JQuadrinhos POST 2016 19

No ano de aniversário do mestre Mauricio de Sousa, quem saiu ganhando  fomos nós, fãs de sua obra. Publicações como a republicação dos seus primeiros gibis e livros, da biografia em quadrinhos com uma nova roupagem e extras, mais Graphics MSP de tirar o fôlego, um estande lindo na CCXP e o anúncio irado de um filme live-action baseado na Graphic Laços, dos irmãos Cafaggi.

Como se não fosse suficiente, nos deparamos na CCXP com “Maurici80”, uma história incrível que você vê mais detalhes aqui.

A história

Tudo começa com Mauricio mostrando ao leitor de onde vêm as ideias: de seu universo, perdão, seu “Moniverso”, cheio de planetas paralelos representando cada pedaço de sua criação. Antes de se arrumar para sua festa de aniversário, ele resolve usar seu lápis mágico e nos mostrar como tudo começou.

A partir daí, somos transportados à vários momentos da vida de Mauricio, nos quais ele é apresentado aos gênios da inspiração; ainda criancinha, conhece a Fada da Fantasia, que lhe concede o lápis mágico e também desperta nele a curiosidade e a tendência para a “arte” nos dois sentidos.

Passando de forma deliciosa pela sua infância (com direito a um reencontro emocionante), Mauricio pula para seus 14 anos e conhece o segundo gênio, o da Aventura, que lhe mostra o caminho para criar histórias épicas, que passam pelos universos pré-históricos e pela Mata.

Ao pular para os seus 19 anos e retornar à sua época de repórter policial, Mauricio conhece a turma assombrada e o gênio do Terror, que o inspira de um jeito bem particular. Daí, passamos para a São Paulo do IV Centenário, onde somos apresentados ao gênio da Ficção que lhe dá ideias com um certo Astronauta num traje redondinho.

Com um empurrãozinho do novo amigo, Mauricio dá um salto 20 anos no futuro caindo nos divertidos anos 70. Lá, a gênia da Juventude o apresenta aos seus personagens adolescentes e depois dessa viagem ela o deixa sob a custódia do gênio da Inspiração Filosófica, que já sabemos ser responsável por histórias incríveis ao longo desses anos.

De volta à realidade e consciente de seus guardiões inspiradores, Mauricio está pronto para sua festa, mas não sem antes nos mostrar uma vez mais o porquê de ser o Mauricio a quem tanto admiramos.

Opinião

Diferente da Biografia em Quadrinhos, na qual os personagens revisitam a carreira de seu criador, em Maurici80, o próprio Mauricio nos apresenta ao seu passado, presente e futuro.

A história é algo fantástico, que te transporta tranquilamente para o Moniverso: referências, reencontros, homenagens, tudo representado de uma maneira que velhos e novos leitores, adultos e crianças, fãs ou não do trabalho de Mauricio possam entender e apreciar. É o poder do roteiro fantástico do veterano Flavio Soares de Jesus, que só nos surpreende e mima a cada edição especial.

Especiais assim não tem nem o que pensar: são itens obrigatórios na estante e ser relido sempre que puder, especialmente naqueles momentos em que esquecemos que os sonhos são o combustível da nossa vida. Imperdível.

mauri

 

About Luana Tucci de Lima

Fã incondicional de CLAMP, Nobuhiro Watsuki e Yuu Watase. Adora mangás Yaoi , Turma da Mônica e... mordomos de óculos.

View all posts by Luana Tucci de Lima