Review | Gigant #01

Do autor de Gantz e Inuyashiki, temos novo mangá da Panini Comics trazendo o que ele faz de melhor…. Ecchi e um bom mistério? Aqui não foge a regra e Hiroya Oku está de volta em sua melhor forma, trazendo traço belíssimo e abordando mundo jovem da mesma maneira que fez tão bem em Gantz.

Mas quem é Hiroya Oku?

Gantz

De Fukuoka no Japão, Hiroya Oku nasceu no dia 16 de setembro de 1967. Ganhando prêmio Youth Manga Awards de 1988, Hiroya Oku tem uma característica pecular em sempre abordar violência explícita, gore trazendo conteúdo sexual.

Isso te lembrou Gantz? É exatamente nessa pegada que temos o seu mais recente trabalho Gigant. E sabe o que é mais curioso disso tudo? É que esse trabalho surgiu em 2017, emendando com o fim de Inuyashiki também publicado no Brasil pela Panini Comics. Então se você gosta do autor, perceberá evolução dele aqui em mais um universo.

Ecchi de sempre? Não é bem assim…

E do que se trata Gigant?

Conhecemos o estudante colegial Rei Yokoyamada que consome dvds pornôs vindo pelo correio, tira notas baixas e que seu pai é produtor de cinema. Rei se inspira em seu pai e quer desenvolver seu próprio filme, um curta-metragem com amigos da escola.

Quando começa a busca pelo elenco do seu filme, ele acaba se deparando com bullying em cima da “atriz” pornô Papico. Seja por placas em todo bairro e mensagens em fóruns pela internet. Acaba que um dia Rei decide tirar essas mensagens pelo bairro e se esbarra com a própria Papico e nasce uma amizade entre ambos.

E aí que começa o surreal, porque um dia Papico esbarra com um estranho homem perto de uma máquina de bebidas. Ele cola um tipo de relógio no braço da Papico, vira um boneco além de aparecer um dvd com 166 horas.

Papico descobre que esse estranho relógio permite ela aumentar e diminuir de tamanho. E o que fazer com isso? Hiroya Oku com a sua mente doentia faz com que Papico decida usar esse estranho poder na indústria pornô, assim ela começa a fazer filmes em sua forma gigante, ficando ainda mais popular.

Paralelo a isso, Papico manda uma mensagem para Rei e ambos começam uma investigação sobre a origem de seus poderes.

Série está em andamento no Japão com 5 volumes, sendo que será publica no Brasil em uma periodicidade bimestral.

A edição brasileira

Edição Brasileira vem com marcador de página de brinde

A edição brasileira é 13,7 por 20 cm, sendo que o papel utilizado é o Offwhite. Cada edição tem 232 páginas, sendo as quatro iniciais coloridas. A primeira edição veio com um brinde que é um marcador de página com a mesma ilustração da capa.

A tradução em português é assinada por Caio Suzuki que também traduziu o excelente O Marido do Meu Irmão para a Panini Comics. Trazendo um texto bem informal, ao estilo do autor original, ela funciona muito bem e torna natural sua leitura.

Boa adaptação na versão brasileira

Um ponto positivo e até engraçado que o mangá referência obras antigas do mesmo autor, assim temos um momento que a Papico pergunta no Twitter em sugestões por mangá e mensagens que ela recebe é sobre Gantz e Inuyashiki. Muito bem sacado e torna ainda mais interessante se você gosta das obras do autor.

Sendo um mangá bimestral, assumo que o valor de 22,90 não pesa tanto, mas assumo que quanto mais o preço dos mangás dispara no Brasil, acaba se tornando um ponto negativo em consumir tantos mangás hoje em dia. Se você é fã do estilo do autor, vale a pena se aventurar em Gigant.

Quem diria que fazendo isso o Rei encontraria a Papico?

Gigant #1

Editora: Panini Comics

Autor: Hiroya Oku Tradutor: Caio Suzuki

Formato: 13,7×20 cm / Miolo: Offwhite

Capa: Cartão / Lombada: Quadrada

Estrutura: 232 páginas, sendo 4 coloridas no mesmo papel

Brinde: Marcador de páginas

Periodicidade: Bimestral /Preço: R$ 22,90

About Giuliano Peccilli

Editor do JWave, Podcaster e Gamer nas horas vagas. Também trabalhou na Anime Do, Anime Pró, Neo Tokyo e Nintendo World.

View all posts by Giuliano Peccilli

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.