Categorias
Críticas e Reviews Destaque Reviews de Games

Review | Streets of Rage 4

Um dos melhores jogos de beat’ em up está de volta depois de um intervalo de 25 anos. E sabe o que é melhor? Que esse hiato fez bem a franquia e está voltou do mesmo jeito que ela foi imaginada, porém com a tecnologia de hoje.

Criada em 1991, a série rivalizava com Final Fight como um dos melhores beat ‘em up. O meu primeiro contato com a franquia foi na sua versão para Game Gear, mas não vou negar que por jogar mais em consoles da Nintendo, eu acabei jogando mais Final Fight do que a franquia Streets Of Rage. Isso não muda a sensação de nostalgia mesmo que esse retorno aliado a credibilidade das empresas  DotEmu, Lizardcube e Guard Crush Games.

Wonder Boy: The Dragon’s Trap

A primeira pergunta talvez seja quem são eles e para ela podemos responder que DotEmu foi responsável em 2017 pelo remake Wonder Boy: The Dragon’s Trap. O jogo que nasceu para Master System foi todo refeito a mão, trazendo design belíssimo sem alterar a jogabilidade do jogo original.

Devido ao sucesso com a franquia Wonder Boy, quando foi anunciado que Streets of Rage estaria sendo feito pela mesma empresa, acabei comemorando aqui a cada notícia da produção desse jogo. E nem preciso comentar a alegria que foi o anúncio do time campeão da trilha sonora desse jogo.

E sabe quando falei lá em cima que essa ausência de 25 anos fez bem a franquia? A Sega tentou muitas vezes trazer seus jogos de 8bits e 16bits para consoles atuais e tivemos um Shinobi sem nada de original 2 e até mesmo um Streets of Rage que foi cancelado várias vezes, sendo que um desses acabou sendo lançado e sendo bem aquém a o que a franquia merecia.

Se existem jogos que funcionam bem em 2D e em 3D, Streets of Rage é um jogo nasceu sendo 2D e merecia uma nova chance aonde se consagrou. Assim,  Dotemu, Lizardcube e Guard Crush Games trouxeram um clássico revisitado da forma que merecia.

A História

Passando 10 anos depois de Streets of Rage 3, o jogo traz de volta Axel Stone, Blaze Fielding e Adam Hunter. Além deles, temos novos personagens como a Cherry, filha de Adam Hunter e Floyd Iraya, um cara de implante cibernético que parece ter saído do Captain Commando.

Depois que Mr. X foi derrotado no último jogo da série, agora um novo período de crime atinge a cidade Wood Oak com os irmãos gêmeos X e Y, filhos do Mr. X. Assim é momento de trazer porradaria de volta com Axel Stone entrando nessa batalha.

Gameplay

Trazendo um jogo feito a mão, Streets of Rage 4 repete a fórmula de sucesso de Wonder Boy: The Dragon’s Trap em investir na jogabilidade clássica, mas numa beleza de detalhes que prova que um estilo de jogo sempre merece ser revisitado.

O primeiro personagem que joguei foi o clássico Axel Stone e por mais que você possa pensar que ele soe meio travado em sua jogabilidade, o personagem está exatamente como deixamos lá no Mega Drive. E é questão de se adaptar com ele, sendo um excelente personagem para utilizar nas fases. Equilibrado, o personagem nem é rápido e nem lento, tendo um enorme poder de batalha com seus especiais.

Mas vamos falar dos outros personagens novos? Porque é com a Cherry que você tem uma personagem rápida e não tem poder tão forte com Axel, mas que pode ser utilizado numa estratégia diferente de ataques ao inimigo. Em inimigos que atacam em vários pontos no cenário, uma personagem como a Cherry é fundamental para fugir de um ataque direto, sendo um bom equilíbrio em relação a personagens mais casca grossa como Axel Stone. Além disso, os seus especiais é com uma guitarra elétrica.

E Floyd Iraya? Bom, ele parece um personagem que parece saído do Captain Commando. Apelão, ele tem um poder descomunal, além de ser rápido, trazendo até um certo desequilíbrio em relação aos outros personagens. Que ele é um bom personagem? Com certeza, mas talvez você não vai querer trocar de personagem quando escolher ele pela primeira vez.

Agora vamos falar do jogo em si? Ele segue exatamente como deveria ser e estamos falando de um mapa repleto de fases continuas em que temos um chefe no final de cada uma delas. Assim, a porradaria rola solta repleta de easter eggs nos cenários, com personagens e principalmente no fundo da tela.

Trazendo uma dificuldade elevada, Streets of Rage 4 repete a fórmula original da trilogia, trazendo desafio na medida certa para continuar o desafio até a batalha final entre os gêmeos X e Y.

Jogando com os amigos

Logicamente que 25 anos trariam algumas mudanças e temos online aqui em Streets of Rage para jogar cada um na sua casa. Só que vamos ser francos? Nada supera a experiência de jogar com amigos ou com irmãos, sendo todo mundo junto e misturado.

