48º Gueinosai – O espetáculo da arte japonesa

48º Gueinosai
Foi realizada neste último final de semana (22 e 23/06), a 48ª edição do Gueinosai – Festival de Música e Dança Folclórica Japonesa, no grande auditório do Bunkyo – Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa, localizado no bairro da Liberdade, região central de São Paulo.
O evento faz parte das comemorações dos 105 anos da Imigração Japonesa no Brasil.

Durante os dois dias de evento, passaram pelo palco do Bunkyo as mais variadas formas de arte de palco do Japão, como a dança, o teatro, a música e o taiko.
Vários grupos tradicionais de dança exibiram os estilos de diversas regiões do arquipélago.

Kasa Odori - Tottori Kenjinkai

Kasa Odori – Tottori Kenjinkai

Nélia Nishihata - Bunkyo de Campinas

Nélia Nishihata – Bunkyo de Campinas

Awa Odori - Assoc. Cultural e Esportiva Represa

Awa Odori – Assoc. Cultural e Esportiva Represa

Shinsei ACAL - Yosakoi Soran

Shinsei ACAL – Yosakoi Soran

Além disso, o público também pôde prestigiar instrumentos tradicionais de música, como o koto e o shamisen.
Grupos musicais fizeram belíssimas apresentações.

Koto - Assoc. Brasileira de Música Clássica Japonesa

Koto – Assoc. Brasileira de Música Clássica Japonesa

Assoc. Kyodo Minyo do Brasil

Assoc. Kyodo Minyo do Brasil

Kaito Shamisen Kyoshitsu

Kaito Shamisen Kyoshitsu

Cantores também marcaram presença e soltaram a voz no palco do evento. Um dos destaques foi Karen Taira, que já se apresentou no programa Raul Gil.

Karen Taira

Karen Taira

Yumi Kataoka

Yumi Kataoka

Teddy Shigueyama

Teddy Shigueyama

Yumi Uehara

Yumi Uehara

O ritmo vibrante do taiko também marcou esta edição do evento. O público pôde conferir no palco do Gueinosai grupos que trouxeram as duas vertentes principais dos tambores japoneses: o wadaiko, com grupos como o Tangue Setsuko e o Shinkyo Daiko; e o okinawa daiko, com o Ryukyu Koku Matsuri Daiko e o Requios Gueinou Doukoukai.

Shinkyo Daiko - um dos grupos de wadaiko presentes no evento

Shinkyo Daiko – um dos grupos de wadaiko presentes no evento

Ryukyu Koku Matsuri Daiko

Ryukyu Koku Matsuri Daiko

Requios Gueinou Doukoukai

Requios Gueinou Doukoukai

No domingo, o evento foi aberto com uma homenagem aos pioneiros da imigração – senhores e senhoras de 99 anos.
E antes das apresentações começarem, foi feito um rápido cerimonial com discursos de autoridades influentes da comunidade. Estiveram presentes no evento o cônsul geral do Japão em São Paulo, Noriteru Fukushima, os deputados federais Junji Abe e Walter Ihoshi, e o deputado estadual Jooji Hato.

Homenagem aos idosos de 99 anos, pioneiros da imigração

Homenagem aos idosos de 99 anos, pioneiros da imigração

Cerimonial de abertura com presença de autoridades

Cerimonial de abertura com presença de autoridades

No encerramento do evento, a mestra de dança tradicional Midori Ikeshiba  se apresentou no palco do Bunkyo, e recebeu homenagens da comissão organizadora.

A mestra Midori Ikeshiba

A mestra Midori Ikeshiba

Nos dois dias de Gueinosai, alimentos não-perecíveis foram arrecadados, e doados a entidades assistenciais mantidas pela comunidade Nikkei.
Ao todo, quatro entidades foram beneficiadas: Kodomo no Sono, Kibo no Ie, Ikoi no Sono e Yassuragui Home.

Alimentos arrecadados durante o evento, que beneficiaram entidades assistenciais

Alimentos arrecadados durante o evento, que beneficiaram entidades assistenciais

O presidente da comissão organizadora do evento, o sr. André Korosue, relembrou as origens do Gueinosai, através dos primeiros imigrantes: “O japonês nunca esqueceu aquilo que aprendeu quando pequeno. Muitos deles vieram pequenos, e aprenderam nas escolas a cantar, a dançar, e se apresentavam em um tipo de teatro no fim de cada ano. Naturalmente, toda vez que você sofre ou está alegre, você se expande em forma de música ou em forma de dança, principalmente quando se juntam. Os imigrantes certamente começaram a desenvolver estas atividades em todos os espaços, daí a ideia de reunir todos e apresentar tudo em um só lugar. Nosso Gueinosai começou dessa forma, reunindo todas as pessoas que tinham esse amor à arte de palco”, explicou.
Korosue ainda fez um balanço positivo da edição deste ano: “Foi ótimo. Sensacional. Aliás, minha maior alegria é ver as crianças participando, e também os não-descendentes participando. Tivemos um número muito grande de participação dessas duas fontes”, revelou. E ainda frisou os principais objetivos do festival: “105 anos de Imigração e 48 anos de Gueinosai, e sempre com o mesmo intuito: divulgar a cultura e fazer com que mais pessoas sintam proximidade com a cultura japonesa no Brasil”.

jwavegueinosai (21)

Comentários

comentários


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.