Play
Play

JWave Capa  269 Post site

O JWave dessa semana é sobre o filme Makoto Shinkai de aproximadamente 40 minutos.

Já imaginou deixar a vida de lado e descansar ao som da chuva? E se você encontrasse uma pessoa que procura o mesmo descanso que você?

Juba e o Sasuke comentam tudo sobre essa história do mesmo diretor de 5 Centímetros por segundo e pode se dizer a melhor obra do diretor até então.

PARTICIPANTES

INFORMAÇÕES
Makoto Shinkai
Kotonoha no Niwa
Daisuke Kashiwa
Monthly Afternoon

Também ouça JWave #267: 5 Centímetros Por Segundo (Byōsoku Go Senchimētoru)
JWave Capa  267 Post site

INDICAÇÃO

Harry Potter e a Pedra- ilosofalHarry Potter e A Pedra Filosofal – Pottermore
Coleção Completa de Harry Potter – Pottermore
Harry Potter – Edição de Colecionador
Harry Potter e A Pedra Filosofal – Edição Widescreen – DVD
Harry Potter e a Pedra Filosofal – Blu-ray
Harry Potter e A Pedra Filosofal – Edição Definitiva – 3 Discos Blu-ray + Livro

Feed
Já assinou?

iTunes
Dê uma nota pro JWave e comente sobre nosso podcast por lá!

Facebook
Fanpage do JWave
Grupo do JWavecast

Emails
[email protected]

About Giuliano Peccilli

Editor do JWave, Podcaster e Gamer nas horas vagas. Também trabalhou na Anime Do, Anime Pró, Neo Tokyo e Nintendo World.

View all posts by Giuliano Peccilli

6 Comments on “JWave #269 | O Jardim das Palavras (Kotonoha no Niwa)”

  1. Muitos parabéns, promessa cumprida, chuva de verão na galera, que belíssima edição, agora uma reclamação, vocês estão atrasando a minha fila de podcast, fico ouvindo e reouvindo este episódio e não ouço os outros que estão saindo, nem os que já estavam esperando. :/

    Uma coisa que achei muito interessante neste filme, assim como no 5 centímetros, é o fato do diretor contar o romance do ponto de vista afetivo masculino, algo muito raro, na verdade não lembro de nenhuma estória ocidental contada dessa forma, é bem legal para quebrar alguns esteriótipos.

    1. Ola,

      Obrigado Ivan pelo comentário. Sobre a reclamação, eu não sei se é um elogio, mas fico feliz em saber que ele ta sendo repetido.

      Sobre protagonista masculino, acaba sendo um diferencial do diretor, porque a outra obra dele também temos um protagonista masculino (de 3 atos, temos dois atos com o cara).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.