JMangá 10 Capa

Bem-vindos a mais uma JMangá! \o/

Nesta edição irei falar sobre o primeiro lançamento da Editora JBC, estou falando de BTOOOM! Não vou ficar enrolando, vamos ao que interessa!

A História

Ryuta Sakamoto é um jovem sem grandes perspectivas na vida, mas é um dos melhores e mais famosos jogadores do game on-line de ação ‘BTOOOM!’. Um dia, Sakamoto acorda em uma ilha deserta e, em pouco tempo, percebe que está preso em uma partida real de seu game favorito. Agora, o jovem deve entender como e porquê foi parar ali e, é claro, sobreviver!
Ou seja, mais um mangá com temática battle royale/rei da montanha ou seja lá como você chame.

Formato

O formato é o já tradicional da JBC: 13,5 x 20,5 cm. Capa cartonada e com impressão na parte interna da capa, o papel é o pisa brite de sempre. Com relação a impressão interna da capa, a editora utilizou as imagens da capa interna da edição original japonesa, o que a meu ver é muito bom já que tais ilustrações seriam perdidas na edição nacional. Eu optei por não tirar foto da impressão da contra-capa pois tem spoilers sobre o primeiro volume, então veja por sua conta e risco.

Tradução e Adaptação

A tradução ficou a cargo do Denis Kei Kimura. Creio que o único ponto a ser mencionado é que optou-se por deixar alguns termos gamers em inglês mesmo, no mais, um trabalho muito competente de tradução e edição do texto. Não, não tem honoríficos como é o padrão da editora.

Outras Considerações

Gostaria de falar aqui sobre uma coisa que mais me chamou atenção na edição: a capa.
Como vocês podem ver ela faz uma clara referencia aos jogos do Xbox (brincadeira que também esta presente na edição original, antes que alguém diga alguma coisa) e devo dizer que os profissionais de arte da JBC estão de parabéns e fizeram muito bem em atualizar a piada para o novo vídeo-game da Microsoft.
Outra coisa que eu gostaria de comentar é a classificação indicativa do mangá, achei 18 anos um pouco exagerado. Pelo menos neste primeiro volume não tem nada que justifique. Tá, tem corpos explodindo mas creio que 16 anos estava de bom tamanho. A menos que a coisa fique mais pesada mais para frente, achei um pouco exagerado.

Considerações Finais

Mais um mangá com o cuidado e carinho atual da JBC. Uma capa muito bem feita, impressão atrás da capa, uma boa tradução em uma edição muito competente. Dito isso, a nota para a BTOOOM! é…

4 JW's
4 JW’s

 

Bom, galera. Essa foi a minha analise do primeiro mangá a ser lançado no ano. Confesso que estou cansado de mangás com a temática “resta um” mas parece que a história terá um desenvolvimento bem peculiar. Enfim, espero que vocês tenham gostado desta analise. Quem já comprou o mangá, deixe suas impressões nos comentários.

Até a próxima!

About Bruno Fernandes

Assíduo colecionador de mangás desde 2001 e eterno amante da cultura japonesa. Viciado em AKB48, Games e Blu-ray.

View all posts by Bruno Fernandes

One Comment on “Review | Análise BTOOOM!”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.