Fachada do Centro Aliança Brasil e Japão

Na Terça-Feira, dia 26 de junho, Rob Maxwell realizou uma palestra “Próxima Parada: Japão” no Centro Aliança Brasil e Japão em Pinheiros sobre “O Porquê viajar pro Japão”. Responsável pelo Direto do Japão e pelo Tabiji, Rob também é locutor da NHK e estava no Brasil para falar um pouco do seu aconselhamento de turismo no Japão.
Inicialmente Rob comentou do crescimento de turismo no Japão, desde 2011 quando houve tsunami. Devido as Olimpíadas em 2020, o Japão houve um crescimento de turismo, além de uma confiança assim multiplicando cada vez mais o número de turistas.

2012 – 8,4 milhões
2013 – 10,4 milhões
2014 – 15,4 milhões
2015 – 19,7 milhões
2016 – 24,0 milhões
2017 – 26,7 milhões

Atualmente o Japão recebe 28.691.00 turistas ao ano. Desse número, Rob Maxwell apresentou números sobre turistas brasileiros, revelando que 30.000 são turistas vindos do Brasil. Desse número, a grande maioria é de descendentes de japoneses.

Por que viajar para o Japão agora?
Um dos motivos que normalmente poucos sabem é que Tóquio é uma cidade tão completa que tem todas as grandes marcas que existem em Paris e mais um pouco.

Tudo que um turista procura em um lugar do planeta irá encontrar em Tóquio, assim ele poderá optar pela capital ou conhecer o país inteiro, de acordo com seus objetivos.

Um fato intrigante é a diversidade que o Japão oferece, assim sendo um ambiente ideal para trazer a família.

Golden Route
Rob Maxwell explicou então sobre a Golden Route, explicando que o turismo no Japão normalmente é realizado e sugerido, seguindo essa rota. Ela vai de região de Konshu a Hiroshima, passando assim por Tóquio, Fuji, Quioto, Osaka, Himeji e Hiroshima.

Normalmente turistas chineses e coreanos preferem viajar só a Tóquio, devido a distância ser curta. Já os brasileiros tem uma grande predileção de conhecer o país inteiro.

O que se deve considerar?

Você deve organizar a sua viagem em alguns pontos:
Estadia – Transporte – Refeições – Experiências

Estadia
Se hospedar no Japão cabe a vários bolsos. Você pode ficar num Hotel Cápsula ou num Ryoukan. Assim o Japão oferece de Albergue, hospedagem comunitária ou sozinha e airb (que sofreu mudança de regras recentemente por lá).

Sites para visitar:
Booking.com
Agoda.com
Airbnb

Transporte
Um dos pontos fortes do Japão é que o transporte é pensado na facilidade de deslocamento sem precisar de carro. Um dos exemplos citados pelo Rob Maxwell foi o Trem Bala.

Outro ponto apontado por ele foi a questão de bilhetes específicos que podem ser usado para a sua viagem, por exemplo JR Pass que pode ser comprado para viajar por trens da empresa JR.

Sites para visitar:
Hyperdia

Refeições

O Japão oferece refeições que vão de 6 dólares num Konbini a até 400 dólares. Assim é o seu bolso que determina o quanto você quer gastar no Japão.

Experiências
Vivenciar o lugar é muito importante. O que torna o Japão especial numa viagem é a sua interação com essa cultura diferente da sua, assim a sugestão dada por ele foi em procurar em obter essa experiência.

Ele citou que dê preferência a jovens que falem em inglês, assim você pode participar de uma Cerimônia do Chá ou frequentar um Dojo por uma semana, conhecendo melhor a rotina daquela região.

A palestra foi muito enriquecedora e Rob Maxwell citou lugadores que foge do turismo tradicional, além da facilidade de usar o transporte de malas no Japão.

Recomendo que acompanhem o Rob Maxwell tanto no Direto no Japão como também no Tabiji. E caso quiserem ir ao Japão e preferir um turismo diferenciado, Rob Maxwell é o cara certo para vocês contactar.

Rob Maxwell com Giuliano Peccilli

About Giuliano Peccilli

Editor do JWave, Podcaster e Gamer nas horas vagas. Também trabalhou na Anime Do, Anime Pró, Neo Tokyo e Nintendo World.

View all posts by Giuliano Peccilli