CCXP 2016: Painel de Dragon Ball com Kozo Morishita, diretor da Toei Animation

15326118_10153907343976891_5083486253155739267_o
Nessa sexta-feira, tivemos o primeiro painel do atual diretor da Toei Animation, Kozo Morishita. O painel teve tradução do Arnaldo Oka e moderação do Marcelo Del Greco.

Falando um pouco do Kozo Morishita, ele tem 50 anos de carreira e passou por diferentes cargos enquanto esteve na Toei. De assistente, diretor e produtor, Kozo influenciou e ajudou em muitas das franquias hoje tão conhecidas no ocidente. Entre as séries que ele mais teve envolvimento foram: Dragon Ball  e Cavaleiros do Zodiaco.

Mangá x Animê
O painel teve pontos importantes, como funciona uma adaptação de uma obra no Japão. Kozo comentou que por mais que tente ser fiel numa adaptação em animê, sempre acaba sendo a “visão do diretor” daquela obra. Isso acaba influenciando no visual, no tempo a ser contado uma história entre outros fatores.

trailer-dragon-ball-z-ressurreicao-freeza-ressurection-frieza-goku-kakaroto-4

Freeza
Foi perguntado qual vilão favorito dele e Kozo comentou que é Freeza. Ele ressaltou que Freeza era um grande vilão não só por causa do mangá, mas que na opinião dele era a atuação do Ryuusei Nakao que fazia a diferença. Ryuusei Nakao fazia tão bem o Freeza que é difícil separar o personagem do dublador, porém ele desconhecia como tinha ficado a voz do Freeza aqui no Brasil para opinar se ela tinha o mesmo peso.

Del Greco acabou perguntando se esse era o motivo do segundo filme dessa nova leva de Dragon Ball ser o Freeza o vilão. O Kozo deu entender que sim, por mais que não tenha falado claramente que era isso.

Brolly era o super sayajin?
Kozo comentou que o inimigo foi criado para contraponto do Goku, portanto tinha facilidade de aumentar a força, mas tinha pontos fracos também. Por mais que Brolly tenha sido o “super sayajin” nos filmes, na opinião dele era o Goku que era representado na lenda do planeta Vegeta.

Bardock
Toriyama surpreendeu a todos quando anunciou que seu protagonista era extraterrestre. Até então, Goku por mais poderes que tivesse, ele era visto como um humano normal. Nesse ponto, a Toei se reuniu e conversando com Toriyama, acabou traçando o passado e contando a história do pai do Goku.

content-keyart-home

Dragon Ball GT foi pra salvar os funcionários da Toei?
Um ponto que surpreendeu a todos no evento é que Kozo comentou que Dragon ball quando acabou geraria uma demissão de em torno de 35 pessoas no estúdio.

A equipe se reuniu e conseguiu convencer Toriyama que a história tinha que continuar, assim Toriyama criou título e o design de todos os personagens para o GT, porém a história seria contada por eles.

Infelizmente, acabamos não descobrindo como Dragon Ball GT se encaixa na cronologia agora que temos Dragon Ball Super.

Chala Head Chala é a música mais popular do planeta

Kozo comentou que Dragon Ball teve audições com bandas de rock para escolher quem cantaria a animesong tema da série. Ele não esperava que Chala Head Chala se tornasse praticamente o sinônimo de música japonesa pelo mundo a fora.

Infelizmente nessa hora o moderador tentou fazer o público cantar o tema, percebendo a tentativa frustrada, ele começou a cantar tema de Cavaleiros do Zodíaco. Nessa hora, o moderador voltou a dizer que no mundo inteiro é Dragon Ball com exceção do Brasil. Equivoco ou não, acabou transparecendo mais um gosto pessoal do moderador do que uma discussão neutra sobre o assunto.

Existe espaço para um outro filme hollywodiano de Dragon Ball?

Kozo comentou que certamente não existe mais essa possibilidade, porém Cavaleiros do Zodíaco tem mais chances de fazer sucesso numa adaptação em Live Action. O diretor acabou revelando um projeto em live action de Cavaleiros no dia seguinte a esse painel.

dragon-ball-z-kai-vegeta-vs-goku

A censura em Dragon Ball Kai

Kozo comentou que quando você opta em relançar um animê como foi Dragon Ball Kai, a Toei usou como modelo para outras séries futuras. No caso, recortar tudo que era inútil, como também tornar mais fiel possível a obra original.

O diretor em si meio que fugiu da raia, justificando que todo corte era mais uma questão de adequação do que algo realmente pensado no mercado exterior.

Brolly e Bardock podem aparecer em Dragon Ball Super?

Kozo disse que não pode prever o próximo ato, e que pode acontecer ou não a aparição dos dois.

O impacto cultural dos cabelos de Cavaleiros do Zodíaco
Por mais que o painel fosse de Dragon Ball, algumas vezes o assunto era direcionado a Cavaleiros do Zodíaco. O mediador perguntou sobre o impacto cultural das cores de cabelos, baseado numa conversa mais cedo no stand do Omelete.

E o Kozo explicou que Cavaleiros do Zodíaco foi uma das primeiras séries que teve uma diversidade de cores de cabelo para personagem, o que foi importante paa produção de outros animês depois dele.

Saldo do painel?
Tirando algumas piadas e situações embaraçosas, tivemos um excelente painel com Kozo Morishita. Ficamos muito felizes de descobrir tantas coisas legais sobre os bastidores de Dragon Ball e Cavaleiros do Zodíaco.

Parabéns ao Arnaldo Oka pela tradução simultânea e ao evento pela realização do painel e espaço dedicado ao animê e mangá por lá.

Bônus
Um pedaço do painel

講義東映アニメーションPalestra da Toei Animation #toei #ccxp2016 #saintseiya #dragonball

Um vídeo publicado por Giuliano Peccilli ジュリアノ ヘーチーリ (@juba_kun) em

Comentários

comentários


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.
%d blogueiros gostam disto: