Cobertura do show ONE OK ROCK 2017!

Sexta-feira passada tivemos o show do ONE OK ROCK no Cine Joia e estivemos presentes no show.

Não estive na primeira passagem no Brasil, mas tenho uma sensação de nostalgia quando falo dessa banda. Escrevi sobre ela há mais de dez anos atrás na revista Neo Tokyo, sendo que eles estavam no começo de carreira, aonde se falava mais da vida deles antes da banda do que da sua própria trajetória.

Passado tantos anos, ONE OK ROCK construiu uma carreira consolidada, tocando em diversos países, agora retornando pela segunda vez ao país. Além disso, por mais que toquem na trilogia de Rurouni Kenshin, ONE OK ROCK não é uma banda de animesongs, sendo vista como uma banda de rock e é o que definitivamente ela deve ser vista e apreciada.

Cine Joia – Um lugar que respira cultura japonesa

Vamos começar falando do Cine Joia que fica entre a Liberdade e a Sé. Escondido atrás do prédio da Ikesaki, Cine Joia nasceu como cinema e foi um dos 4 cinemas que exibia filmes japoneses na cidade de São Paulo.

Numa época que preferimos esquecer, Cine Joia fechou as portas, devido a criação de leis que serviam para proteger o cinema nacional, mas esqueciam cinemas que tinham seu nicho.

Cine Joia ainda guarda resquícios de seu passado, tendo pôsteres de filmes japoneses antigos, porém ele se transformou numa casa de show. E se você olha para a casa identificando que ali foi um cinema, também verá equipamentos que transformam ali num palco que acabou se tornando a casa oficial da banda no Brasil.

As duas apresentações do ONE OK ROCK foram lá e pela casa cheia nesse show mais recente, podemos dizer que a casa está ficando pequena para eles. Além disso, era evidente a quantidade de japoneses que estão trabalhando no Brasil e vieram prestigiar o show, não se limitando a fãs de rock, aonde no seu público se ouvia tanto português como japonês.

Ambitions e uma viagem ao passado
O show começou pontualmente às 21 horas, sendo que eles não fizeram nenhuma parada, fazendo um show de uma hora e meia. Trazendo em especial um set baseado em seu recente álbum, também trouxe sucessos do passado, homenageando fãs de longa data.

Muitas músicas fizeram a casa ir abaixo, mas podemos destacar algumas em especial. Tivemos logo no começo a Clock Strikes lançada em 2013, sendo uma música que mexe com nosso coração.

Grande destaque veio com The Beginning, tema do primeiro filme de Rurouni Kenshin. E quando você pensava que teria acabado, acaba surpreendido com Mighty Long Fall, lançado em 2014 e tema do segundo filme de Rurouni Kenshin.

E se você acha que existe alguma barreira de idiomas, We Are veio na consagração da noite, mostrando que todos ali eram fãs da banda que surgiu em Tóquio.

Mesmo com as luzes apagadas, o show não tinha acabado, assim tivemos o retorno de Taka, Toru Ryota e Tomoya com as camisetas da seleção brasileira e com seus nomes escritos nas costas.

E foram com as camisetas do Brasil que ONE OK ROCK presenteou os fãs com American Girls e Wherever You Are. E o que falar de Wherever You Are? Público cantando e já com os olhos marejados, ONE OK ROCK deixava o palco e se encerrava mais uma turnê no Brasil. Mas o desejo era que eles não demorem tanto tempo para voltar em terras brasileiras.

You guys are AWESOME😂 Thank you soooooo much Brazil!!!!! Photo by @julenphoto #brazil #ユニフォーム嬉しい #🇧🇷

Uma publicação compartilhada por Tomoya Kanki (@tomo_10969) em

We have arrived in Argentina😎 アルゼンチンに着きました😎 📸 @julenphoto 📸 #🐴 #🇦🇷

Uma publicação compartilhada por Tomoya Kanki (@tomo_10969) em

Agradecemos a Yamato Music e Move Concerts Brasil pelo convite.

Agradecimentos ao Dennis Rodrigues de Souza pelas fotos do show.

Comentários

comentários


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.