Categorias
Cultura Pop

Tragédia no Japão! Faça a sua parte!

article-1365229-0D919A7B000005DC-904_634x439

O JWave vem acompanhando a desgraça que atingiu o Japão nessas últimas horas e sendo um site que também fala de notícias japonesas, decidimos abrir aqui um canal de comunicação com pessoal que gosta e aprecia a cultura japonesa, como também brasileiros que visita o nosso site.

Para qualquer socorro ou emergência no Japão, a empresa Bricks abriu uma linha de comunicação nos idiomas português e espanhol. Se você reside no Japão e precisa de ajuda, ligue para o número 05058147230.

Muitos brasileiros têm falado que telefone, energia elétrica e gás não estão funcionando em diversas cidades por lá. Nesse caso, a melhor forma de entrar em contato é com a Embaixada brasileira em Tóquio pelo e-mail comunidade@brasemb.or.jp

Para acompanhar as trasmissões ao vivo das emissoras japonesas, temos os seguintes links:

Fuji TV
http://www.fujitv.co.jp/index.html

TBS
http://www.ustream.tv/channel/tbstv
48wdp3kjyi8r3o9go8vglrw0l

Entre os brasileiros que estão escrevendo e informando em tempo real sobre o que vem acontecendo no Japão, temos o amigo Alexandre (@mauj77) com o blog Lost in Japan. Ele vem atualizando o blog por toda a madrugada, informando a comunidade brasileira sobre essa tragédia no Japão.

Para acessar o blog acesse http://lostinjapan.portalnippon.com/

O Marcio Lima (@preda2005) postou um vídeo que mostra o momento que o terremoto atingiu a Fuji TV.

http://yfrog.com/3m9rsz

Nesse post, também devo agradecer e recomendar aos brasileiros que residem no Japão e que vem falando no twitter sobre o que vem ocorrendo por lá.

@reshimura
@Coganerd
@HideoPN
@wadoludo
@mauj77
@JPdeOliveira
@Preda2005

O site Made in Japan também está cobrindo sobre a tragédia e o alerta do tsunami em 30 países, que são: Rússia, Ilhas Marcus, Ilhas Marianas do Norte, Guam, Ilhas Wake, Taiwan, Yap, Filipinas, Ilhas Marshall, Belau, Ilhas Midway, Pohnpei, Chuuk, Kosrae, Indonésia, Papua Nova Guiné, Nauru, Ilhas Johnston, Ilhas Salomão, Kiribati, Howland-Baker, Havaí, Tuvalu, Ilhas Palmyra, Vanuatu, Tokelau, Ilhas Jarvis, Wallis-Futuna, Samoa, Samoa Americana, Ilhas Cook, Niue, Austrália, Fiji, Nova Caledônia, Tonga, México, Ilhas Kermadec, Polinésia Francesa, Nova Zelândia, Pitcairn, Guatemala, El Salvador, Costa Rica, Nicarágua, Antárctica, Panamá, Honduras, Chile, Equador, Colômbia e Peru.

Para acompanhar tudo referente a esse acidente, também acesse: http://madeinjapan.uol.com.br
article-1365229-0D92C65B000005DC-970_634x628

As principais mídias internacionais vem divulgando o que acontecendo no Japão:

Terremoto devastador atinge o Japão

Tsunami mata centenas no Japão

Over 400 passengers feared dead as bullet train and cruise ship go missing in massive tsunami generated by Japanese mega-quake

Japan earthquake live blog: Radiation level rising in nuke plant, Kyodo reports

Japão: Tóquio vive dia de caos e pânico após terremoto

Forte terremoto e tsunami atinge o Japão

Esperamos que dessa maneira, o JWave tenha colaborado e dar força à todos que precisem.

Categorias
Na Mídia

Na Calçada #36 – Mundo Bizarro!

Essa semana estivemos no podcast Na Calçada e estamos divulgando aqui no JWave

————

Eeeeeeetá no ar mais um Na Calçada!!!

Nesta semana tivemos uma gravação bizarra sobre temas bizarros com @stuntsbr e a dupla do JWave @juba_kun e @calliban .

