A Devir está trazendo continuidade em quadrinhos anteriormente publicados por ela. Assim a HQ de Mark Waid e Peter Krause está ganhando uma nova chance no mercado brasileiro, num formado “melhor” que o lançado originalmente.

História
Quando o Plutoniano, o maior super-herói da Terra, enlouquece e se torna o pior vilão do planeta, apenas os seus ex-aliados de combate ao crime têm uma chance de deter a sua onda de violência. Mas enquanto fogem do ser mais poderoso e zangado do mundo, será que esses antigos companheiros descobrirão os segredos dele a tempo? Como ele ficou assim? Que fim levaram a esperança e a promessa que outrora carregava consigo? O que pode acontecer com o mundo quando ele é traído pelo seu salvador? O que torna um herói IMPERDOÁVEL?

Os extras desta edição incluem galeria de capas alternativas e um posfácio especial escrito pelo cultuado roteirista Grant Morrison.

O gibi Imperdoável ganhou o prêmio Eisner de Melhor Roteirista em 2012, depois de já ter recebido 3 outras indicações em 2010 (Melhor Série, Roteirista e Capista).
Altamente recomendado para leitores de Supremo, Watchmen, Astro City, Império e Superior.

Imperdoável Volume 1
(Total de 5 volumes)
Título Original: Irredeemable Vol. 1
Editora original: Boom!
Roteiro: Mark Waid
Desenhos: Peter Krause
Tradução: Marquito Maia
Formato: 17x26cm
Acabamento: Brochura e Capa dura (exclusivo da Amazon)
Público: Adulto Código Devir
Preço: R$ 89,90 (Capa Dura) e R$ 69,90 (Brochura)

Novo formato e Recall

Dessa vez o título no Brasil terá dois encadernados americanos em um (ao estilo que a Editora JBC faz com os mangás no formato BIG para livrarias). Assim a editora que já tinha lançado o volume 1 em um formato que era só o volume americano, acabou lançando um recall que dá 50% de desconto na nova edição que vem as duas americanas na primeira brasileira.

Lembrando que o Recall vai só até o dia 30 desse mês.

Acesse: http://devir.com.br/recall-imperdoavel/

Com informações da Devir

 

About Giuliano Peccilli

Editor do JWave, Podcaster e Gamer nas horas vagas. Também trabalhou na Anime Do, Anime Pró, Neo Tokyo e Nintendo World.

View all posts by Giuliano Peccilli