JMangá #12 – Análise Drifters

Vitrine JManga

Bem-vindos a mais uma JMangá! \o/

Depois de um longo inverno, estamos de volta. E nesta edição vou falar sobre o ultimo lançamento da Nova Sampa, Drifters de Kouta Hirano.

A História

A história gira em torno de Shimazu Toyohisa que, durante o envolvimento na Batalha de Sekigahara, fere mortalmente Ii Naomasa e se fere no processo. Conforme ele caminha pelo campo, ferido e exausto, Toyohisa se vê transportado para um corredor repleto de portas, onde um homem de óculos detrás de uma mesa o aguardava. Este homem envia Toyohisa à porta mais próxima onde ele acorda em outro mundo. Ali, Toyohisa encontra outros grandes guerreiros como ele, que foram transportados, para serem parte de um grupo conhecido como “Drifters“. Este mundo contém tanto raças humanas nativas quanto numerosas raças fantásticas, incluindo elfos, anões e hobbits. Entretanto, o mundo está em guerra, com os humanos enfrentando e perdendo a guerra contra um outro grupo de grandes guerreiros, os “Offscourings“, que desejam dominar o mundo e matar os Drifters. Sob o comando dos Offscourings estão inúmeras criaturas terríveis, incluindo dragões, habituados a destruir tudo que vêem. No começo da série, o exército dos Offscourings tem o o controle da parte Norte do continente, e está tentando invadir o sul através da principal fortaleza setentrional de uma nação chamada Carneades. Enquanto isso, a Organização Outubrina, um grupo de magos humanos nativos deste mundo, tenta juntar todos os Drifters para salvar o mundo dos brutais Offscourings.

Formato

O formato é o tradicional 13,5 x 20,5 cm. Capa cartonada e com impressão na parte interna da capa, o papel é o pisa brite de sempre. Com relação a impressão interna da capa, a editora utilizou a orelha da edição japonesa e o índice. A orelha contem aquela “palavrinha” do autor, o que é até justificado ela estar na nossa edição. Já o índice, poderia estar nas páginas internas da edição.

Tradução e Adaptação

A tradução ficou a cargo de Alberto Harafuji. Posso estar enganado mas este é o primeiro trabalho que vejo dele, não lembro de ter algum mangá traduzido por ele. Como pode-se esperar, não temos honorifico o que não desabona de forma alguma a boa tradução feita.

Outras Considerações

Um ponto a ser mencionado aqui é a vasta quantidade de nota de tradução. Não que o editor optou por deixar termos em japonês mas sim devido ao mangá citar muitos fatos históricos do Japão, sem contar que o Kouta Hirano adora colocar piadinhas e citações a a cultura pop. Infelizmente isso deixa a leitura muito truncada e quebra o ritmo da leitura e da ação. Acho que neste caso, o mais indicado seria colocar um glossário no fim da edição.

Considerações Finais

Devo dizer que Drifters me surpreendeu positivamente. É bom ver a Nova Sampa se acertando e se sentindo cada vez mais confortavel com os mangás. Creio que o único pontos a ser melhorado é o papel que pelo preço cobrado, temos papel melhor na concorrência. Outro ponto que poderia ser melhorado é a quantidade de propagandas, elas poderiam ser substituídas pelo glossário como disse acima mas isso não é algo que chega a incomodar. Isso posto, a nota para Drifters da Nova Sampa é…

4 JW's

4 JW’s

Comentários

comentários


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.