Tente entender o que o pessoal fala e decifre os temas entra muitas e muitas risadas!

Para ilustrar, abaixo alguns links para ilustrar e edificar o seu fds!!

Amiga do Juba: 1 2 3 4

Cosplays +18 NSFW

Se você gostou ou não, comente!!! Sério pessoal, estou seriamente pensando em parar com o cast por falta de feedback. Por isso, COMENTE! mande e-mail paponacalcada@gmail.com

Siga-nos no twitter
@nacalcada
@thiagoiorio
@camisbarbieri
@Thata_poa

Ótimo fds! Beijos!

Categorias
Na Mídia

Free Talk Pro #04 – Freelancer, Japão e outras histórias


Essa semana, o Giuliano Peccilli (Juba) foi entrevistado pelo o Almighty no podcast Free Talk Pro do site Profissional de Bermuda e estamos divulgando aqui no JWave.

————————-

Se você nunca ouviu este podcast, ouça o episódio #00 antes clicando AQUI.

Juba (JWave) relata um pouco de sua experiências de freelancer em jornais e revistas, além da experiência de passar dois meses no Japão.

E mais: conheça algumas coisas peculiares sobre trabalhar no Japão e das vantagens de se morar lá.

Duração: 21 minutos

Vocabulário:
Animê – desenho animado japonês.
Shurato – animê transmitido pela extinta Rede Manchete.
Dorama – seriado japonês.
Tokusatsu – seriados de heróis japoneses vestidos com roupas e armaduras ridículas (Jaspion, Changeman, Ultraman etc).
Kanji – “letras” japonesas, representadas por centenas de símbolos legais.
Evangelion – o melhor animê do universo.

Siga no Twitter:
@almightypro
@juba_kun
@jwavecast
@prodebermuda

Comente no Twitter com #freetalkpro

Críticas? Sugestões? Comente abaixo, deixe uma mensagem no Twitter ou envie um e-mail para almighty@profissionaldebermuda.com

Categorias
Música

Utada Hikaru envia mensagem de apoio as vítimas de desastre no Rio de Janeiro!

2


O forte temporal que atingiu o Estado do Rio de Janeiro na terça-feira (11) deixou centenas de mortos, e milhares de sobreviventes desabrigados e desalojados, principalmente na região serrana.

Utada Hikaru mandou uma mensagem via Twitter, de apoio as famílias das vítimas:
2


“Ouvi falar de inundações na região Serrana do Brasil. Eu rezo para a segurança de todos Minhas condolências às famílias dos falecidos.

Leia mais sobre o ocorrido, aqui! (via Portal R7)

Confira outras notícias sobre a Utada Hikaru, acesse Top Japan!

Agradecimentos a Matheus do Orkut e R7!

Categorias
Séries & TV

Primeiras imagens no Japão da nova novela das sete ”Morde Assopra”

mordeA gravação da nova novela das sete está a todo vapor para substituir TiTiTi e dessa vez, a nova novela do Walcyr Carrasco aborda o Japão, o que gerou enorme polêmica entre os otakus no twitter (com o anúncio da novela).
morde-solanoOs atores Mateus Solano e Adriana Esteves, Bárbara Paz, Paulinho Vilhena, Michel Bercovitch, Luana Tanaka e Camila Chiba estão no Japão para uma gravação de 15 dias em que serão usadas cenas durante a sua exibição. Assim os atores que estão filmando em pontos turísticos do país como Torre de Tóquio, Monte Fuji, Jardim do Palácio Imperial e outros lugares.
mateusA história tenta fugir dos clichês tradicionais de novelas brasileiras, porém não chama atenção. Tal ousadia em trazer dinossauros e robôs pra uma novela pode acabar gerando um produto final do nível de Caminhos do Coração da Rede Record. Tirem suas conclusões.

A história (Rede Globo)
adriana-estevesO cenário deslumbrante é palco do grande sonho da paleontóloga Júlia (Adriana Esteves), que está no local à procura de fósseis de uma nova espécie pré-histórica para finalizar sua tese de doutorado. Um outro sonho, bem diferente, também leva Ícaro (Mateus Solano) ao Japão.

Ele vai à terra do sol nascente conhecer novas tecnologias para tentar criar um robô semelhante ao ser humano, na esperança de recuperar o amor de sua vida, Naomi (Flávia Alessandra). Um encontro casual une estes dois brasileiros mudando o destino de Júlia.

Após sofrer uma série de perdas do material recolhido durante as escavações no Monte Fuji, a paleontóloga vai a Tóquio para obter mais recursos e continuar a sua pesquisa no Japão.

Mas, ao cruzar o seu caminho com o de Ícaro, Júlia descobre que a solução para os seus problemas está em seu país natal, mais precisamente no interior de São Paulo. Ícaro revela para a jovem que na cidade onde vive foram descobertas recentemente várias ossadas de animais pré-históricos de 90 milhões de anos.

Os olhos de Julia brilham e ela vê nesta oportunidade a chance de realizar o maior feito de qualquer pesquisador: descobrir uma nova espécie de dinossauro! E assim começa uma amizade que atravessará o mundo e protagonizará muitas aventuras e confusões na peculiar Preciosa. O que Julia ainda nao sabe é que nesta cidade ela conhecerá o grande amor de sua vida, Abner (Marcos Pasquim).

Opinião
barbarapazO autor Walcyr Carrasco não costuma errar em seus trabalhos, mas trazendo inspiração a uma viagem que fez para lá, ele promete abordar diferenças culturais e tecnologias com seu tradicional toque de humor.

Particularmente, tudo que é referente ao Japão, normalmente fica caricato nas telas brasileiras, assim esperamos que Walcyr Carrasco não cometa isso.

Vale lembrar que já faz 10 anos que o Japão não aparece nas novelas brasileiras, sendo a última vez em “Laços de Família” de 2000.

Fonte: Rede Globo

Categorias
Críticas de Filmes Críticas e Reviews

Crítica | Scott Pilgrim VS O Mundo

Aceitando o convite do Juba vou passar a postar reviews de filmes para os leitores do JWave. Como sou um rato de Cinema para mim será um prazer.

Para começar,o filme que causou muita raiva, revolta, choro,Muitos Xingamentos no Twitter e afins pela internet finalmente desembarcou nessas nossas terrinhas tupiniquins. Mas valeu a pena a espera?PLAYER SELECT!

Scott Pilgrim(Michael Cera) é apenas um rapaz de 23 anos que mora no Canadá e tem uma vidinha até que relativamente normal: Tem uma banda de garagem com a qual sonha fazer sucesso,Namora com Knives Chau(Ellen Wong)uma chinesinha de 17 anos,divide um apartamento com um amigo gay..nada de muito especial pelo menos até conhecer e se apaixonar por Ramona Flowers (Mary Ellizabeth Winstead)uma bela garota que adora mudar a pintura do cabelo.Mas não é por isso que a vida de Pilgrim será cheia de flores,muito pelo contrário;É aí que a vida de Pilgrim vira de pernas pro ar. O problema é que para poder ficar com a garota, Scott terá de derrotar(Na porrada mesmo) os 7 ex-namorados dela que formam a auto intitulada “Liga dos Ex-Namorados Malvados”. E conforme vamos conhecendo cada um deles percebemos que não é só a cor do cabelo que a Ramona gosta de variar já que entre os namorados temos desde um vegetariano convicto,passando por astros de cinemas com egos super inflados ,Gêmeos e até uma garota(Moderninha ela não?).Pobre Scott…

ROUND ONE..FIGHT!

A “batalha ” do filme começou antes do filme estrear no Brasil. Scott Pilgrim vs o Mundo estreou nos EUA em Agosto e não foi bem nas bilheterias.Como o filme é uma adaptação de uma série de quadrinhos fora do Eixo Marvel/DC, tem um nicho mais específico de fãs e acabou não chamando a atenção do grande público.

Com o fracasso por lá a Paramounth Brasil acabou por cancelar a estreia do filme aqui no Brasil foi quando entrou em cena o Thiago Siqueira do site Cinema com Rapadura e do Rapaduracast começou uma campanha no Twitter pedindo que os fãs se manifestassem pedindo a estreia aqui também. Campanha essa que chegou até os executivos da Paramounth e o filme foi enfim confirmado, primeiramente para Outubro, depois sendo adiado para Novembro. O problema é que o filme só foi lançado em três salas aqui em São Paulo(Além de algumas exibições no festival do Rio mês passado) com a promessa de que “depois” iria para outras cidades. Só esquecem que o Blu-Ray do filme já foi lançado lá fora e com a facilidade da compra Online muitos estão optando por essa saída.Isso sem mencionar os downloads. Segundo o Jurandir Filho(também do já citado Cinema com Rapadura) 3.225 pessoas assistiram à Scott Pilgrim no fim de semana de estréia (naquelas 3 salas) enquanto que a legenda do filme teve 14 Mil downloads..Pois é..parabéns aos executivos que sabem mais que todos nós.ROUND TWO!! FIGHT!

Mas deixando a inteligência do distribuidor brasileiro de lado vamos ao que interessa: O filme.

Só avisando que,assim como The Walking Dead,eu não li nada dos quadrinhos de Scott Pilgrim então tudo que eu falar será o que eu vi no filme.

Muitos tratam Scott Pilgrim como uma história de amor,romance e essas besteiras. Eu preferi encará-lo como um filme de aventura nerd sem noção com muita porrada(Se fosse do outro jeito,eu jamais conseguiria ver).

A primeira coisa que chama atenção no filme é a tonelada de citações a games, filmes, músicas e etc(Dizem que no quadrinho isso é elevado à décima potência). Outra coisa que acaba completando a primeira são os efeitos especiais.Caramba! Como são bem feitos.. Onomatopéias aparecem a todo momento dando um clima de quadrinhos, sons de Video-Games trilha sonora bem encaixada complementando o que a cena pede.

Todas as lutas contra os Exs são ótimas e bem desenvolvidas. Gostei em especial a do Lucas Lee, personagem interpretado por Chris “Tocha Humana/Capitão América” Evans.Mas as outras também não ficam atrás.

Quanto aos personagens, Michael Cera está muito bem no papel de Scott deixando-o bem carismático(a meu ver, uma característica imprescindível em um personagem principal). Não fui muito com a cara da Ramona..ok, ela é bonita e tudo mais que vem no pacote, mas eu JAMAIS trocaria a Knives por ela(Fraco por Asiáticas).Por falar na Chinesinha, ela rouba a cena em vários momentos. O resto dos personagens secundários eu achei meio descartáveis. Tanto é que não lembro do nome de nenhum deles.

A parte de humor do filme(que não são poucas) não destoam da história e são de um tipo de humor que ainda me faz rir .Nada como o tipo de humor escatológico que parece fazer sucesso atualmente.FINAL ROUND…FIGHT!!

Mesmo que eu tenha gostado muito de Scott Pilgrim Vs o Mundo,achei o hype criado em cima dele exagerado demais. Claro, o filme é ótimo mas nada que vá mudar sua vida. É apenas diversão descompromissada . O único defeito que encontrei no filme, além da falta de profundidade dos personagens secundários como já dito,é que achei as coisas muito corridas. Me disseram que precisa ler os quadrinhos pra aproveitar tudo. Eu até entendo que é impossível transpor 100% de uma obra quando adaptada para o cinema,mas está aí o Kick-Ass que prova que um filme pode ser competente ao transpor sua história original ao ponto que um “leigo” nos quadrinhos não fique com impressão de que faltou algo.

K.O!

Mesmo assim Scott Pilgrim é um filme imperdível para qualquer um que busque ter alguns momentos de diversão. Se você é fã de romance, pode tentar ver o filme pela ótica romântica que comentei no início quem sabe não aproveitará mais? Mas seja você fã ou não, se tiver oportunidade veja Scott Pilgrim Vs o Mundo.Com certeza não irá se arrepender.

PERFECT!


