JMangá #127: Quem é Sakamoto? #1

Seguindo com os lançamentos em 2017, a editora Panini vem agora com um mangá que foi anunciado no Fest Comix de 2016. Quem é Sakamoto? chegou às bancas brasileiras e promete te conquistar com uma história diferente do que estamos acostumados a ler por aí. Vamos lá?

A História

 

Quem é Sakamoto? é formado por historinhas que começam e terminam em um mesmo capítulo. O protagonista, Sakamoto, é um colegial que é totalmente eficiente em tudo, arranca suspiros e “kyaaaas” por onde passa e não se abala com absolutamente nada.

Neste primeiro volume, ele consegue a proeza de evitar todas as pegadinhas dos delinquentes (sempre com muito desembaraço e elegância, diga-se de passagem), enfrentar uma vespa (?!) enquanto a sala toda perde o auto controle, ensina a um colega que sofre bullying o valor de proteger sua honra, faz com que as meninas que se consideram rivais da sua atenção cooperarem da forma mais inusitada possível e, para finalizar, faz um bully se arrepender de ter tentado fazer com que Sakamoto fosse seu escravo.

Todas as atitudes de Sakamoto são pautadas pela elegância; quando o caso é resolvido, ele sempre acaba com mais admiradores ou temido por sua maneira peculiar de lidar com as adversidades em sua vida escolar. Ele não parece se abalar com nada e até as coisas mais absurdas parecem naturais quando ele faz, afinal, ele é o Sakamoto, você sabe.

Capa brasileira de Sakamoto desu ga

Essa edição ainda traz uma historinha extra sobre um representante de classe que está tentando recuperar as ombreiras do uniforme dos colegas, sem saber que os próprios não estavam muito tristes ao perdê-las.

A edição brasileira

Assim como a maioria dos mangás “normais” da editora, Sakamoto veio no papel pisa brite e sem páginas coloridas. A tradução foi feita por Felipe Monte e a edição dividida entre Beth Kodama e Beatriz Bevilacqua.

Algo curioso foi a ausência do já tradicional glossário; senti falta especialmente para entender o porquê do misterioso Hayabusa-senpai ser identificado como 8823. Imagino que deva ser algum trocadilho com a leitura dos números, mas infelizmente sempre tive bastante dificuldade com eles em minha jornada para aprender nihongo.

Devo dizer também que não curti muito o resultado final da capa brasileira. Sei que a editora tentou manter o mais próximo do original japonês, com a mesma cor e estilo de fonte e tudo o mais, mas nem sempre fica bacana quando se transpõe para o português. Achei que o resultado final ficou meio poluído, mas esta é a minha visão.

Opinião

Fiquei empolgada com o anúncio de Sakamoto por causa do estilo do protagonista, mas nunca tinha assistido ao anime ou lido a obra antes da edição sair por aqui. Após a leitura desse primeiro volume, percebi que era algo bem diferente do que eu esperava, mas isso não quer dizer que eu não tenha gostado.

O mistério todo à volta do protagonista e de suas habilidades instiga o leitor a fazer a mesma pergunta que deve passar na cabeça de todo mundo que cruza o caminho dele: quem é Sakamoto???? Fico pensando se os outros volumes continuarão com o mesmo clima ou se o passado dele será explorado. Espero que sim, pois aí o mangá ficará ainda mais interessante.

Agradecemos ao pessoal da Panini que nos encaminhou o exemplar para análise.

Comentários

comentários


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.
%d blogueiros gostam disto: