Play
Play

JWave Capa  277 Post site

O JWave dessa semana explica o termo “Tarento” utilizado no Japão para o artista que é modelo, cantor, ator entre outras funções.

タレント ou TARENTO vem do inglês Talent e ganhou força principalmente nos anos 90 quando a indústria fonográfica japonesa se renovou e inventou uma forma de não depender só da qualidade sonora para vender shows e cds.

Juba e Sasuke falam tudo sobre TARENTO e fala sobre alguns artistas famosos no Japão que são conhecidos por serem assim.

PARTICIPANTES


VÍDEOS
SMAP – Sekai ni hitotsu dake no hana

Seiko Matsuda e medley com seus principais sucessos

AKB48

Younha -Password 486

Sebastiano Serafini – Your Knight

Shoko Nakagawa – Sorairo Days

Morning Musume – Love Machine

E-girls / Dance Dance Dance

VALENTI / BoA

Também ouça JWave #267: 5 Centímetros Por Segundo (Byōsoku Go Senchimētoru)

JWave Capa 267 Post site

JWave #269: O Jardim das Palavras (Kotonoha no Niwa)

JWave Capa 269 Post site

JWave #273: Ijime – Bullying

JWave Capa  273 Post site

JWave #275: Mai Waifu

JWave Capa  275 Post site

INDICAÇÃO

Harry Potter e a Pedra- ilosofalHarry Potter e A Pedra Filosofal – Pottermore
Coleção Completa de Harry Potter – Pottermore
Harry Potter – Edição de Colecionador
Harry Potter e A Pedra Filosofal – Edição Widescreen – DVD
Harry Potter e a Pedra Filosofal – Blu-ray
Harry Potter e A Pedra Filosofal – Edição Definitiva – 3 Discos Blu-ray + Livro

Feed
Já assinou?

iTunes
Dê uma nota pro JWave e comente sobre nosso podcast por lá!

Facebook
Fanpage do JWave
Grupo do JWavecast

Emails
[email protected]

About Giuliano Peccilli

Editor do JWave, Podcaster e Gamer nas horas vagas. Também trabalhou na Anime Do, Anime Pró, Neo Tokyo e Nintendo World.

View all posts by Giuliano Peccilli

13 Comments on “JWave #277 | TARENTO”

      1. achei. nao acho o akb 48 tao ruim, achei que fazem algo parecido com o grazi massafera que dubla e trabalha na tv. nao sabia que videos adultos era tao bem visto no japao. acho que geralmente esse multiplicidade de trabalhos aqui e mais pelo dinheiro. La no japao se da ideia que e mais pela habilidade da pessoa e um bom treinamento. Enfim é só.

  1. Chegando atrasado. Depois da semana de natal, tendo visitas e tudo mais. Só pude ouvir o programa agora. Realmente na época em que passei a assistir dorama, filmes japoneses. Nesse mesmo tempo eu tinha um site muito bom onde baixava clipes, foi assim que conheci Morning Musume e Berryz Kobo. E muitos outros. E fui notando que eu via atrizes cantando? Cantores atuando? Não entendia direito, só pensava que eram multi artistas mesmo, fazem de tudo um pouco. Mais não conhecia a palavra tarento. Gostei de ter tal conhecimento. Sobre idols eu já sabia. Sobre Takuya Kimura, eu assisti muito dorama e filme dele. Fiquei surpreso quando minha namorada disse que ele fazia parte de uma banda.

    Creio que uma boa animação japonesa (Não sei se já foi abordado aqui, creio que sim.) que fala sobre este tema é… Perfect Blue. Se não me engano trata um pouco desse tema. Uma idol famosa despedindo-se de sua fama para se focar na carreira de atriz. É muito bom! Animação de qualidade. Quem não viu veja, e depois volta aqui pra ouvir o programa. (Que tenho quase certeza que fizeram.)

    Juba, essa música é perfeita: Secret Base – Kimi ga Kureta Mono.

    Que também conheci no site que baixava clipes. Essa eu ainda consegui recuperar em uma coletânea. Banda Zone… Eu só conheço por esse nome.

    Sobre o comentário de atrizes pornôs que virar idol. Essas ai também já me recordo de vê-las nesse meio, e logo depois cantando ou atuando em doramas e filmes. Ou tudo junto. Faz muito tempo que assisti, era um pornô soft. Digo pois não era o “Pornô” sabe. E posso dizer que fui surpreendido por uma boa história. Tinha as cenas bem moderadas, só que com uma história muito aprofundada. Não sei se olhando novamente será tudo isso, mais em minha lembrança foi uma grata surpresa.

    Pode-se então se dizer que o Japão investe e apoia seus artistas. Dando certo ou não, o marketing da apoio e oportunidade. Isso é bacana.

    Aguardando o próximo programa. Muito satisfeito.
    Obrigado. abraços!
    E até mais!

    1. Fico feliz pelos seus comentários. Temas assim de nicho acabam limitando o público, mas vale trazer conteúdo novo e inédito na podosfera para quem gosta da cultura japonesa.

      1. Uma pequena lembrança.
        Foi comentado no programa que muitos acabavam adquirindo o produto mais pelo artista. Por simpatia ou beleza, ou por gostar da pessoa em si. Realmente algumas músicas não são lá grande coisa, mais tem muitas boas.
        Para resumir, na época que baixava clipes, alguns eu mantinha mais pela simpatia e beleza da artista do que pela música. Nesse caso eles sabem investir bem, mais como disse, existe muitas músicas boas. Secret Base – Kimi ga Kureta Mono, é um exemplo! E a banda Zone, na minha coletânea aqui de clipes, tem tantas outras bela como está.

        Meu apoio para este tipo de programa sempre se manterá.
        Grato e até o próximo!
        Abraços!

  2. No Brasil parece que as coisas são bem diferentes.
    Acaba que talentos que poderiam ser aprimorados acabam se perdendo depois de algum tempo.

    Sempre tive a impressão que a arte de forma geral nunca foi valorizada ao longo de algumas décadas no Brasil.

Deixe uma resposta para Jonas Mores Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.