Postado por Macgaren do Blog Clarim Diário

Categorias
Na Mídia

Dimensão Nerd #107 – Ispartacusdeispártacus

Essa semana, eu participei do Dimensão Nerd e estou divulgando aqui o podcast da Kombo Cast.

Apresentado por Bárbara Góes, Rafael Pepe e Tiago Andrade.

Comentários de Cleverson, Giuliano Peccilli, Lucas Stunts e Thiago Iorio.

 

No meio das notícias da semana temos santistas revoltados, maratonas de Trem da Alegria, fetiches confessados, desenhistas de lua, o Ouvinte do Mês e a razão pela qual Compadre Washington tem o melhor emprego do mundo. E porque um dos âncoras ausentes correu pra fila do cinema?

No Kombo Lounge temos um trecho do Contagota #1000.

Notícias do Período de 18 a 24 de setembro de 2o1o

Este programa dura 61 minutos

Mande suas mensagens para o twitter @dimensaonerd, aqui nos Komentários ou no e-mail dimensaonerd@gmail.com.

Categorias
Na Mídia

Podcast especial 60 anos de quadrinhos Disney no Brasil


Aproveitando na maior cara-de-pau o espaço cedido pelo Juba estou postando aqui a primeira edição de um Podcast que lancei essa semana no meu blog pessoal,o Clarim Diário.

Para quem não sabe, no último mês de Julho a revista Pato Donald completou 60 anos de publicação ininterrupta no Brasil e por consequente a própria Editora Abril também completa 60 anos já que a publicação do Pato foi a primeira da então estreante Editora.

Então pra comemorar a data Eu me reuni com dois amigos e também fãs da Disney, o Guilherme (Corto Maltese) e o Lucas(L) e durante uma hora e meia,batemos um papo sobre esses 60 anos. Mas não nos prendemos apenas aos quadrinhos. Falamos dos desenhos, criadores e algumas histórias preferidas de cada um.

Sei que a publicação deste cast está atrasado apesar de termos gravado em Julho só está saindo agora porque uns planos que nós tínhamos não deram certo.

Essa é uma edição Piloto,a qualidade em alguns momentos deixa a desejar mas se a aceitação for boa no futuro pretendo lançar outras edições sobre outros assuntos.

Então escutem e deixem suas opiniões e críticas nos comentários. Ou se preferir mande e-Mail para blogclarimdiario@gmail.com. ou pelo Twitter @Clarim_Diario ou @macgaren .

e não liguem pra minha voz de taquara Rachada.

Para ouvir clique Aqui .

ou se preferir,pode fazer o Download(clique com o direito e escolha “Salvar como” ).

Links comentados durante o Cast:

Árvore genealógica da família Pato

Pintura do Barks com a Margarida Olhando para o Gastão

Macha Negra sem o capuz

Agradecimentos ao Juba-Kun pela Imagem que abre o Post o/

Categorias
Música

Curiosidades sobre a viagem da Koda Kumi no Brasil!

Image Hosted by ImageShack.us

É pessoal, semana passada, vários boatos no twitter, sobre a cantora estar no Brasil, mas ninguém sabia realmente se era verdade ou mentira.

E sim, a cantora esteve no Brasil semana passada, e segundo o site Kumi Brasil, ela ficou hospedada no hotel Portinari Design Hotel, em Copacabana. Ela e a equipe dela, reservaram, 15 apartamentos desse hotel, ficando hospedada por lá desde o dia 31 de agosto. O valor médio da diária de cada apartamento por dia era de R$365,00.

Oficialmente, nada foi comentado sobre o que a cantora veio fazer no Brasil, porém foi especulado um novo photobook e a gravação de um videoclipe. O fotógrafo Leslie Kee (que fez o primeiro photobook dela) também está no Brasil e provavelmente tirou fotos da cantora. Segundo o fotógrafo, os lugares para o ensaio, foram: Ipanema, Ilha Grande, Paraty e a favela Cidade de Deus.

Sobre o videoclipe, foi comentado sobre a cantora ter gravado no centro do Rio de janeiro, com passistas de uma escola de samba. A passista Diana Barroso, comentou sobre a produção em seu twitter, prometendo fotos do dia da gravação.

Porém, tudo isso parecia uma grande mentira, até aparecer algumas fotos dela aqui no país.
Lógico que até agora, nada confirmado, e esperamos que a Avex divulgue fotos sobre essa viagem da cantora no Brasil. Como sempre, cantores vem na miúda pro país, como foi o caso da BoA que gravou uma série de comerciais pra celular no Rio de Janeiro.

Pra quem é fã de Koda Kumi, realmente foi algo bem inusitado. Gostariamos de ter um show dela no Brasil, mas talvez hoje, ainda não somos um país interessante comercialmente, para rolar um show dessa cantora por aqui. Isso não muda que gostariamos de ver ela pessoalmente, então sortudo o pessoal do Rio de Janeiro que conseguiu encontrar ela por lá.

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us
Image Hosted by ImageShack.us
Image Hosted by ImageShack.us
Image Hosted by ImageShack.us

Fonte: Kumi Brasil

Categorias
Na Mídia

Dimensão Nerd #97 – Prece para Assédios Pastilhosos Lee

Hoje saiu minha participação no podcast Dimensão Nerd, sobre as notícias da semana passada.

Espero que gostem do podcast do pessoal que criou o Kombo Podcasts.

APRESENTAÇÃO DE: Tiago Andrade

COMENTÁRIOS DE: Bruno Urbanavicius, Giuliano Peccilli, Mariana “Shuberry” Dias, Ricardo Pinheiro e Thiago Miani.

E AINDA: as estreias de cinema com Cid Moreira Mano Dorgas Lol com sua amiga Jabulani.

NESTE PROGRAMA TEMOS: deuses, Tubaína, o que provoca assédio, Beiçola, rotatividade, o que é divulgação boca a boca, freadas e uma pessoa cantando (adivinhem quem!).

NOTÍCIAS ENTRE: 11 e 16 de julho de 2o1o.

DURAÇÃO: 60 minutos

Categorias
Críticas de Séries Críticas e Reviews

Crítica | Sunao ni Narenakute

Image Hosted by ImageShack.us
Essa foi uma série que acompanhei cada anúncio da televisão japonesa, seja do elenco, da roteirista, e talvez o motivo que tenha tornado ela mais conhecido foi ela abordar o Twitter.

Particularmente como fã de doramas, Sunao ni Narenakute tinha algumas coisas que se destacava de outras séries da mesma temporada, que foi ter os mesmos produtores de Last Friends, uma série que marcou muito, e outra coisa ter os mesmos atores de Last Friends, que foi o Eita e a Juri Ueno. Porém, outro detalhe pouco divulgado, e fundamental pra mim foi o retorno da Kitagawa Eriko aos doramas, sua última série tinha sido Tatta Hitotsu no Koi em 2006. E o que tem de especial da Kitagawa Eriko? Bom, ela assinou a maioria dos doramas que estão na minha Top List de favoritos como: Asunaro Hakusho, Long Vacation, Beautiful Life, Sora Kara Furu Ichioku no Hoshi, Orange Days e o próprio Tatta Hitotsu no Koi, portanto quem é fã dela, esperava esse retorno há muito tempo.
Image Hosted by ImageShack.us

Nas semanas perto da estréia, veio as notícias como a participação do membro do Tohoshinki, Hero JaeJoong, como também que a banda WEAVER cantaria a música tema da série. Será que a série seria boa mesmo?
Image Hosted by ImageShack.us
A história

Sunao ni Narenakute começa já numa correria, aonde conhecemos Nakajima Keisuke correndo desesperado atrás de alguém e depara com uma porta trancada e ensangüentada. Logo somos informados que essa é uma cena no futuro e que estamos voltando para o começo da história.

Recebemos um breve resumo sobre o que é Twitter, uma mídia social que virou a moda do mundo inteiro, inclusive no Japão.

Assim começa o dorama que apresenta quatro amigos que se conheceram via Twitter e que marcaram de se conhecer em um pequeno bar em Tóquio.

