JWave #212: Black Butler – Kuroshitsuji (2014) No ratings yet.

Reproduzir
Reproduzir

JWave Capa  212 Post site
O JWave dessa semana viaja ao Japão para falar de Black Butler, ou como é conhecido por lá… Kuroshitsuji.

Com sucesso de Rurouni Kenshin nos cinemas japoneses, a Warner japonesa continua suas empreitadas em adaptações de séries japonesas em Live Action. Lembrando que a Warner já investe em adaptações em live action desde 2000 com filmes como Cutie Honey, mas foi com Rurouni Kenshin que tornou a maior bilheteria nos cinemas.

Black Butler conta a história do Sebastian Michaelis, um mordomo que fez um pacto com seu amo e solucionam crimes que atrapalham nos objetivos da rainha em unir o Ocidente com Oriente.

Juba e Sasuke RK estão preparados para falar sobre os casos sobrenaturais e tudo sobre a adaptação que chegou aos cinemas ano passado.

PARTICIPANTES

COMENTADO NO JWAVE #212
Yana Toboso
Monthly GFantasy
Square Enix
Hiro Mizushima
Ayame Gôriki
Kentarô Ohtani
Kei’ichi Sato

INDICAÇÃO
Rurouni Kenshin – Nº1
Rurouni Kenshin – Nº2
Rurouni Kenshin – Nº3
Kenshin Kaden

SUGESTÕES, CRÍTICAS E DÚVIDAS
Envie e-mails para: jwavecast@jwave.com.br

Comentários

comentários

Please rate this


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.
  • Eu continuo ouvindo vocês e gosto das discussões que levantam, e dos
    temas que abordam, mas ainda é difícil, para mim, entender a escolha do
    editor de colocar a trilha sonora o tempo todo no background e de tal
    forma que fica concorrendo com a voz dos participantes é bastante
    difícil prestar atenção no que está sendo discutido algumas vezes, pois
    começo a prestar mais atenção na música ao fundo, e quando um dos
    participantes tem um volume de voz mais baixo ou abafado, como neste
    episódio foi o caso do Sasuke, me desvio do podcast em diversos
    momentos, simplesmente entrando no modo de audição seletiva.
    Sei que é o jeito que vocês fazem, já há mais de 4 anos é assim e não deve ter nenhum outro reclamão, mas achei que deveria deixar o registro.

    • Giuliano Peccilli

      Ivan. Sou o editor do cast e a trilha sonora normalmente pediram pra subir pq ela ficava ausente pra quem ouvia na rua e no metro. Particularmente eu não gosto da trilha tão alta, mas foi uma mudança que os ouvintes na época sinalizaram e eu fiz. Sobre a voz do Sasuke, infelizmente no momento ele usa um Headset sem fio do Playstation 4 e isso tem me dado trabalho de deixar o melhor e mais limpo possível. To tentando encontrar um modelo que deixe o som mais agradável possível, desde que fui obrigado a migrar pro Mac e estou usando ferramentas novas desde o podcast 198. De qualquer maneira espero achar um tom ideal que agrade todos. Obrigado por sua crítica.

      • Sem querer comparar conteúdo, apenas pra mostrar um estilo de edição em que a música não ofusca o diálogo, ao menos no meu ponto de vista.
        http://thewhiterobot.net/pt/ep-067-cronicas-marcianas/
        Espero que seja útil, mas de qualquer forma se o estilo que está é o que a maioria dos ouvintes do JWave querem, resta conformar.
        Boa sorte

        • Giuliano Peccilli

          Não que seja maioria. O público não se manifesta em sua maioria, por isso achamos que está no caminho certo. Houve reclamações no passado e depois sumiram, o que nos fez achar que estivessemos no caminho certo. É a falta de feedback, não maioria do público.

      • Vitor Urubatan

        Espero que consigam um fone legal ai para o rapaz rsss já ia ajudar bastante.

        • Giuliano Peccilli

          A questão que o Sasuke ta feliz com headset dele. Ele não deseja trocar por achar proveitoso para o que ele usa, portanto eu não posso fazer nada.

          • Vitor Urubatan

            Rsss então paciência.

    • Vitor Urubatan

      Então para mim a trilha sonora não atrapalha a voz dos caras. Na realidade só atrapalha quando é uma música cantada. Pois mesmo sendo em japonês, às vezes o fonema do cantor(a) bate junto com a voz dos participantes e acaba camuflando a fala. Certas vezes isso me deixou confuso.

      No mais o que mais atrapalha e concordo contigo é a voz do outro participante que não o Giuliano.

      • Giuliano Peccilli

        Mudamos os aplicativos que usamos no JWave. Atualmente estamos gravando em dois canais de som e limpando os canais isoladamente e tentando ao máximo nivelar as equalizações de ambos. Quanto a trilha sonora, deixamos sempre numa projeção -17 do volume de voz pra não ter choque da voz com a trilha sonora. Se ela está ocorrendo, talvez seja momento da gente rever as coisas e reformular a edição do JWave. Agora se as pessoas não reclamarem, para a equipe do JWave irá aparecer que está tudo bem. Lembrando que quem fez as contas e estamos adotando essa contagem é o Calliban que por ser músico, ele tem um ouvido mais apurado que o meu.

