18º Festival do Japão – mudanças marcaram a edição deste ano (parte 1 de 2)

festival_jwave (1)
O Festival do Japão teve sua 18º edição realizada nos últimos dias 24, 25 e 26/07, no remodelado São Paulo Expo Exhibition & Convention Center (antigo Centro de Exposições Imigrantes), em São Paulo.
O evento teve sua estrutura toda reformulada, devido às reformas feitas no centro de exposições, adquirido recentemente por um grupo comercial francês. A maior parte das atrações, entre expositores e o palco principal do evento, ficou em um espaço interno, totalmente coberto.

Este é um ano especial para a comunidade nipo-brasileira – em 2015, completam-se 120 anos da assinatura do tratado de amizade entre Brasil e Japão. E, claro, esta ocasião mais do que especial foi o tema do Festival deste ano.

120 anos de amizade Brasil/Japão - o tema do Festival deste ano

120 anos de amizade Brasil/Japão – o tema do Festival 2015

O Festival foi aberto oficialmente no sábado (25/07), com um cerimonial que contou com a presença de empresários e de autoridades nipo-brasileiras – este ano, o cerimonial teve também a presença especial do embaixador do Japão no Brasil, Kunio Umeda.
Eles realizaram o tradicional ritual do kagamiwari – a quebra do taru (barril de saquê), que segundo a crença, traz boa sorte para a realização do evento.

Autoridades nikkeis durante o cerimonial de abertura

Autoridades nikkeis durante o cerimonial de abertura

Pelo fato do tema do Festival ser o tratado de amizade entre Brasil e Japão, além das atrações tradicionais de cultura japonesa, grupos folclóricos brasileiros também participaram do evento. Uma presença especial foi a da escola de samba Águia de Ouro, que no carnaval deste ano levou a amizade entre Brasil e Japão para a avenida.

Águia de Ouro marcando presença no Festival

Águia de Ouro marcando presença no Festival

 

Como em todos os anos, um dos grandes atrativos do Festival foi a gastronomia das províncias. Cada associação trouxe pratos típicos de suas províncias para a apreciação do público.
No evento deste ano, devido à reforma do pavilhão de exposições, a praça de alimentação ficou na parte interna – o que deu mais comodidade ao público que vem ao evento para experimentar as iguarias das províncias japonesas.

Gastronomia das províncias - atração de sucesso a cada edição

Gastronomia das províncias – atração de sucesso a cada edição

 

O palco principal também foi para a parte interna do centro de exposições – e nele se apresentaram as atrações principais do evento.
Convidados especiais, trazidos diretamente do Japão, passaram pelo palco do Festival – destaque para o grupo de arte performática Bugaku-za, que representou no palco a história de um camponês treinado por um ninja para resgatar a esposa das garras de um demônio que a sequestrou.

Bugaku-za - atração internacional do Festival

Bugaku-za – atração internacional do Festival

 

Dentre as atrações musicais, o Kizuna Project reuniu vários cantores da comunidade Nikkei. Dentre os nomes conhecidos, participaram Ricardo Nakase, Karen Taira, Ryu “Jackson” Murakami, Mariana Suzuke, entre outros.
Cantores do Japão também passaram pelo palco do Festival, como Riho Iida, Mariko Nakahira e Tsubasa Imamura.

Kizuna Project

Kizuna Project

Riho Iida

Riho Iida

Tsubasa

Tsubasa

 

O evento deste ano também trouxe a Parada Taiko, que reuniu vários grupos de taiko de uma só vez, e foi de um palco a outro do evento animando o público.
Entre os grupos que participaram, estavam o Tenryuu Wadaiko, o Kien Daiko e o Ryukyu Koku Matsuri Daiko, entre outros.

Parada Taiko

Parada Taiko

 

Além das atrações culturais, o evento ofereceu atividades também para as crianças e para a terceira idade. Palestras e workshops mostraram um pouco da cultura japonesa para o público.

festival_jwave (16)

Atividades na área das crianças

Workshop de mangá

Workshop de mangá

 

A cultura pop também teve seu espaço dentro do Festival. O Akiba Space trouxe para o evento o melhor dos games, mangás e também da moda japonesa, com o Harajuku Fashion Walk.
No domingo, houve ainda uma apresentação especial de cosplayers brasileiros, que relembraram grandes momentos do World Cosplay Summit (WCS) – que, depois de cinco edições, está deixando o Festival do Japão, devido ao rompimento do contrato entre os organizadores do concurso e um dos patrocinadores do Festival (a editora JBC).

Games no Akiba Space

Games no Akiba Space

Harajuku Fashion Walk - um pouco da moda contemporânea japonesa

Harajuku Fashion Walk – um pouco da moda contemporânea japonesa

Maurício e Mônica Somenzari: apresentação especial

Maurício e Mônica Somenzari: apresentação especial

 

Além de tudo isto, um dos grandes atrativos do Festival do Japão é o Miss Nikkey Brasil, que, a cada ano, escolhe a mais bela representante da comunidade nikkei.
Este assunto será tratado na próxima postagem. Fiquem ligados!

festival_jwave (14)

Comentários

comentários


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.
%d blogueiros gostam disto: