JWave Capa  304 Post site

Play

O JWave dessa semana é sobre Rec e o Dia dos Namorados.

Série curta de 9 episódios e mostra um pouco a vida de aspirante como dubladora.

Juba, Calliban, Dash e o Sasukerk se juntam para falar de dia dos namorados, animê e sobre cultura japonesa.

Podcast editado pelo Dash.

Participantes



Feed
Já assinou?

iTunes
Dê uma nota pro JWave e comente sobre nosso podcast por lá!

Redes Sociais
Fanpage do JWave
Grupo do JWavecast
Twitter
Instagram

Indicação
X-men Trilogia – 3 Discos – Blu-ray + HQ
X-men – Primeira Classe – Blu-ray
X-men Primeira Classe – DVD
X-men Quadrilogia – 4 Discos – Blu-ray
X-men Trilogia – 3 DVDs
Marvel Anime – X-men – A Série Completa – 2 DVDs
X-men Noir – a Marca de Cain

Emails
[email protected]

About Giuliano Peccilli

Editor do JWave, Podcaster e Gamer nas horas vagas. Também trabalhou na Anime Do, Anime Pró, Neo Tokyo e Nintendo World.

View all posts by Giuliano Peccilli

4 Comments on “JWave #304 | REC”

  1. A quanto tempo vocês tinham assistido a série? Não ficou bem explicado o primeiro episódio, como os personagens se conheceram. Eu que assisti isso talvez em 2007 ainda me lembro bem, estou surpreso.

    Enfim, o sexo no primeiro episódio realmente se destaca. Mais importante do que ter sexo é que o relacionamento dos dois começa com o sexo. Foi algo causal, de momento, graças ao princípio de atação que existiu no primeiro encontro deles, mas foi o sexo que tornou oficial a relação, em qualquer nível, dos dois.
    Com os dois morando juntos também vem algo que faz esse anime se destacar, o que vem com o relacionamento de duas pessoas, ter que viver juntos, cada um com sua vida e sonhos, como cada um lida com o outro correndo atrás de seu sonho, suas responsabilidades, incentivos, os entraves que representa para o outro. É um romance bem único que mostra o que vem após o final das outras histórias de romance.

    1. Ola Panino,

      Eu assisti na semana que surgiu a ideia de gravar o tema, mas os outros membros que tiveram a ideia, eu pensei que tinham revisto até a gravação.

      Tirando as brincadeiras de lado, eu entendo perfeitamente a questão do sexo, talvez por ter aprendido em obras como KareKano o quanto beijo e o sexo são importantes e retratados num relacionamento. Eu entendi perfeitamente a conexão e vínculo que o sexo criou, como também o problema de que ambos estarem prestando serviço para a mesma empresa geraria um problema que ambos estavam fugindo (e a solução de gravações no final e deixar ela ter uma carreira como dubladora foi algo ideal para ambos). Gostaria de que essa mensagem tivesse sido mais clara no podcast, confesso.

      Sobre a produção do podcast em si, no começo do episódio eu comentei que eu “estava de passagem”, porque deixei Dash e o Sasuke cuidarem do tema, sendo que que fiz ás vezes do convidado. Queria realmente ver o que seria extraído numa discussão não mediada por mim, então peço minhas desculpas se esse podcast não saiu parecido com os demais que fazemos.

      Confesso que eu não gostei muito do resultado da discussão (mas gostei da edição que não foi feita por mim) e cheguei a comentar com Dash que esperava mais detalhes da obra.

      Obrigado pelo feedback e esperamos melhorar num próximo tema.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.