Tendo um atraso de um ano, Card Captor Sakura foi planejado para ser lançado na comemoração de 10 anos de mangás pela editora JBC. Um dos atrasos do título foi a demora do próprio grupo Clamp para aprovar o título no Brasil, inclusive sendo responsável pelo logo utilizado na capa do mangá de Sakura (criticado pelo público brasileiro, mas que foi feito pelo próprio Clamp pra ser usado por aqui).

Entre as novidades de Card Captor Sakura é que teremos 16 páginas coloridas e 184 páginas em papel Off Set. Para quem não associou o tipo de papel, este papel era utilizado pelos mangás da Editora Conrad há dez anos atrás, quando Dragon Ball e Cavaleiros do Zodíaco foram lançados pela primeira vez no Brasil. A escolha do papel, além do dobro de páginas coloridas (quando comparado aoFreezing), não só tornou a edição mais cara, mas também bem mais durável e especial. Esse não é o primeiro título em Off Set pela JBC, Neon Genesis Evangelion que foi continuado de onde a Conrad parou, também teve edições nesse papel.

A editora não só ressaltou o interesse da linha “Edição Especial” que poderá ter republicações de outros títulos nesse formato, como também que o próprio Card Captor Sakura que poderá ser relançado num futuro na versão luxuosa similar a americana (em capa dura e 4 volumes).

O mangá terá nova tradução? Não, Cassius Medauar confirmou que será utilizada a mesma tradução de 2001, porém sendo revisada por ele e pela equipe da JBC.

Card Captor Sakura já entrou em pré-venda em diversas lojas e tem lançamento marcado para dia 21 de junho, no valor de 14,90 reais.

About Giuliano Peccilli

Editor do JWave, Podcaster e Gamer nas horas vagas. Também trabalhou na Anime Do, Anime Pró, Neo Tokyo e Nintendo World.

View all posts by Giuliano Peccilli