Death Note New Generation, a série que se passa antes do novo filme

Lançada exclusivamente para Hulu no Japão, Death Note New Generation é aquela uma hora a mais que serve para explicar muitos fatos do novo filme “Death Note: Iluminando um NOVO mundo” que estreia no Brasil em exibição única nos cinemas.

Antes de adentrar e explicar esse pulo no tempo de 10 anos no novo filme, a série opta em fragmentar os núcleos de personagens do novo filme, optando recontando a história deles.

O renascimento de Mishima

O primeiro capítulo da série é focado no Mishima, contando que ele foi recrutado na polícia pelo pai do Light, Soichiro Yagami. Mesmo depois da morte do Kira, a divisão que investigou Death Note continuou em aberto, mesmo perdendo a relevância, se transformando num incômodo pra própria polícia.

Esse episódio acaba com um novo/a Kira surgindo, o que faz o departamento ganhar espaço dentro da polícia, tornando Mishima extremamente necessário nesse novo mundo.

O sucessor de L

O segundo episódio é focado na história daquele que sucedeu L, Ryuzaki. Nele vemos uma investigação intensa em Hong Kong, e até nos questionamos se estamos vendo uma produção japonesa, porque todo começo do episódio é em chinês.

Enquanto isso, vemos que existem dois donos de Death Note no Japão. Enquanto Ryuzaki vai para o Japão e conversa no telefone com Near, também somos apresentados a Sakura Aoi e Yuki Shien.

No caso da Sakura Aoi, ela mata uma garota fã de uma banda que estava fazendo streaming. Ela diz que Kira foi um tolo e será muito melhor que ele, fazendo Ryuzaki chegar muito perto dela em sua investigação.

Já Shien admira o Kira e promete honrar o seu legado, inclusive querendo reencontrar ele.

O sucessor de Kira

O último episódio da série é focado no Shien, explicando em como ele se tornou cyber terrorista e o que o motivou a se tornar sucessor de Kira. Aqui também começa o embate entre Shien e Sakura, o que faz Ryuk acompanhar de perto essa batalha.

Opinião

Infelizmente a série e o filme funcionam muito bem juntos, porém não muito bem separados. A série tem uma boa qualidade e responde diversas perguntas, porém ela não se sustenta sozinha, se tornando um produto fraco, principalmente quando pensado que é uma produção original de destaque da Hulu.

Se você assiste só o filme, ele também responde as perguntas, porque parte das respostas estão aqui, o que acaba tornando a experiência incompleta. Comparando, esses episódios seriam a mesma coisa que os extras de DVD dos filmes da Marvel Studios, em que vemos agentes da S.H.I.E.L.D resolvendo o que ficou em aberto nos filmes.

No Japão a série foi lançada uma vez por semana no Hulu em setembro, um mês antes do lançamento do filme por lá. Ela foi escrita e dirigida pela mesma equipe do filme.

Recomendo que assista a série, principalmente se você vai assistir o novo filme do Death Note.

Trailer do novo filme

Pôster 

 

 

Comentários

comentários


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.