Play
Play

JWave Capa  283 Post siteO JWave dessa semana é sobre o novo clássico da Disney/Pixar, o “O Bom Dinossauro”.

Produzido pela Pixar, o filme teve uma série de problemas nos bastidores, mas honra o legado do estúdio.

Juba e Dash falam da produção e sobre a história da animação. Será que ela merece ser assistida nos cinemas? Descubra nesse cast!

Participantes

Sobre o filme
Via Wikipedia
Direção
Peter Sohn

Produção
Denise Ream

Produção executiva
John Lasseter
Lee Unkrich
Andrew Stanton

Roteiro
Peter Sohn
Erick Benson
Bob Peterson

Elenco
Raymond Ochoa
Jack Bright
Jeffrey Wright
Frances McDormand
Anna Paquin
Steve Zahn
Sam Elliott
Marcus Scribner
AJ Buckley

Feed
Já assinou?

iTunes
Dê uma nota pro JWave e comente sobre nosso podcast por lá!

Redes Sociais
Fanpage do JWave
Grupo do JWavecast
Twitter
Instagram

Indicação
Cinderela – Edição Diamante – Blu-ray
Cinderela II + Cinderela III – Blu-ray

Emails
[email protected]

About Giuliano Peccilli

Editor do JWave, Podcaster e Gamer nas horas vagas. Também trabalhou na Anime Do, Anime Pró, Neo Tokyo e Nintendo World.

View all posts by Giuliano Peccilli

9 Comments on “JWave #283 | O Bom Dinossauro”

  1. Primeiramente eu não assisti ao filme, tudo que sei sobre ele foi com o programa. Falando do trailer, foi algo que me chamou atenção: “Interessante o meteoro não atingiu a terra.” Depois: ” Um Dinossauro com um humano, e esse humano seria tipo seu cachorro.” Foi o que me pegou. O tiranossauro rex, logo que o vi, ele me lembrou o tubarão do Nemo. Em design, certamente falo do Pai porque os filhos não cheguei a vê-los.
    É que sou do tipo de pessoa que gosta de ver o filme em casa, claro que sei que a experiência não é a mesma, mas ainda assim é válido.

    Sobre a especulação que o Dash citou. Isso já estava me vindo em mente, até porque pelo que entendi o filme perdeu um membro muito forte da equipe. Ainda mais citando que ele fez parte de filmes como, Os Incríveis e Ratatouille. Dois filmes fortes e com identidades próprias. Isso deve ter mudado bastante o rumo do filme, daí quem sabe eles se agarraram a formula ” Rei Leão” vai sabe. Outra coisa que me veio em mente. Sobre o curta. Dash comentou que ele trazia uma forma de mostrar que podemos buscar a fé em outras formas além da religião. Corrija-me se eu estiver errado. Ou seja sera que a Disney não quis evitar problemas com a igreja, ou a cultura de onde o filme se passa. Sendo que talvez O Bom Dinossauro já era um curta, e virou filme, e o filme em si virou curta. Especulações XD.

    Dash com tudo hein! Bem vindo a família Jwave!! o/

    Isso vai ficar longo. Desculpe.
    Pixar e Disney. Minha paixão quando criança foi grande por Toy Story. Eu nem devolvia o VHS, só ia lá e renovava a locação do filme. Depois acabei ganhando o meu. Céus, e como assistia. Depois revivi isso com minha sobrinha, pois como gostava de assistir O Rei Leão e Ratatouille.
    Eu era bem criança, mas esgotei tudo no primeiro filme. Tanto que não corri atrás do 2 e do 3. Todo mundo fala da emoção do terceiro filme, da despedida. Mais hoje eu entendo, o que talvez na época não entenderia. Minha visão e emoção com filmes mudou muito. Mais se é para escolher meus favoritos Disney e Pixar, são: Os Incríveis e Wall-E.

    Magia Disney, vai saber. Faz o violento não perder o contexto sem se quer derrubar um sangue. Eles sabem abordar temas fortes com suavidade, e isso é um encanto e característica forte deles.

    Ótimo programa, e para mim spoiler não estraga minha experiência. Pois estou aqui pela visão crítica de cada membro. Que levo comigo ao assistir o tema discutido. Abraços e até o próximo.

    1. Obrigado pelo comentário pertinente.

      Sobre Dash, eu fico feliz pela sua opinião sobre ele. Acredito que seja um membro com muito potencial para o site, por isso estamos trabalhando para próximos temas.

      Acredito que “O Bom Dinossauro” tenha sido um filme mediano, mas q não deixa de mostrar os avanços da Pixar. Infelizmente a Pixar mudou muito quando foi adquirida pela Disney e parte disso foi porque quem cuidava das produções da Pixar também começou a cuidar das produções da Disney. A longo prazo, eu torço que a Pixar volte a ser quem é, e espero ver isso em Procurando Dory, Os Incriveis 2 entre outras animações que estão por vir.

      1. Algo que não se pode questionar é a beleza das animações. Cada vez mais eles estão se superando. Realmente a Pixar perdeu sua essência em algumas animações.
        Pelo programa eu gostei da história do filme, o que falta mesmo é o brilho da empresa. Os Incríveis 2, esse tem muito potencial, até demorou para lançar uma sequência. Tomara mesmo que eles acertem.
        Em fim “O Bom Dinossauro” não é um filme ruim. Só que se tratando de Pixar, sempre esperamos qualidade e criatividade.
        Afinal Divertidamente está ai para provar. Eu assisti, mais não foi um grande impacto para mim. Só que a criatividade e a história tem um novo frescor, que só a Pixar trás.

        Acho que sempre haverá altos e baixos, e material de qualidade não sendo bem aproveitado. O que ocorre, e creio ser normal. Basta a Disney e Pixar aprender e melhorar para animações futuras.

        Até o próximo.

        1. Bem primeiramente obrigado pelo apoio espero continuar a agradar,
          O filme não ruim de maneira nem uma ele só é fraco comparado com tudo que a pixar já nos deu, agora é esperar pra ver os próximos títulos e ver se esse filme foi só um pequeno deslize e não o início de uma fase ruim.

  2. Não nego que “O Bom Dinossauro” é um filme fraco em comparação aos outros filmes da Pixar, principalmente com “Divertida Mente” mas sou dos que gostaram bastante do filme. Acabei não resistindo e vi ele naquela versão baixada e legendada de má qualidade. Ainda verei melhor no cinema mas enfim. É triste ver a Pixar querendo apostar em algo que é claramente não muito original. Assim como “Valente” possui partes que lembram “Irmão Urso”, “O Bom Dinossauro” lembra “O Rei Leão” nesses momentos citados no podcast. A intenção era boa só que não ficou tão empolgante. Tivemos momentos emocionantes como o Spot indo embora e a cena do Arlo e Spot falando sobre suas famílias, a história não era muito empolgante mesmo. Não é a toa que foi praticamente o maior fracasso da Pixar.

    Pra não ficar apenas nessa parte negativa, precisamos dar um parabéns pra equipe técnica do filme. Os efeitos de animação e tudo mais são extremamente perfeitas. O estúdio caprichou nisso com perfeição. Nem parece que aquilo era animado. Estava real demais.

    Veremos se nesse ano a Pixar vai ser legal com “Procurando Dory” e pro ano quem o “Coco” sobre o Dia dos Mortos (e se será melhor esse filme ou “Festa no Céu”). Enfim… mais um JWave bacana e abraços! =]

    1. Sim sem dúvida o filme não é de todo ruim, a animação e espetacular esse efeito de água que tem no filme e de cair a boca, nisso a pixar não deixou a desejar mas no roteiro por outro lado…
      Obrigado pelo comentário e pelo apoio.

  3. Só eu vi um tom religioso no filme? Com o Tempestade, que após ter sobrevivido a uma tempestade mudou seu nome e até conseguiu “seguidores” para “salvar” os outros bichos.

    Sem contar o momento Rei Leão onde o “pai” aparece para levar o filho embora quando ele desmaia (ou morre) para depois voltar com a força que precisava para salvar seu amigo.

    Acho que o problema maior do filme é ser Pixar. Você já vai com uma expectativa alta e sai com aquela sensação de “É…foi divertido mas…eu podia ter visto o Snoopy primeiro”

    E fica a pergunta: Para que criar perus (ou galinhas)? Eles eram herbívoros!

Deixe uma resposta para Giuliano Peccilli Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.