11828821_906984119369644_3663180429196520292_n

Em 2011, o JWave começou a ter um contato maior com a Cultura coreana quando entrevistou o DJ Masa e participou de filmagens da televisão coreana e esteve presente em diversos eventos que marcaram a onda do Kpop no nosso país.

De lá pra cá, muitos artistas coreanos vieram ao Brasil e até mesmo tivemos uma edição especial de um programa por lá que trouxe diversos artistas para Rio de Janeiro. A força coreana nunca esteve tão forte e com isso veio a primeira boy band brasileira focada ao estilo do Kpop, grupos covers, baladas temáticas em todo Brasil e até lançamentos locais de CDs locais.

E a cultura coreana não se restringiu a música, mas também numa invasão de séries, filmes e a chegada dessas produções em serviços de Streaming, como Netflix, Drama Fever, Viki e outros serviços que distribuem material oficial legendado em português.

Mas o que o JWave tem com isso? Há um ano o JWave foi convidado a participar na organização da festa asiática A-Party que está no mercado desde 2012. A primeira grande balada da noite paulista que abraçou os ritmos asiáticos, trazendo foco à música coreana.

Divulgamos a festa e também tivemos a experiência de atuar diversas vezes como DJs, trazendo música asiática (em especial japonesa por ser a nossa praia) para a noite paulista. Mas como é essa experiência? Como é a reação do público e da mídia? Hoje vamos falar um pouco sobre isso.

11892093_916190198449036_921372059440685158_n

3 anos da A-Party

Sempre estivemos presentes na A-Party, desde a primeira edição. Seja como público normal, depois na divulgação, e agora na organização, o JWave sempre esteve presente de alguma forma com a festa.

Acompanhamos todas as trocas de locais, Djs, público que aponta um amadurecimento da festa e também na construção da mesma. O que podemos avaliar que nesses 3 anos, que a festa está por aí, o público se acostumou em usar as redes sociais para pedir músicas, ter sorteios de CDs, como também viver a temática da noite com bebidas batizadas com nome de artistas famosos da música asiática.

Seu público é bastante jovem e vem da populariedade da musica coreana, portanto sendo uma balada focada no jovem.

Por mais que a noite não se toque só musica coreana, e acabe se tocando música chinesa, japonesa, entre outros países da Ásia. Só que as músicas que mais empolgam da noite são as coreanas, aonde o público dança e sabe as coreografias de cor e salteado.

11892219_916338571767532_4906870127568284985_n

Mas como são nos bastidores?

A festa tem todo um processo de seu nascimento até a sua realização, que vai de uma reunião com organizadores para definir tema, periodicidade, colaboração de apoios, criação do evento no facebook e toda uma divulgação casada com membros da equipe para atingir maior número de pessoas.

Paralelo a isso, os DJs vão conversando entre si para não haver repetição de músicas na noite. Misturando em seus sets as músicas mais pedidas pelo público que marca presença nos eventos do Facebook, como também uma grande lista de sucessos da própria festa.

Além disso, a festa vai definindo alguns itens como a decoração, organização e também horários que cada um irá se apresentar.

Sem mencionar que um dos diferenciais da festa é que a organização marca pontos de encontro nos metros perto da festa para grupos irem se formando na entrada da festa.
Nos preparativos finais, o grupo se reúne num preparativo final para começar a festa. Nisso, o primeiro DJ assume a pista e assim começa a A-Party.

11899775_916190421782347_1708351522316370958_n

Legado

Em três anos, a A-Party ganhou popularidade, saindo em publicações, sites e ganhando divulgação de boca a boca. Além disso, a festa é “gay friendly”, portanto está de portas abertas para qualquer orientação sexual.

Das grandes festas que a A-Party já produziu, algumas se tornaram já tradicionais e esperadas por ser público, como: Neon, Back to the School, Pijama e Halloween.

O JWave a partir de agora está mais perto da A-Party na organização e incentiva seus leitores e ouvintes a irem nas festas para desfrutar um pouco da música oriental, sem estar engessado a eventos culturais asiáticos ou de animação japonesa, sendo um lugar pra encontrar amigos, beber e dançar com coreografia.

Para os fãs de jmusic, recomendamos que vão e peçam nas redes sociais por mais música japonesa, exatamente para terem voz ativa na A-Party. A festa está em constantes mudanças e seriam muito bem vindo o público fã da música japonesa.

Ficou na dúvida de ir? Pode prestar atenção nas redes sociais do JWave que sempre divulgamos as festas da A-Party.

Galeria

Para mais informações, acesse: https://www.facebook.com/A.PartyBR?fref=ts

About Giuliano Peccilli

Editor do JWave, Podcaster e Gamer nas horas vagas. Também trabalhou na Anime Do, Anime Pró, Neo Tokyo e Nintendo World.

View all posts by Giuliano Peccilli