Sei que em tempos de Covid-19 não é tão legal recomendar jogar juntos, mas convidei meu irmão para desafio de jogar em duas pessoas exatamente como era jogar os jogos antigos. E o que posso falar disso? Continua sendo a melhor experiência em explorar o jogo. Jogando em duas pessoas, podemos revezar e trazer uma experiência muito melhor do que jogar sozinho.

Mas sabe o que é mais curioso do que jogar em duas pessoas? É que o jogo muda seu desafio de acordo com a quantidade de personagens em cena. Algumas vezes, tínhamos uma dificuldade maior em cena do que com um personagem jogável. Então vale fazer a experiência e marcar de zerar um jogo desses.

Trilha sonora

Vamos falar da cereja do bolo? Yuzo Koshiro foi a pessoa que deu o tom ao jogo original, inclusive definindo jogo como um que tem uma trilha sonora a frente do seu tempo. E vale citar que ele também fez a trilha do jogo The Revenge of Shinobi.

Aqui a missão ficou a cargo de Olivier Deriviere, porém ele coordenou um “dream team” que inclusive contou com os nomes de Yuzo Koshiro e Motohiro Kawashira que trabalharam na trilogia original.

Mas o jogo reuniu um time muito maior e envolveu até mesmo nomes como Yoko Shimomura que trabalhou na série Final Fight da Capcom. Mas se for falar de nomes de peso, temos Keiji Yamagishi que trabalhou na trilha sonora de Ninja Gaiden e Harumi Fujita que trabalhou em jogos como Ghost ‘n Goblins, Strider e Chip ‘n Dale: Rescue Rangers.

E falando das músicas propriamente ditas, Streets of Rage 4 homenageia a série clássica como também apresenta uma trilha sonora muito acima da média. E sim, ela provavelmente continuará sendo a frente do seu tempo, sendo a melhor coisa que você já ouviu.

Opinião

Definitivamente Streets of Rage 4 foi um jogo produzido com “carinho” por sua equipe. Gostoso de jogar e repleto de referências que vão de trilha sonora, jogabilidade e easter eggs. É uma experiência completa e um jogo do mesmo tamanho que os originais.

Então podemos dizer que o trabalho iniciado Wonder Boy: The Dragon’s Trap deu certo e torcer que essas três empresas olhem para outras franquias paradas. Alguém disse Alex Kidd e Shinobi? E se o céu for o limite, um Final Fight ou mesmo um Captain Commando novo sendo feitos nesses moldes seria tudo de bom para os jogadores que ficaram na pilha de jogar algo do gênero, depois desse aqui.

A única ressalva que faço é que particularmente não gosto muito da arte do jogo e acho que ela se afastou do jogo original. Atualizou os personagens, mas trouxe um traço que sinceramente não lembra os mesmos.

Streets of Rage 4 é um jogo para ser jogado diversas vezes  e principalmente para liberar todo conteúdo extra que ele tem. E esse é um jogo para ser jogado com amigos, então reúna ela em casa ou online para matar as saudades dos anos 1990.

Trailer de Lançamento

Streets of Rage 4

Desenvolvedora: DotEmu / Lizardcube
Guard Crush Games

Publicadora: DotEmu

Produtor: Cyrille Imbert

Compositores: Olivier Deriviere, Yuzo Koshiro, Motohiro Kawashima

Plataformas: Microsoft Windows,
Nintendo Switch. PlayStation 4 e Xbox One

Lançamento: 30 de abril de 2020

Gênero: Beat ‘em up

Agradecimentos a DotEmu / Lizardcube /Guard Crush Games

Categorias
Críticas e Reviews Destaque Reviews de Games

Review | Kingdom Two Crowns & DLC Dead Lands

Resenha por: Mave

Desenvolvido pela produtora Noio e distribuído pela sueca Raw Fury, a famosa série Kingdom teve sua continuação em 2018 com Kingdom Two Crowns, desde então o jogo recebeu duas expansões gratuitas, a primeira adicionando a temática asiática com Kingdom Two Crowns Shogun e recentemente em abril de 2020 a nova DLC inspirada no universo de Koji Igarashi (criador da série Castlevania) Bloodstained, trata-se de Kingdom Two Crowns Dead Lands.

Para os principiantes na série eis a premissa do jogo base: você cria de forma aleatória um reino baseado em uma amálgama de alguma cultura medieval, você pode ser um rei ou uma rainha e a partir disso seguir uma série de tarefas simples para criar fortificações e melhorias no seu proto reino com o objetivo inicialmente apenas de sobreviver os ataques diários de criaturas da noite que surgem de um portal localizados nos hemisférios do cenário 2D enriquecido por gráficos pixel art de excelente qualidade.

A partir de então o seu reino precisa se expandir, passando então a campanha para sua fase secundária onde você reúne unidades construtoras e defensivas em um barco para partir para uma segunda ilha onde novamente você deverá construir assentamentos e estabelecer sua defesa, a diferença é que novos elementos são adicionados e novas riquezas, conhecimentos e npcs surgem para auxiliar a sua jornada na luta contra as forças do mal.

Essa mecânica se expande por outras ilhas e havendo recursos disponíveis você pode livremente trafegar entre as ilhas descobertas com a finalidade de ao longo das eras obter ferramentas e subsídios ora suficientemente fortes para contra atacar e por fim destruir os portais da onde as criaturas surgem e finalmente o reino prosperar em paz.

Tal mecânica foi sendo aprimorada desde o primeiro jogo e nesse segundo uma nova modalidade de jogo foi adicionada, onde você e mais um jogador podem dividir esforços para de maneira eficiente construir, explorar, defender e expandir (mote do jogo por sinal), essa nova jogabilidade se apresenta elegantemente na forma de um rei e uma rainha que devem colaborar para alcançar seus objetivos.

DLC Dead Lands

Dada as devidas introduções partimos para a nova DLC gratuita que adiciona o universo da série de jogos Bloodstained dentro do jogo, uma nova campanha em cenários belíssimos inspirados na temática de terror gótico com novas mecânicas de jogabilidades.

Como por exemplo a adição de quatro personagens que podem livremente se alternar como monarca do reino, cada qual com sua habilidade específica: Miriam, a protagonista da série e personagem inicial do jogo, ela possui o poder de lançar um chicote de gelo que paralisa seu oponentes; Gebel, o antagonista da série e velho conhecido de Miriam, ele se transforma em morcego e consegue atravessar o cenário rapidamente por entre os inimigos; Alfred, o velho alquimista e aliado de Miriam, seu poder é de criar uma ilusão de si e enganar os inimigos; e por fim Zangetsu, um samurai caçador de demônios aliado de Miriam, seu pode é de fortalecer as unidades perto de si. Tais personagens são destravados a medida que a campanha se desenrola.

Juntos os quatro aliados devem cooperar seus esforços ao longo de quatro ilhas que compõem a campanha, seja sozinho ou com um amigo que também terá o comando de um dos personagens supracitados e assim utilizar de toda estratégia e paciência para empenhar com sucesso a máxima do jogo: construir, explorar, defender e expandir.

Kingdom Two Crowns

Data de lançamento: 11 de dezembro de 2018

Série: Kingdom

Plataformas: Android, Nintendo Switch, PlayStation 4, Xbox One, Microsoft Windows, Linux, Mac OS Classic

Gêneros: Aventura e estratégia

DLC Dead Lands

Data de lançamento: 28 de abril de 2020

Categorias
Destaque Games

Streets of Rage 4 está disponível para PS4, Xbox One, Nintendo Switch e PC com desconto especial de lançamento!

O dia finalmente chegou e hoje o jogo Streets of Rage 4 já está disponível para PC, PlayStation 4, Nintendo Switch, Xbox One e também no Xbox Game Pass com um desconto de 10% no preço final brasileiro (Steam, PS4 e Nintendo Switch) de R$92,45 durante os quatro primeiros dias de lançamento.

Para esse lançamento, as produtoras lançaram um empolgante trailer revelando o Modo Batalha de Streets of Rage 4. Esse modo retorna após fazer história nos clássicos Streets of Rage 2 e Streets of Rage 3 e nele que amigos e rivais decidem quem realmente é o porradeiro mais casca grossa de Wood Oak City ou que resolvem no braço qualquer desentendimento causado por socos e pontapés perdidos durante o modo multiplayer.

Trailer do Modo Batalha

Artwork

Sobre Streets of Rage 4

É a primeira sequência oficial em 25 anos e ela reúne Axel, Blaze e Adam, ao mesmo tempo em que introduz lutadores inéditos, um renovado e aprofundado sistema de combate, além de magníficas artes desenhadas à mão que compõem os cenários perfeitos para distribuir sopapos em cada vilão.

Trilha Sonora

A trilha sonora liderada por Olivier Derivière e que conta com o suporte dos antigos mestres compositores da série Yūzō Koshiro e Motohiro Kawashima, o game traz a combinação entre inovação e elementos clássicos que farão de Streets of Rage 4 um dos maiores retornos de todos os tempos.

Categorias
Destaque Filmes

Netflix | Lançamentos de filmes em maio!

A Netflix divulgou a lista de lançamentos desse mês de maio e está trazendo diversos filmes de sucesso como clássicos do Terror, Psicose e até mesmo novas continuações de filmes “Sessão da Tarde” como Férias Frustradas.

Esse mês a empresa está trazendo diversos filmes da DC Comics, como Batman Begins e Batman vs Superman: A Origem da Justiça. Além deles, também tem Marvel como a estreia do Hulk na plataforma.

Representando o Brasil, temos o filme O Vendedor de Sonhos. Não podemos deixar de citar que esse mês também tem a chegada de Annabelle.

Qual filme você irá assistir em maio na Netflix?

Dias sem fim

Lançamento: 1/5/2020

Condenado à prisão perpétua, um jovem reflete sobre as pessoas, as circunstâncias e o sistema que o levaram ao caminho do crime.

Você nem imagina

Lançamento: 1/5/2020

Tímida e estudiosa, Ellie é contratada pelo meigo, atlético e pouco articulado Paul com a missão de ajudá-lo a conquistar uma garota muito popular na escola. Mas a nova e improvável amizade entre os dois se complica quando Ellie descobre sentir atração pela mesma menina.

