JQuadrinhos #23: Quando Tudo Começou

JQuadrinhos POST 2016 23
Sabemos que crescer não é fácil, especialmente a transição entre a adolescência e a vida adulta. Muitas vezes fica a sensação de que você não é mais criança, mas não é levado a sério porque ainda não se tornou um adulto “de verdade”.

A blogueira Bruna Vieira passou por isso e, junto com a fofíssima Lu Cafaggi, nos presenteia com “Quando tudo começou”, um quadrinho meigo e nostálgico, trazido até nós pela editora Nemo. Vamos conferir?

Confissões de adolescente

Bruna está apreensiva: vai começar na escola nova e, pela primeira vez, sua melhor amiga não estará ao seu lado. Mudar de ares foi uma decisão totalmente sua, mas parece que não estava devidamente preparada.

Após gastar um tempinho realçando sua beleza natural com maquiagem (e com caraminholas na cabeça que nos acompanham mesmo na vida adulta) e de receber o incentivo que precisava através de uma simples mensagem da amiga ausente, Bruna sai para seu primeiro dia de aula meio confiante, meio incrédula, mas ainda assim com vontade de mudar.

Seu complexo de inferioridade não permite ver na classe novas possibilidades de fazer amigos e de expandir os horizontes, mas ela se esforça a ponto de nos deixar com a impressão de que, embora ela pareça não querer dar espaço para isso, irá conseguir superar essa dificuldade.

Bebel é uma melhor amiga consciente, daquelas que não te mimam, nem te poupam de uma bronca quando é necessário. Na visita que faz à Bruna depois da aula, deixa claro que foi ela mesma quem quis esta mudança, mas pra isso precisa deixar que ela aconteça; chega de ser gentil com a memória da escola antiga e de negar aos outros a oportunidade de mostrar a Bruna de verdade: uma garota bonita e inteligente, que quer ser feliz.

hq-bruna-vieira

Impressões
Pode-se dizer que “Quando tudo começou” é um prelúdio para o que Bruna Vieira se tornou hoje: uma blogueira jovem, que para superar coisas tristes que lhe aconteceram (como o final de um relacionamento), passou a escrever em um blog. Suas palavras alcançaram os corações de milhões de seguidores em suas redes sociais e arrisco dizer que a insegurança demonstrada nas páginas deste livro deveria ficar totalmente para trás.

Opinião
Bruna se revela uma excelente contadora de histórias, daquelas que passam tudo o que estavam sentindo enquanto escreviam. Lendo a história, me senti de novo com 15 anos e minhas incertezas acerca do meu futuro: ligeiramente diferente das dela, mas ainda assim fortes o suficiente para incomodar bastante.

O traço fofo de Lu Cafaggi dá um tom nostálgico à trama, trazendo à tona lembranças de uma época em que nossas preocupações apenas estavam começando.

Uma boa história com um excelente traço fazem de “Quando tudo começou” uma boa pedida para quem quer deixar um pouco de lado o caos do dia a dia para se encantar com algo simples como o coração de uma jovem.

quando_tudo_come_ou_bruna_vieira_em_quadrinhos

Agradecemos à editora Nemo e ao pessoal da Autêntica pelo exemplar enviado para análise.

Comentários

comentários


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.
%d blogueiros gostam disto: