JArte #4: Custo e Direito de Imagem – Parte I No ratings yet.

Depois de divulgar o seu portfólio, chega o momento de avaliar quanto custa um desenho seu.

Dar um preço ao seu trabalho artístico não é um trabalho fácil, no começo. Principalmente porque, ao iniciarmos uma carreira, ainda temos um vínculo emocional muito forte com o que fazemos. Aliados à isso estão a insegurança inicial e o medo de perder ou decepcionar um cliente. Apesar de tudo isso, temos que saber dar valor à nosso próprio trabalho.

Lembro sempre daquela historinha, que falava sobre um navio quebrado no porto. O capitão, então, resolve chamar um mecânico para resolver o problema. Ele passa dias no navio, procurando pelo reparo a ser feito, não encontra,e cobra cem reais pela visita. Depois do fracasso, o capitão chama um engenheiro, que também não descobre o problema e cobra 500 reais pela visita. Cansado, o capitão chama um engenheiro naval. Em pouco tempo ele encontra o problema, e em dez minutos faz o navio voltar a funcionar. Cobra mil reais pelo conserto. Indignado, o capitão pergunta o porquê do preço abusivo, por dez minutos de trabalho. O engenheiro naval, então, responde que aquele preço não resumia 10 minutos de trabalho, mas sim 15 anos de estudo e aperfeiçoamento, que o permitiram identificar e consertar em dez minutos o problema que os outros profissionais não conseguiram em dias.

O caso de um ilustrador é semelhante. Temos que aprender a não trabalhar de graça, em troca, por exemplo, de “divulgação”. Eu estou cansado de receber proposta de trabalho em troca de retornos incertos, como “divulgação”, sendo que é algo que eu posso fazer por conta própria, por outros meios. Existem, é claro, oportunidades de trabalho não remunerado que valem a pena, mas temos que analisar com muito cuidado. Ilustrar é perder o seu tempo, seu esforço, é aquilo que você faz pra ganhar a vida. Se você ainda tem alguma dúvida sobre o quanto desagradáveis podem ser esses propostas ao longo do tempo, dê uma passado no blog do Divasca (http://divasca.blogspot.com.br/), deveria fazer uma visita. Lá ele mostra, de forma exagerada, o que acontece na vida de todos que trabalham com artes aplicadas…

Calculando o seu Custo

Existem duas formas de estabalecer quanto você vai cobrar por um trabalho.

Fazer o cálculo de quanto custa a sua hora de trabalho. Para isso, você deve reunir todas as suas despesas no mês (aluguel, contas, material de arte e informática, etc) e dividir pelo tanto de horas que trabalha por mês. Feito isso, você terá o valor mínimo que a sua hora de trabalho custa, para que você não tenha prejuízo. Agora você deve estipular quanto tempo levará para fazer determinado trabalho, e somar à isso o lucro que você almeja, que deve ter uma relação específica com o uso que o seu cliente vai fazer dele.

A outra maneira é usar uma das tabelas de custo de ilustração em uso no mercado, como a tabela do HQMIX (http://www.hqmix.com.br/index.php?option=com_content&task=view&id=26&Itemid=40), que nada mais é do que o resultado de uma pesquisa feita com cartunistas e associações do Brasil inteiro. Ela traz uma média do que deve ser cobrado em cada caso, mas você deve fazer a análise final daquele serviço e a relação específica com o uso que o seu cliente vai fazer dele.

Com isso, chegamos ao ponto principal da coluna: o uso por parte do cliente.
Geralmente o que fazemos (ou o que deveríamos fazer) é vender o direito de uso de uma imagem. Ou seja, a ilustração é sua (já que o seu direito sobre ela é inalienável), mas você cede o direito de uso por um tempo determinado e em uma mídia específica, através de um contrato. O custo do seu serviço, então, é maior quanto o uso é mais extenso ou quando o tempo ou o alcance da mídia são maiores.

Na próxima coluna vamos continuar deste ponto, e falar sobre contratos e Direito de Imagem. Você tem dúvidas sobre carreira, portifólio, profissão de ilustrador, ou mesmo sobre os seus desenhos? Mande um email para mim (caio.yo@gmail.com), e talvez suas dúvidas sejam respondidas aqui, em uma das próximas colunas!

Comentários

comentários

Please rate this


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.
  • Opa! Mais um JArte!!! Let it read!!!!!!!!!!!! XD

  • Cadmus-Senpai

    Que coluna magnífica! A cada postagem dela, aprendo mais. Altamente informativo. Minha coluna preferida do JWave.

    Espero que o Caio continue. Tá muito bom o negócio!

    Parabéns, Caio!

  • Não sabia que o Harry Porter escrevia posts pro Jwave.
    My recent post Veja 4 Minutos de O Espetacular Homem-Aranha

  • Q cores psicodelicas