Um Crime para Dois

Lançamento: 22/5/2020

À beira da separação, um casal é suspeito de assassinato. É melhor eles correrem para descobrir o verdadeiro culpado e se safar da acusação.

A Missy Errada

Lançamento: 13/5/2020

Tim acha que convidou a garota dos sonhos para uma temporada no Havaí. O problema é que, sem querer, chamou a menina errada.

Paixão Obsessiva

Lançamento: 28/5/2020

Tomada pelo ciúme, uma mãe arquiteta um perigoso plano para arruinar o novo relacionamento do ex-marido. Com Katherine Heigl.

Ted

Lançamento: 22/5/2020

Depois de ganhar vida, um ursinho de pelúcia desbocado e baladeiro faz de tudo para impedir que seu dono se case com a namorada. Com Mark Wahlberg, que estreou em março, pela Netflix, o filme Troco em Dobro.

Ilha do Medo 

Lançamento: 1/5/2020

Teddy Daniels vai investigar o desaparecimento de um paciente em um hospital psiquiátrico para criminosos e é tomado por estranhas visões. Com Leonardo DiCaprio e Mark Ruffalo. 

O Vendedor de Sonhos

Lançamento: 1/5/2020

Baseado no livro de Augusto Cury, o filme acompanha a inusitada amizade entre um psicólogo deprimido e um mendigo, que se unem para fazer o bem.

Férias Frustradas

Lançamento: 1/5/2020

A família Griswold sai em uma viagem pra lá de atrapalhada. Com Christina Applegate e Ed Helms.

Para os fãs de super-heróis

Hulk

Lançamento: 22/5/2020

A experiência do doutor Bruce Banner não deu certo. Agora, toda vez que perde o controle, ele se transforma em um monstro verde tomado pela raiva.

Batman Begins

Lançamento: 1/5/2020

Após o assassinato dos pais, Bruce Wayne é treinado por uma organização secreta e volta a Gotham para combater o crime disfarçado de homem-morcego.

Batman vs Superman: A Origem da Justiça

Lançamento: 1/5/2020

Cada vez mais poderoso, o Superman entra em rota de colisão com Batman. Quem ganha com isso é Lex Luthor.

Batman – O Cavaleiro das Trevas Ressurge

Lançamento: 1/5/2020

Novos inimigos, como a Mulher-Gato e Bane, ameaçam Gotham. Agora, o bilionário Bruce Wayne tem de voltar à ativa na pele de seu alter ego, Batman.

Mais ação

Noite Sem Fim

Lançamento: 1/5/2020

Um gângster aposentado precisa voltar à ativa após um desentendimento entre seu chefe (e melhor amigo) e seu filho. Com Liam Neeson, Ed Harris e Joel Kinnaman.

Desejo de Matar

Lançamento: 10/5/2020

Depois de ter a mulher e a filha brutalmente atacadas por criminosos, o cirurgião Paul Kersey decide fazer justiça com as próprias mãos. Com Bruce Willis.

Despedida em Grande Estilo

Lançamento: 17/5/2020

Depois de perder a aposentadoria em um golpe, três amigos resolvem roubar um banco. O problema vai ser escapar do FBI. Com Morgan Freeman, Michael Caine e Alan Arkin,

Para os fãs de terror

Annabelle

Lançamento: 26/5/2020

Ele achou o presente perfeito para a mulher: uma boneca linda e rara. Mas a alegria dura pouco.

Sobrenatural: A Origem

Lançamento: 1/5/2020

A vidente Elise Rainier tenta ajudar uma jovem a entrar em contato com o espírito da mãe, mas acaba libertando o demônio que vai atormentar a garota.

Psicose

Lançamento: 22/5/2020

Depois de roubar um monte de dinheiro e fugir em busca de uma vida nova, uma funcionária de uma imobiliária acaba se refugiando no sinistro Hotel Bates neste clássico de 1960.

Categorias
Destaque Séries & TV

Netflix | Lançamentos para crianças em maio!

A Netflix divulgou a lista de lançamentos do mês de maio e estamos aqui compartilhando a lista de lançamento para crianças no serviço.

Entre os destaques, temos a quinta temporada de She-Ra e as Princesas do Poder que é um dos grandes sucessos das produções originais da empresa com a Dreamworks.

Temos o retorno de PJ Masks – Heróis de Pijama e a chegada de Go! Go! Cory Carson: Chrissy.

Qual será sua maratona em maio?

Go! Go! Cory Carson: Chrissy

Lançamento: 1/5/2020

A família Carson vence um concurso de talentos com uma dança que Cory criou. Mas, quando “a Chrissy” vira moda, todos os olhares se voltam para a irmã dele!

She-Ra e as Princesas do Poder: Temporada 5

Lançamento: 15/5/2020

As princesas se preparam para enfrentar o Mestre da Horda e seu implacável exército. Adora confronta sua maior adversária de todos os tempos: ela mesma.

PJ Masks – Heróis de Pijama: Temporada 2

(7/5/2020)

Os PJ Masks precisam encontrar maneiras criativas de impedir que os vilões dominem a cidade com suas novas geringonças.

Luccas Neto em: Acampamento de Férias 2

Lançamento: 4/5/2020

Luccas Neto e amigos vão ter de enfrentar um grupo de rivais habilidosos e, de quebra, lidar com uma chefe nem um pouco amigável.

Thomas e Seus Amigos – Visitando a Rainha

Lançamento: 1/5/2020

Para participar de uma celebração da realeza em Londres, Thomas e sua turma enfrentam uma verdadeira corrida de obstáculos e confusões.

Thomas e Seus Amigos – Feira de Novidades

(Lançamento: 1/5/2020

Thomas e sua turma têm de correr para completar todas as tarefas antes da abertura da feira de tecnologia em Sodor.

Thomas e Seus Amigos – O Futuro Chegou

Lançamento: 1/5/2020

Thomas e a turma temem ser substituídos por novas invenções. Agora, vão provar que são úteis em uma nova missão.

Categorias
Animê & Mangá Destaque

Netflix | Lançamentos de animês em maio!

A Netflix divulgou suas estreias no mês de maio e esse mês não tem Ghibli o que torna a lista de estreia de animês menor do que de costume. Assim temos a estreia da segunda temporada de Scissor Seven e Dorohedoro.

Qual das duas produções você pretende assistir?

Scissor Seven: Temporada 2

Lançamento: 7/5/2020

Cabeleireiro de dia, assassino de aluguel à noite. Além de ganhar pouco, há controvérsias quanto ao seu talento, mas ele está de volta para a temporada 2.

Dorohedoro

Lançamento: 28/5/2020

Desmemoriado, Caiman conta com a ajuda da jovem Nikaido para tentar matar o feiticeiro responsável pela maldição que o deixou com cabeça de lagarto.

Categorias
Destaque Séries & TV

Ultraman Z ganha trailer e retorno do Ultraman Geed!

Ultraman Z está chegando e depois do final da série  Ultraman Taiga, a Tsuburaya divulgou diversas informações sobre o novo Ultraman e suas três principais formas.

Haruki Natsukawa (interpretado pelo ator Kohshu Hirano) se transformará no discípulo de Ultraman Zero, Ultraman Z (dublado por Tasuku Hatanaka) usando o Ultra Z Riser. Ao inserir um cartão Ultra Access, três medalhas Ultra parecida com moedas irão trazer 3 poderes de 3 Ultras do passado ​​no Ultra Z Riser, assim Haruki poderá assumir três formas diferentes que vem da união de 3 poderes de Ultras do passado, num total de 9 Ultras sendo revisitados pelo Ultraman Z.

Ultraman Z Alpha Edge 

Essa forma usa os poderes de Ultraseven, Ultraman Leo e Ultraman Zero. 

Os poderes dessa forma são de “Artes Marciais Espaciais” e utiliza movimentos de karatê.

Ultraman Z Beta Smash

Essa forma utiliza os poderes de Ultraman, Ultraman Ace e Ultraman Taro.

Os poderes dessa forma são de luta livre.

Ultraman Z Gamma Future

Essa forma utiliza os poderes de Ultraman Tiga, Ultraman Dyna e Ultraman Gaia.

Seus ataques são de raios e poderes psíquicos, lutando “como um feiticeiro”.

Ultraman Geed Galaxy Rising

Essa forma é a nova forma do Ultraman Geed que utilizará as moedas com os poderes de Ultraman Ginga, Ultraman X e Ultraman Orb.

Essa nova forma irá ajudar o Ultraman Z.

Riku Asakura, hospedeiro do Ultraman Geed com Ultra Z Riser

Abertura e Encerramento

A música tema de abertura da série será “GOSHOUWA KUDASAI WARE NO NA WO! (Chant My Name!) ” do cantor de Animesongs, Masaaki Endoh. A música foi composta por Kyoichi Miyazaki e Ryota Iida.

A música tema final, “Connect The Truth”, é interpretada por Nami Tamaki e escrita por Takumi Ozawa.

Lançamento

A série Ultraman Z estreia na televisão japonesa aos sábados às 9h da manhã a partir de 20 de junho.

Fonte: Tokusatsu Network

Categorias
Animê & Mangá Destaque

Quais sãos os personagens mais odiados dos animês?

O site japonês Goo ranking sempre faz umas pesquisas bem interessantes e as vezes pesquisas assim servem para entender o gosto do público japonês. A Valéria do site Shoujo Café havia trazido no site dela esse top de 30 personagens odiados pelos japones e estamos aqui comentando o gosto bem peculiar deles.

Assumo que essa lista é um balde de água fria, quando você pensa em vilões famosos de séries que vieram pro Brasil, mas ao mesmo tempo temos vários personagens que são conhecidos e são uma boa surpresa.

Você pensou que o Freeza estaria no topo da lista? Nós também.

