Amiguinhos: será que ninguém entendeu uma regrinha à toa que diz “Só pode ter um vencedor!!!” Então qual a lógica do grupinho do mal se unir?Eliminar a Katniss que era a “favorita”? Ok até posso dar um desconto e entender isso mas porque raios vocês vão dormir juntinhos de gente que pode te matar a qualquer momento???Não faz o menor sentido!!

Mas Jogos Vorazes também tem seus méritos: A atuação da gracinha da Jennifer Lawrence que já tinha mandado bem em X-Men Primeira Classe(ela foi a Mística) e contrabalanceia a “cara de parede” do seu par romântico.
Também há alguns personagens engraçados como o Caesar Flickerman,o Apresentador do programa Jogos Vorazes(Uma espécie de Pedro Bial afetado) muito bem interpretado pelo Stanley Tucci.

Mas o que eu mais gostei foi da câmera refletir o que os personagens sentem.Calma que eu explico(Ou vou tentar ao menos.). Quando alguém por exemplo leva uma porrada e fica tonto a câmera mostra uma visão em primeira pessoa com uma imagem embaçada e trêmula. Em certo caso até ouvimos o “zumbido” após uma personagem ter ficado muito perto de uma explosão.O ápice desse recurso é quando certa personagem morre e a câmera mostra as últimas imagens que ela vê com a imagem lentamente ficando branca.

Acho que dizer que achei Jogos Vorazes um filme ruim seria muito duro com o filme. Ele tem várias coisas que me desagradaram.Acho que dizer que ele é tão arrastado que se torna chato mais condizente. Achei que faltou um pouco mais de aprofundamento em alguns personagens. O “vilão” por exemplo não faz nada o filme todo e outros você só vê na hora e que morrem. Acho que foi porque optaram por mostrar apenas a visão da Katniss sobre os eventos.Não sei se nos livros isso é melhor desenvolvido mas pra mim, um leigo na história ficou aquela sensação de “Faltou algo”.Mas por outro lado gostei da crítica à programas de Realities Shows.

No final,Jogos Vorazes é um Battle Royale Sem Violência e com romance.

The Hunger Games (Trailer 2) por tv-prime

About macgaren

Redator da coluna JWave Cine falando das principais novidades do cinema e autor do blog Clarim Diário.

View all posts by macgaren

One Comment on “Crítica | Jogos Vorazes”

  1. Olá Macgarem meu nome é GaDiego, eu li os 3 livros e eu gostei muito dos livros. Os livros falam bastante dos personagens que dá uma boa base para entender a historia. No filme realmente foi o que vc falou, passal lento no começo, rapido no meio e lento no final sem dar atenção nos personagens secundarios oque ficou muito chato…..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.