Play
Play

JWave Capa JMANGÁ Post
Novidade no podcast desta semana!
Estamos fazendo mudanças no JWave e a mais recente mudança é a transformação da coluna JMangá em podcast, sendo uma evolução do que nasceu em 2014 com o JWave Indica.

Agora o JWave em uma ação conjunta a editoras brasileira, irá divulgar e promover lançamento de títulos no Brasil. Nossa parceira de longa data, a Editora JBC, enviou Zetman #1 , Zero Eterno #1, Chobits #1, Enigma #1 e Steins; Gate #1 para o JWave e fizemos um podcast comentando sobre esses 5 lançamentos.

Juba e Buga falam tudo sobre os mangás que estão chegando às bancas.

Gostou do formato? Comente e incentive!

É uma editora e deseja participar do formato? Envie e-mail para [email protected]

Não conhece a coluna JMangá? Leia clicando aqui!

PARTICIPANTES


No JWave #237: JMangá #1 (Zetman #1 , Zero Eterno #1, Chobits #1, Enigma #1, Steins; Gate #1)

Feed
Já assinou?

iTunes
Dê uma nota pro JWave e comente sobre nosso podcast por lá!

Redes Sociais
Fanpage do JWave
Grupo do JWavecast
Twitter
Instagram

Indicação
Astronauta Magnetar
Astronauta – Singularidade

Emails
[email protected]

About Giuliano Peccilli

Editor do JWave, Podcaster e Gamer nas horas vagas. Também trabalhou na Anime Do, Anime Pró, Neo Tokyo e Nintendo World.

View all posts by Giuliano Peccilli

12 Comments on “JWave #237 | JMangá (Zetman #1 , Zero Eterno #1, Chobits #1, Enigma #1, Steins; Gate #1)”

  1. Eu vi o anime do Zetman, mas depois de ouvir sobre ele como mangá, vou dar uma procurada para ler em breve. Zero Eterno e Enigma também me interessaram. Parabéns pelo trabalho galera.

  2. A JBC está mandando muito bem nos lançamentos. Já separei uma grana para comprar Eien no Zero e Zetman, de longe os que mais me impressionaram. Acho que vou dar uma chance para o Chobits também, me pareceu simpático (rs). Já Enigma, passo longe. Li o mangá enquanto saia na Jump e em certo ponto ele derrapa e muito no enredo.
    Enfim, gostei bastante do formato do podcast. O Juba pareceu-me mais solto, sei lá, mais à vontade para falar o que quiser.

    1. Fiquei bastante feliz com Eien no Zero e Zetman, mas confesso que está difícil comprar tantos mangás esse ano.

      Sobre minha “empolgação”, confesso que eu gosto de experimentação, então eu fico muito feliz, quando testo um formato diferente do que eu faço normalmente toda semana no JWave.

      1. Nem me fale velho.
        O dia que me mudar vou terminar as minhas coleções.
        Tem algumas que foram até extintas para você ter uma ideia. O que é uma pena.

        1. Eu te entendo. Eu tb parei uma época, mas voltei com força total depois que o site começou a fazer parceria e voltei a ter contato.

          1. Nao ache q “ganho” tantos mangás assim.

            Eles dão só o primeiro e o vício fica pra você no final rs.

          2. Em outras palavras “uma verdadeira maldição”.
            Dá o gostinho da droga para o viciado em tratamento e veremos os resultados rsss.

  3. Olá, Cau, Juba e Buga não sabia que existia este “código” secreto. Estou achando muito bom esta serie de Mangá. Realmente faz muito tempo que não compro nenhum, diria uns 15 anos…
    Talvez por causa das enxurradas de animes ou o preconceito para quem lia “gibis”, era pior ainda para quem lia “gibis japoneses”…
    Felizmente hoje em dia geek/nerd tem uma conotação um pouco diferentes.
    As pessoas continuarão a te olhar assim a partir do momento que você não souber porque assiste certos animes.
    Existem animes que fazem reflexão ao mundo em que vivemos, animes que ensinam coisas que podemos utilizar em nosso cotidiano e animes que relatam história de certos países, desde história em si até formação psicológica/moral dos adolescentes.
    Alguns animes nos forçam a pensar, enquanto outros… não servem nada (Naruto oi.)
    E que a força esteja com vocês!

Deixe uma resposta para Gle Sasao Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.