Num total de 3.527 votos estão 30 personagens abaixo:

1. Zofis (Konjiki no Gash Bell!!)

501 votos

2. Daisuke Hiyama (Arifureta Shokugyou de Sekai Saikyou)

402 votos

3. Anzelmo Rossi (Romeo no Aoi Sora)

300 votos

4. Takeshi Gouda (Doraemon)

202 votos 

5. Maria Minchin (Princess Sara)

199 votos 

6. Kimio Nagasawa (Chibi Maruko-chan)

170 votos 

7. Arlong (One Piece)

157 votos 

8. Sakurako Sanjou (Hana Yori Dango)

144 votos 

9. Fräulein Rottenmeier (Heidi: Girl of the Alps)

131 votos 

9. Frieza (Dragonball)

131 votos 

11. Lavinia (Little Princess Sara)

130 votos 

12. Donquixote Doflamingo (ONE PIECE)

127 votos

13. Sae Kashiwagi (Peach Girl)

120 votos 

14. Sugou Nobuyuki (Sword Art Online)

105 votos

15. Shinji Matou (Fate/stay night)

89 votos

16. Kyoko Otawa (Ace wo Nerae!)

56 votos 

17. Genthru (HUNTER×HUNTER)

47 votos

18. Ume Kurumizawa (Kimi ni Todoke)

43 votos 

19. Rosemary (Ashita no Nadja)

41 votos

20. Vander Decken IX (ONE PIECE)

32 votos

21. Toyosaki Aki (Kuzu no Honkai)

30 votos

22. Takeshi-kun (Crayon Shin-chan)

24 votos 

23. Megumi Kitagawa (Suki tte Ii na yo。)

17 votos 

24. Atsumu “Yukiatsu” Matsuyuki (Ano Hi Mita Hana no Namae o Boku-tachi wa Mada Shiranai。)

15 votos

25. Yashichi (Wagamama☆Fairy Mirumo de Pon!)

5 votos

25. Barbara Parker (Little Witch Academia)

5 votos

27.  Hannah England (Little Witch Academia)

2 votos

28. Outros

302 votos

Categorias
Críticas e Reviews Destaque Reviews de Games

Review | Resident Evil 3

Resident Evil 3(2020)  não precisa de introdução. Um dos jogos mais clássicos da geração Playstation 1 e seguido do belíssimo remake do Resident Evil 2, logo comecei o jogo com muita expectativa.

Mas um aviso aos navegantes, eu quase não joguei o original por ser um pouco medroso, então vou analisar o jogo mais pelo que ele é hoje do que por ser um remake propriamente dito.

Gameplay

Assim como os gráficos, a parte mais atualizada desse remake está na câmera, controle e estão ao nível do que foi Resident Evil 2(2019). Aqui temos a novidade de um botão de esquiva e um quase witch time ao esquivar corretamente, o que seria bem parecido e que era a diferença do Resident Evil 2 original pro Resident Evil 3 original.

Muito bem traduzido e devidamente modernizado, sem sombra de dúvida esse é o ponto mais forte do jogo. Adorei quando jogamos em primeira pessoa, mas talvez seja uma coisa mais minha, por ter sido tão fã de Resident Evil 7.

Mudanças no Remake

Temos a primeira polêmica do jogo. Mudaram o querido Nemesis e ele não é mais o bichão randômico. Agora ele tem hora e lugar marcado para aparecer, nem sempre do mesmo jeito, mas ele irá aparecer e vai e se você já jogou um vez já sabe. O resultado disso é que talvez tire toda a emoção.

O segundo ponto de mudança foi: não tem mais os life events, quando você podia escolher que rota seguir. Tira um pouco do fator replay do jogo, mas mudanças sempre são bem vindas.

E aí temos o terceiro ponto polêmico que dois cenários e parte do jogo original não estão presentes.

Novidades bem vindas

Muitas novidades foram adicionadas e em geral você não sente falta do que saiu ou mudou. E se comparado ao Resident Evil 2, o jogo continua do mesmo tamanho, 6 horas mais ou menos para terminar o jogo.

O grande lance é que o jogo só tem uma rota de jogo( e não 2 rotas como no Resident Evil 2) e não tem New Game+. Isso diminuiu bastante o replay no jogo.

Resident Evil Resistance

E eu não podia esquecer de comentar que esse jogo na verdade é um dois em um, porque temos Resident Evil Resistance, no lugar de modo mercenários que inicio do Resident Evil 3, que é um jogo multiplayer assimétrico de 4 vs 1 bastante interessante, porém simples e curto. Chuto que pelo jeito não terá novos updates pra frente e como jogo em si não vive, sendo um bom bônus mesmo.

Concluindo que toda a polêmica de mudanças de conteúdo relacionado com o Resident Evil 3 original e que no Resident Evil 2 Remake não houve, pelo contrario , Resident Evil 2 Remake é sem duvida a melhor versão produzida.

Gráficos/Som

Lindos e perfeitos pra te dar medo como a luz que fica nos cenários escuros, eu ouvi gente falando que tem uns cenários que são muito parecidos com Resident Evil 2. Então entra na polêmica do porque corta conteúdo já engine utiliza dados do Resident Evil 2. 

Considerações finais

Em poucas palavras, eu diria que pro preço é um pouco alto para 2 bons jogos que são ótimos, mas não valem o que realmente custa.

