JWave Cine #62: As Aventuras de Tadeo 2: O segredo de Rei Midas

Não estamos acostumados com animação espanhola e muito menos quando ela ganha sequência. Iniciada em 2012 (2013 no Brasil), temos o personagem Tadeo que é extremamente divertido e seguindo com a sua vida pacata de pedreiro em Chicago.

Se no filme anterior ele conheceu a famosa arqueóloga Sara Lavrof, aqui temos o começo de uma amizade colorida e discreta entre os dois. Em que seus amigos da construção civil duvidam dele, porém ele segue firme no desejo de ter algo mais sério com ela.

A saga de Tadeo foi um grande sucesso comercial em 2012, sendo que foi comentado que esta seria apenas o primeiro capítulo de uma saga de seis partes. Sucesso em especial na China e na Coreia do Sul, As Aventuras de Tadeu tem uma animação muito bonita e que se conquista por suas piadas. Talvez pela similaridade do português e do espanhol, muitas das piadas funcionam aqui sem rodeios, também sendo um mérito da dublagem brasileira.

A História

Tadeo segue como pedreiro, porém ainda segue seu sonho de se tornar um arqueólogo. E nessa confusão, temos o retorno da Múmia que foi expulsa da Cidade Perdida dos Incas (do filme anterior), restando, apenas ir atrás do único ser vivo que ela conhece, o Tadeo.

Nessa realidade, temos ainda Tadeo indo para um evento da Sara que irá anunciar que descobriu o maior segredo de Midas.

Assim a história segue numa adrenalina com sequestro da Sara, uma organização atrás do tesouro de Midas e sobrando para Tadeo resolver toda essa confusão.

O filme nao se restringe só aos EUA, indo para Espanha, Turquia e explorando as aventuras ao bom estilo “Indiana Jones”.

Opinião

O forte do filme continua sendo as piadas e aqui muito bem dosadas com a dupla Tadeo e Múmia. Alias, a Múmia é um espetáculo a parte, em que se destaca humor apurado tanto em sua descoberta pelo mundo atual, como também homenageando figuras históricas, como Elvis.

Aqui o roteiro traz uma assistente da Sara, Tiffany, que acaba funcionando como triângulo amoroso com Tadeo, dando tom para ciúmes que será trabalhado assim que Sara for resgatada.

O filme não foge do clichê da organização poderosa pelo maior tesouro do mundo. E com Tadeo fugindo dessa organização, ao bom estilo de “Tudo por uma esmeralda”. Sendo intencional ou não, fica inegável não lembrar desse clássico que recentemente foi usado como homenagem em Jurassic World.

Gosto bastante desse tipo de filme, ainda mais desvendando Midas e explicando numa nova roupagem em como ele se livrou da maldição. Ficção misturada com uma boa comédia, fazendo com que o tempo não passe e que desejemos mais e mais filmes desse tipo.

É um filme pra toda família e traz um humor variado, em que várias piadas funcionam para crianças e outras para crianças.

Não sabemos quando teremos um novo filme do Tadeo, mas torcemos que essa saga não termine. O filme é distribuído pela Paramount Pictures, sendo produzido em co-produção com estúdios Ikiru Films, Telecinco Cinema, El Toro Pictures, Lightbox Entertainment e Telefónica Studios (do grupo que é responsável pela Vivo aqui no Brasil).

Será que irá demorar muito para termos um novo filme do Tadeo Jones?

Trailer

Agradecimentos a Paramount pelo convite

Comentários

comentários


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.