        • Vitor Urubatan

          Pow o Cal é música, legal hahaha!
          Então eu vejo que desde o Cast do Eva até esse a evolução do cast é evidente. Em todos os termos. Ainda sim o Cast de eva é o meu favorito. Mas a parte técnica do som hoje sem dúvida é muito melhor.

          As músicas não me incomodam mesmo. Até acho que preenche bastante o espaço de som. Meu maior problema e isso é uma coisa pessoal. É a fala com as vozes dos cantores, muitos fonemas do japonês às vezes pega certinho nas sílabas em português. Mas isso é de boa, nunca reclamei porque de fato não era algo relevante para mim.

          • Giuliano Peccilli

            Bom. O conflito com música está ocorrendo e isso é chato. Vou ter q rever o podcast da próxima semana e pedir a opinião do publico pra distanciar esse conflito de voz e trilha.

          • Isso que Vitor apontontou sobre fonemas sobrepostos talvez seja o que mais pega pra mim, não tenho lá 100% de audição nos dois ouvidos, então esse tipo de efeito me afeta de forma direta.
            Fico brigando comigo tentando manter o foco em um ou em outro som.
            Mas o bizarro disso é que ouço dezenas de podcasts, e praticamente só na edição do JWave percebo isso, por isso que achava que era uma escolha consciente de ediçao.

          • Giuliano Peccilli

            Eu tb não tenho 100% da audição, principalmente meu ouvido do lado esquerdo, por isso preciso ser consciente com produto final. Sobre músicas de outros idiomas, eu sempre acreditei que outro idioma não houvesse conflito com português, mesmo as fonéticas japonesas sendo iguais. Esse é um dado novo pra mim. De qualquer maneira esse cast está quase instrumental, tocando musicas cantadas apenas na entrada e nas conclusões finais.

  • Vitor Urubatan

    Levantou minha curiosidade a respeito do filme.
    Ainda estou para assistir o Gatchaman. E agora este ficará na lista para ver se é bom mesmo.
    As músicas que tocam no cast é desse filme?

    • O filme por si só é divertido, Vitor, principalmente se você não tiver acompanhado o anime.

      • Vitor Urubatan

        Anime? O que é isso? Hahaha!

    • Giuliano Peccilli

      Não senhor. Infelizmente não achei a trilha sonora do filme e fui obrigado a improvisar.

      • Vitor Urubatan

        Então que músicas fantásticas são essas no cast?

        • Giuliano Peccilli

          Quais músicas?

          • Vitor Urubatan

            1 – 7:02 ~ 16:35 – Todas ou toda a música.
            2 – 16:36 ~ 21:26 – Todas as músicas desse bloco.
            3 – 21:27 ~ 22:25 – Esse canto gregoriano maravilhoso!
            4 – 25:40 ~ 27:43 – Essa música fantástica com órgão e coral.
            5- 27:44 ~ 29:01 – A musiquinha de detetives.
            Achei foda a seleção dessas trilhas sonoras.

          • Giuliano Peccilli

            Essas musicas são do Gaban, filme de 2013 do Policial do espaço.

            Canto gregoriano é da segunda temporada do anime de Black Butler. Alias a do órgão também.

            A de detetives também é do Gaban.

          • Vitor Urubatan

            Muitíssimo obrigado senhor Giuliano.

  • Luis Henrique

    A respeito da questão da trilha sonora, tenho que concordar que essa semana realmente foi difícil entender o que o Sasuke RK falava. A música estava ligeiramente alta, e como estava escutando no carro, muitas partes ficaram não entendíveis. Mas fora esse pequeno problema, curti bastante o podcast. Black Butler para mim sempre foi aquela obra estranha, com traços e clima meio yaoi. Há quem goste, é claro, mas não é minha praia. Entretanto, parece que esse filme é bem legal, acho que vale a pena assistir!

    —–

    Aliás, deixo essa pérola de mashup de Kuroshitsuji aqui:

    • Giuliano Peccilli

      Estamos tomando as devidas providências.

      Iremos mudar a forma de gravar com Sasuke para o áudio dele melhorar na versão final.

  • Thiago Machado Santos

    Obrigado Sasuke, agora teremos toneladas de fanfic e fanarts de “Mordono Negão” e “Manteiga Preta”.

    Então, não vi o filme, nem o anime.

    Mas li os dois primeiros volumes do manga e achei bem divertido.

    Vocês falando de droga, droga, droga, parecia até aqueles programas da tarde de rede aberta.

    ver o Juba falar de Kabuto, além de vez ou outra compartilhar algo sobre Power Ranger ou Sentais me faz querer ver uma lista de recomendações de tokusatsus pelo Juba-kun.

    extras:
    Tem uns paralelos muito legais entre Black Butler e Batman, um dia descobriremos que o Alfred é um demonho que tem paquito com a família Wayne. Já notaram que ele cuida do Bruce desde criança e não envelhece?

  • opa mais um tema inesperado para mim. estava sentindo falta de um jwave de raiz sobre anime.