JMangá #147: Last Notes #1

Gosta de shoujo com um toque de sobrenatural? Então este título da Panini foi feito para você.

Last Notes tem apenas três volumes, uma história graciosa e envolvente e é da mesma autora de um dos shoujo mais legais que a Panini já publicou por aqui, Kanoko Sakurakouji (Black Bird). Confira nossas impressões neste JMangá.

A história

Emiru Goshima é uma garota simples, que vive com o avô em uma casinha no interior. Um dia, ela recebe uma notícia que a tira de sua zona de conforto, algo impensável para ela.

Aki e Haru Nitou são dois belos rapazes que cuidam de uma loja de incensos caindo aos pedaços. Além das mercadorias convencionais, na loja também pode ser encontrada uma madeira misteriosa chamada “Hangonkou”, que dizem mostrar no meio da fumaça a imagem do falecido que desejamos rever.

Lindo encontro proporcionado pelo Hangonkou

Emiru acaba indo parar na loja dos rapazes, já que seu avô fornecia as madeiras aromáticas que são a matéria prima para os incensos vendidos por eles, inclusive o Hangonkou. O que eles não sabem é que esse encontro mudará suas vidas para sempre, pois agora Aki e Haru serão responsáveis por Emiru e a garota irá aprender que, no meio da adversidade, pode acontecer algo bom.

A edição brasileira

Last Notes foi publicado no mesmo modelo de outros shoujo publicados pela editora: papel jornal, sem páginas coloridas ou orelhas. Curiosamente, esta edição não traz o tradicional glossário de termos.

Capa brasileira de Last Notes

A tradução ficou por conta de Karen Kazumi Hayashida, edição de Camila Cysneiros e letras por Diógenes “Dih” Diogo.

Opinião

Emiru me lembra muito Tohru Honda, heroína de Fruits Basket: uma garota simples, apegada na família e que, por circunstâncias alheias à sua vontade, passa a morar com jovens belos e ricos em troca de favores domésticos.

Apesar de não ser nada original, Last Notes traz personagens carismáticos, uma trama simpática que provavelmente vai desembocar num romance. Eu particularmente torço por Aki, que desde o princípio reconheceu os talentos (?!) de Emiru e insistiu para que ela morasse com eles.

Mesmo sendo ficção, acho importante levar em consideração de uma mensagem que o mangá traz: diga as coisas importantes para aqueles que ama antes que seja tarde demais. Isso vale tanto para os que já se foram, quanto para os que ficam, afinal, enquanto estamos vivos as coisas podem acontecer e se transformar.

Agradecemos à editora Panini por ter enviado o exemplar para análise.

Comentários

comentários


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.