JMangá #190: The Irregular at Magic High School (Arco da Matrícula) #1

Anunciado timidamente na página do Facebook da Panini, o mangá The Irregular Magic School também foi um dos lançamentos da Panini no Anime Friends. Confira neste JMangá.

A história

Em um mundo dividido entre aqueles que têm enorme poder mágico e aqueles que não o possuem, vivem os irmãos Tatsuya e Miyuki Shiba. Ambos ingressaram em um colégio de elite que leva a magia totalmente em consideração, porém, com algumas ressalvas.

O colégio divide os estudantes tão logo recebe os resultados dos exames. Metade deles, a que se sai melhor na prática da magia, é enviada para o primeiro colégio, onde gozam de inúmeros privilégios e têm sua educação acompanhada de perto. Os demais são considerados meros substitutos dos alunos do primeiro colégio, caso estes sofram algum acidente que os incapacite de forma definitiva.

Apesar de sua habilidade impressionante de analisar fórmulas mágicas e de sua enorme inteligência, Tatsuya não consegue usar magia na prática. Já sua irmã mais nova, Miyuki, possui um talento nato que lhe rendeu o título de representante dos calouros e uma vaga no primeiro colégio.

Tatsuya tem que lidar diariamente com o preconceito dos alunos do primeiro colégio, mas consegue tirar de letra pois não se curva diante de ninguém. Ao chamar a atenção dos veteranos de lá, ele tenta manter uma postura modesta, mas parece guardar um segredo sobre sua condição do qual nem mesmo sua irmã tem conhecimento… Será que a revelação desse segredo pode abalar a relação fraternal dos dois? Ou então mudar a forma de tratamento dos alunos que não são tão versados em magia? Espero que essas e outras perguntas sejam respondidas até o final deste arco, que terá quatro volumes.

A origem

O mangá de The Irregular at Magic High School (mais conhecido por Mahouka) é baseado na série de web novels Mahouka Koukou no Rettousei.

A versão publicada no Brasil corresponde ao “Arco da Matrícula”, mas ainda existem outros arcos serializados em mangá: “Disputa dos Nove Colégios” (cinco volumes), “Distúrbio em Yokohama” (cinco volumes), “Recordação” (três volumes), “Visita” (sete volumes), “Double Seven” (em andamento com três volumes), dentre outras séries menores.

A franquia ainda conta com 26 volumes de light novels com dez side stories, seis novels, uma série animada com 26 episódios e um longa-metragem.

A edição brasileira

Seguindo a nova fase de títulos da Panini, Mahouka vem com papel off-white e custando R$ 21,90.

A tradução é de Fernando Mucioli, edição de Diógenes Diogo e periodicidade bimestral.

Opinião

A premissa do mangá é interessante, especialmente a abordagem sobre o preconceito. Aqui, é sobre magia, mas poderia facilmente se encaixar em qualquer assunto. Ainda estamos no primeiro volume, mas a trama não entrega muito. Apenas acho que tem espaço para que os personagens se desenvolvam melhor, embora um deles já tenha conseguido me deixar maluca no primeiro volume: Miyuki Shiba.

Eu, particularmente, não tenho muita paciência com personagem que fica dando chilique sem motivo, mas é um gosto pessoal meu. Acho bacana da parte do Tatsuya tentar protegê-la do que quer que ele esteja escondendo, mas acho que ela o sufoca um pouco. Viver guardando coisas para si mesmo já é bem difícil para ter que pisar em ovos com as pessoas, especialmente se essa pessoa for sua irmã e se ela se irritar só porque você está conversando com uma garota bonita. Não gosto desse tipo de personagem e também não curto esse lance de “amor proibido entre irmãos”, mas ainda assim acho que o mangá tem outros aspectos interessantes para se concentrar.

No geral, é um mangá bem desenhado, espero que a história evolua melhor no próximo volume e que Tatsuya não me deixe ainda mais curiosa.

Agradecemos ao pessoal da assessoria da Panini por ter encaminhado o exemplar para análise.

Comentários

comentários


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.
%d blogueiros gostam disto: