O Japão está entrando em uma nova era no primeiro dia de maio e isso parece estar acelerando muitas mudanças no país. O jornal japonês Mainichi divulgou que a Agência de Assuntos Culturais estaria desenvolvendo um índice padrão de proficiência no idioma japonês. Esse índice colocaria todos os exames de proficiência do idioma de japonês serem analisados em pé de igualdade entre si, oferecendo um melhor resultado aos alunos.

Hoje em dia no Brasil, temos dois exames de proficiência, sendo Teste de Proficiência em Língua Japonesa (JLPT) e o JTest. O primeiro acontece anualmente, enquanto o segundo acontece bimestralmente, sendo o primeiro do governo e o segundo de forma privada. Porém, hoje em dia, existem diversos outros testes de idioma japonês e que não conversam entre si e esse sistema iria facilitar para universidades japonesas e empresas japonesas a ter um resultado mais nítido da capacidade de interpretação do aluno.

Assim, o conselho estaria discutindo sobre esse índice que padronizaria diferentes notas de diferentes provas em uma interpretação universal para uso no Japão.

Vale lembrar que o exame mais popular mundialmente é o JLPT que se divide em cinco níveis de proficiência de forma decrescente. Porém, mesmo esse sendo o exame mais popularmente utilizado, muitos questiona a eficiência dele por não medir a capacidade de comunicação da pessoa.

Por mais que realmente concorde com ausência de uso da fala no exame do JLPT, acredito que o que mais complica na utilização dele no Brasil é que este seja anual e não semestral como em diversos países. Isso acaba restringindo e muito aos alunos que tem pressa de comprovar sua fluência num idioma para ir atrás de oportunidades de bolsas de estudo, cursos e chances profissionais. Logicamente considero isso uma crítica totalmente pessoal sobre a forma que o exame é aplicado no Brasil, mas entendo que nem sempre é fácil ter uma logística em um país de território tão grande quanto ao nosso.

Sinceramente, acredito que só o governo japonês em estar pensando em criar um sistema de métrica colocando todos os exames numa única interpretação, acaba tornando mais justo e aumentando a oportunidade do estudante em procurar formas de comprovar sua fluência.

Continuaremos a ficar de olho sobre as notícias sobre a criação desse sistema.

Para saber mais do Exame de Proficiência em Língua Japonesa: http://www.cblj.org.br/exames/exame-de-proficiencia-em-lingua-japonesa/

Para saber mais do JTest: http://www.jmasterbrasil.com.br/

via Alternativa.jp

About Giuliano Peccilli

Editor do JWave, Podcaster e Gamer nas horas vagas. Também trabalhou na Anime Do, Anime Pró, Neo Tokyo e Nintendo World.

View all posts by Giuliano Peccilli