JWave Game #03: Destiny

JWave Cine Capa 3 Post

Depois de quase 1 mes jogando no vicio, resolvi trazer para você o review do polemico e super falado Destiny, eu ia fazer antes porem um MMO-like como destiny , ao meu ver, merece ser jogado ate o endgame, que é apos finalizar e onde o grind e corrida por equipes começa, para ai ser avalido. E assim o fiz, apos quase 4 dias de jogo jogado chegamos aqui.

O que é?

A coisa mais difícil de explicar sobre o jogo pois ele tem o estilo proprio que mistura FPS com MMORPG mas não borderland como muito gostaram de taxa-lo. Enfim, Destiny é projeto caríssimo da Bungie com a Activision, coisa de 500 milhões de dolares para os 10 anos de projetos, que no fim não parece tão caro assim pois o que foi entregue agora eh uma experiencia que prometia algo 100% novo mas no fim é halo com toque de RPG, muito menos RPG que Borderland ou Mass Effect, não que seja ruim ser Halo alias pelo contrario é isso que da o toque de jogabilidade viciante no jogo mas ate para um Halo o jogo fico devendo com falta de modo multiplayer e um modo historia mais robusto. Alias como o jogo falhou no modo historia, as missões em si são legais mas no fim são repetitivas assim como MMO, a falta de historia é um tapa na cara de tão claro que jogado q esse é apenas o primeiro de muitos Destinys (que já foi revelado que serão 3 destiny e um bando de expanções e DLC) o que não é desculpa para não ter feito uma historia que explicasse mais ou pelo fosse um capitulo fechado não um mera introdução.

Gráfico/Som

Aqui é onde podemos ver que sim o Destiny é um jogo milhonario com uma mega produçao, pois os graficos são os melhores dessa nova geraçao cheio de detalhes e beleza não só pela parte tecnica como tambem pela arte de cada planeta segundo unica q representado ate mesmo os detalhes culturais de cada raça  em seus territórios.O som então são musica epicas do jeito que você espera de um sucessor do Halo, as vezes a musica chega a ser mais épica do boss que você esta enfretando. O som das armas e efeitos dos poderes tambem combinão perfeitamente sem o que reclamar aqui. Detalhe pro planeta Venus, alem de bonito com um otimo desing.

Jogabilidade

É aqui que o vicio começa, mesmo com os problemas já citados a jogabilidade é simplemente viciante e olha que toda hora é mencionado um problema nela seja de um arma OP, Over Power, que não deveria estar no PvP, player vs player, ou entao que o próprio PvP esta desequilibrado ou sem uma boa premiação. Mas mesmo assim a jogabilidade base, o gunfight, é muito bom os poderes muito divertido e as habilidade de pulo dão uma dinamica nunca antes vista aos FPS, ok TitanFall tambem tem algo parecido mas aqui é diferente é mais vertical vamos assim dizer. Como eu disse a parte de RPG é bem superficial ao meu ver se eu considerar isso RPG entao Call of Duty ta quase lá, pois as  habilidade de classe e seu upgrade lembrar muito os perks,custom de outro jogo de tiro um pouco mais profundos mas não chega a ser um RPG como borderland ou diablo. Não que eu veja a falta de elemento RPG como defeito, mas realmente esperava mais, no fim você apenas tem 2 modificadores de status, 2 passivas, 1 granada e seu upgrade, 1 super e upgrade e 1 melee e upgrade. Simples e funcional alem do que as armas tambem possui umas 2 passivas e um trigger.

destiny-e3-24

Outras Considerações

O jogo tem como conteudo endgame bem simples e que apos um mês de jogo já não estão mais segurando os players tanto assim.Temos 1 missão diaria, que ajuda no grind de material para update, 2 assaltos semanais com regras diferentes que ate que são desafiadores e com bom bonus mas não um recompensa direta que realmente chame sua atençao e por fim 1 incursão ou para os classicos Raid, que prefiro não comentar pq sou hater desse tipo de modo de jogo. Para os fãs de pvp como eu, temos 4 modo de jogos e um modo especial que aparece a cada 2 semanas, mas pela falta de um matchmaking mais serio, como ocorre em jogo competitivos como LoL, o jogo acaba ficando casual demais e com o tempo perdendo o motivo do porque continuar a jogar.

Considerações Finais

Sem duvida o melhor jogo do ano, mesmo cheio de falhas ele ainda possui o mais importante para um jogo, jogabilidade, alias jogabilidade viciante. Mas é bom pontuar que o seu maior erro foi dizer ser tao revolucionário e caro e no entregar um jogo que te da um sensação de incompleto e as vezes ate mesmo retro por não usar mecânicas que a própria desenvolvedora já havia utilizado no seus  jogos anterior mas que no fim ainda nos deixa com esperança por DLC e uma sequencia para conserta tudo isso e trazer mais para esse novo gênero de FPS social.

Nota

nota

4/5

Comentários

comentários


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.
  • Vitor Urubatan

    Puts o foda de MMO é que consome muito tempo.