Agora se você só vai pegar pelo Resident Evil 3, talvez não vale o preço inteiro.

Nota

Categorias
Destaque Séries & TV

Ultraman Z é a nova série da Tsuburaya Productions Co.

Foi anunciado a nova série Ultra no Japão e ela apresenta o discípulo de Ultraman Zero, um jovem super-herói de sangue quente. A série “Ultraman Z” será exibida na TV Tóquio às 9h, todos os sábados, a partir de 20 de junho de 2020. (também será exibida em outros canais da TXN Network a partir de 20 de junho de 2020 às 9:00)

Ultraman Z (esquerda) Ultraman Zero (direita)

Ultraman Zero comemora dez anos

Ultraman Z (pronuncia-se Zett) é o mais novo herói Ultra e acaba ajudando na comemoração de dez anos do Ultraman Zero por ser seu discípulo.

Z é um admirador de Zero e trabalhou duro para se tornar um membro da “Força de Defesa Inter Galáctica”.

Quem é o Ultraman Z?

O personagem que irá hospedar o Ultraman Z é Haruki Natsukawa (interpretado por Kohshu Hirano), um membro da força robótica anti-monstro “STORAGE”.

A vigésima quarta série de TV Ultraman Ultraman Z apresenta uma história na qual Z e Haruki crescerão juntos.

A história

Num passado distante, um monstro foi derrotado foi destruída após uma batalha devastadora. Hoje, as lascas desse poderoso inimigo ainda estão causando caos em todo o universo, enquanto os Ultra-Heróis lutam para restaurar a paz na galáxia, uma nova e misteriosa ameaça os usa.

E agora, esse ser maligno está se aproximando da “Terra da Luz”.

Ultraman Zero e seu discípulo, Ultraman Z perseguem essa ameaça e depois de uma batalha feroz, Z persegue o monstro sozinho, caminhando em direção à Terra …

Enquanto isso, na Terra, a força robô anti-monstro STORAGE foi formada para lidar com ataques de rotina de vários inimigos da Terra, e acaba de se juntar ao seu mais novo recruta, o jovem Haruki Natsukawa, de sangue quente.

Quando um monstro do espaço invade a Terra, Z e Haruki têm um encontro fatídico. Aqui começa a incrível história das batalhas de nossos dois jovens heróis!

Heróis Ultras que estarão na série!

Ultraman Z

Um novo Ultraman que olhou para Zero e se tornou seu discípulo, trabalhando duro para conquistar sua posição.

Embora Zero reconheça seu talento e potencial, ele diz que em seu estado atual Z (pronuncia-se Zett) é apenas “metade ou talvez um terço” Resistente e atlético, Z sempre opera com força total. Z também tem um lado humorístico, pois ele não está acostumado à cultura da Terra e às vezes usa palavras incorretamente.

Enquanto Z é inexperiente e ainda está em desenvolvimento, ele também é um herói apaixonado que ama a paz e a justiça mais do que ninguém.

Ultraman Zero

Mestre de Ultraman Z e filho de Ultraseven, Zero é um herói veterano que lutou em vários universos. Desde que Zero enfrenta frequentemente missões perigosas, seu mestre Ultraman Leo concedeu a ele o “Manto Ultra Zero”, que pode ser usado como escudo. A série começa, enquanto persegue os monstros que invadiram a Terra da Luz, ele foi pego na armadilha do inimigo e enviado para uma dimensão alternativa.

Haruki Natsukawa (23)

Haruki é um piloto novato de STORAGE, a força robótica anti-monstro. Um mestre do karatê, Haruki é educado e um atleta nato. Ele enfrenta tudo de frente e tem um senso de justiça extremamente forte.

Um dia fatídico, Haruki perde sua vida enquanto luta contra um monstro que veio para a Terra do céu. Sua vida é salva, no entanto, ao se fundir com Ultraman Z, e ele inicia uma batalha fatídica como um herói da justiça. ideais conflitantes sobre “vidas a serem protegidas” e “seres a serem mortos”, ele continua avançando enquanto luta com o Ultraman Z.

Ultraman Z

Estreia: 20 de junho

Horário: 9:00~9:30

Produção: Tsuburaya Productions, TV Tokyo, e Dentsu / Canais: TXN Network

Twitter: https://twitter.com/TsuburayaGlobal/

Fonte: Ultraman Galaxy

Categorias
Destaque Games

Resident Evil 3 já está disponível!

Reimaginado, Resident Evil 3 está de volta com gráficos atuais e com lançamento mundial. Este novo título da franquia que já vendeu 95 milhões de unidades traz a emocionante conclusão da saga de Raccoon City pela perspectiva de uma das mais icônicas heroínas dos games, Jill Valentine.

Raccoon City e sua população cambaleante foram recriadas em alta definição e com jogabilidade modernizada usando a RE Engine, anteriormente utilizada para criar títulos aclamados como Resident Evil 2, Resident Evil 7 biohazard e Devil May Cry 5.

Dois jogos em um

Se enganha que Resident Evil 3 vem sem extras, porque a Capcom incluiu o jogo multiplayer online assimétrico 4 versus 1 Resident Evil Resistance.

O jogo possui legendas em português brasileiro e está disponível em formatos físico e digital para PlayStation 4, Xbox One e em formato digital para Steam.

Um novo capítulo da saga

A narrativa de Resident Evil 3 circunda os acontecimentos do anterior Resident Evil 2. Acompanhe a fuga desesperada de uma cidade desolada, tomada por zumbis e outras terríveis criaturas. Em seu caminho está a bioarma praticamente indestrutível conhecida como Nemesis – um dos inimigos mais marcantes da série. Jill não está sozinha em seu plano de fuga – os jogadores também podem enfrentar um pouco do caos de Raccoon City no controle do aliado inesperado Carlos Oliveira, membro do Serviço de Contramedidas de Risco Biológico da Umbrella (U.B.C.S.), que está em missão para evacuar os civis.

Sobre Resident Evil Resistance

Além da campanha de Resident Evil 3 para um jogador, também está incluso Resident Evil Resistance, um jogo multiplayer online assimétrico 4 versus 1. Um grupo de quatro Sobreviventes deve trabalhar estrategicamente para escapar dos experimentos diabólicos conduzidos por um Vilão deturpado antes que o tempo se esgote. Cada um dos seis Sobreviventes selecionáveis possui armas e habilidades únicas para ajudar a equipe. Espreitando a cada canto está o Vilão, que maneja um deck de cartas para posicionar criaturas e bioarmas, colocar armadilhas e manipular o cenário para sobrepujar os Sobreviventes. Antagonistas notórios da série Resident Evil, incluindo Alex Wesker, Annette Birkin e Ozwell E. Spencer, também possuem seu estilo e características próprios. Pela primeira vez na série, no papel do Vilão, os jogadores podem controlar bioarmas lendárias como o temível Tirano e o mutacionado G-Birkin.

Jill Valentine em Atualização Gratuita

Resident Evil 3 e Resident Evil Resistance se encontrarão com a adição de Jill Valentine como uma Sobrevivente selecionável no jogo multiplayer em uma atualização gratuita programada para 17 de abril.

Lançamento no Brasil

Resident Evil 3 possui legendas em português brasileiro e está disponível em formatos físico e digital para PlayStation 4, Xbox One e em formato digital para Steam.

Categorias
Animê & Mangá Destaque Filmes

Revelado primeiro pôster dos dois novos filmes do Rurouni Kenshin

A Warner Bros. Japan revelou o primeiro pôster com o elenco dos dois próximos filmes da saga de Rurouni Kenshin no verão japonês (inverno brasileiro). Chamados de Rurouni Kenshin: The Final e Rurouni Kenshin: The Beginning, o pôster revela o elenco principal com ator Takeru Satoh reprisando como Kenshin Himura, Emi Takei de volta como Kaoru Kamiya , Munetaka Aoki como Sanosuke Sagara, Yu Aoi como Megumi Takani e Yosuke Eguchi como Saitoh Hajime. No pôster também temos Ryosuke Miura como Cho Sawagejo, Tao Tsuchiya como Misao Makimachi e Yusuke Iseya como Aoshi Shinomori. Entre as substituições do elenco temos Onishi como Yahiko Myojin, substituindo Kaito Oyagi.

Novo elenco para reconstruir o passado do Kenshin

Kasumi Arimura será Tomoe Yukishiro, que foi o primeiro amor de Kenshin e a irmã mais velha do futuro vilão Enishi Yukishiro, interpretado por Mackenyu.

Além deles, temos Takuma Otoo foi escalado como Woo Heishin, o segundo do comando de Enishi e o senhor do crime de Xangai.

No quinto filme da saga, Rurouni Kenshin: The Beginning teremos o ator veterano Kazuki Kitamura que será Tatsumi, líder de um grupo que tentou assassinar Kenshin durante o Bakumatsu.

Takeru Satoh, muito além do Kenshin

Ryotaro Nogami em Kamen Rider Den-O de 2007, Takeru Satoh virou a cara do cinema japonês em adaptações de animê e mangá na forma de live action com Bakuman, BECK e Inuyashiki.

Ano passado, o ator depois de um bom tempo longe do universo Kamen Rider, acabou sendo uma das enormes surpresas no filme Kamen Rider Zi-O.

A trilogia Rurouni Kenshin arrecadou no Japão 12,5 bilhões de ienes somente de bilheteria. Mesmo com esse sucesso todo, a trilogia foi lançada no Brasil apenas em Home Vídeo, trazendo duas dublagens, uma com elenco do animê e outra que talvez combine com os atores.

O retorno da banda ONE OK ROCK

Parte do sucesso dos filmes está na trilha sonora e ONE OK ROCK estará de volta com dois novos singles sendo temas desses novos dois filmes.

Lançamento nos cinemas japoneses

Rurouni Kenshin: The Final chegará aos cinemas em todo o Japão em 3 de julho de 2020, e Rurouni Kenshin: The Beginning abrirá em 7 de agosto de 2020.

Fonte: Tokusatsu Network