No caminho do encontro no bar, Nakaji acaba se esbarrando com a Haru, uma professora substituta e insegura, que ao se esbarrar com ele, acaba gerando uma cena engraçada, sendo chamada de tarada por ele.

Chega à hora de se conhecerem, Haru insegura acaba levando a amiga Hikari por insegurança. Assim, Haru e Hikari conhecem o jornalista Linda e o coreano DOCTOR. Lembrando que todos estão usando seus Nicks de twitter, com a exceção da Hikari que não usava Twitter, mas decide começar a usar a partir desse encontro.
Image Hosted by ImageShack.us
Haru e Nakaji acabam indo embora juntos por morarem perto, enquanto DOCTOR, Hikari e o Linda acabam saindo para beber em outro local. DOCTOR vai embora esperando que Nakaji e Haru sejam só amigos, enquanto Hikari seduz Linda para dormirem juntos.

Conhecemos a mãe de Haru, a Sachiko e o pai de Nakaji, Takashi que tem uma estranha amizade e também conhecemos o irmão da Haru, o Shu que é um jovem não consegue achar emprego e acaba virando drogado dentro de casa, escondendo isso da irmã e da mãe.

E assim também somos apresentados a estranha relação de Nakaji com uma mulher casada, a Kiriko, um amor do passado que se casou para ajudar a família, porém ama Nakaji, mesmo ele sendo um fotografo não bem sucedido.
Image Hosted by ImageShack.us
Enquanto isso, Hikari descobre que está grávida e o suposto pai rejeita a criança, achando que ela é uma garota fácil e poderia não ser dele o filho. Ela decide na dor renascer como uma pessoa melhor, pedindo que todos a chamem de Peach, mesmo apelido que ela usa no Twitter.

Haru e Nakaji por morarem próximos sempre se encontram numa loja de conveniência e tem uma amizade que gera ciúmes da Kiriko que não aceita que Nakaji namore outra pessoa. O que faz Nakaji acreditar numa chantagem da Kiriko que corta seu braço com um pedaço de vidro, acusando a Haru.

DOCTOR acredita que fez seus primeiros amigos no Japão, trabalhando numa empresa que produz aparelhos para hospitais, vive o preconceito e o não reconhecimento na empresa que trabalha. Ele também tem uma irmã mais nova, a Minha que estuda na mesma escola que a Haru da aula.
Image Hosted by ImageShack.us
A vingança contra uma professora

Linda que entrou no grupo para fazer uma matéria para a revista em que trabalha, sofre assédio sexual de sua chefa, Mariko. E tenta resistir às cantadas, porém, analisando a situação de seus amigos, decide usar essa brecha criada pela sua chefa para ajudar eles.

Assim Linda decide ajudar DOCTOR a fazer um folder para a empresa em que trabalha, como também decide falar com seu pai que é dono de um hospital para ajudar seu amigo. O folder que tem a ajuda do Nakaji nas fotos, redação da Haru, acaba sendo roubado por outro funcionário da empresa, porém Linda consegue fazer seu pai fechar negócio com a empresa que o DOCTOR trabalha.

Enquanto isso, conhecemos o aluno Kenta que é um dos mais espertos da sala que a Haru da aula, sempre corrigindo ela. Isso acaba gerando um mal-estar entre ela e o diretor da escola. Kenta também descobre o twitter da Haru e quer se vingar dela, além de vender drogas pro irmão dela, o Shu.

Haru não desconfia de nada, porém decidi vigiar Kenta e acabando descobrindo no topo de um prédio, aonde ele reúne seu bando e vende drogas. Os amigos de Kenta tentam molestar a Haru que usa o celular para twittar um pedido de socorro.

Nakaji e o DOCTOR tentam rastrear onde a Haru está, indo atrás dela, porém a Peach também pede socorro, o que faz DOCTOR ir sozinho para encontrar a Haru.

Batendo e apanhando também, DOCTOR acaba salvando Haru, que ao segurar ele, recebe um pedido de namoro dele.

Enquanto isso, Peach está tendo um aborto natural e Nakaji a leva para o hospital, porém é tarde demais. Os sonhos da Peach em se tornar uma mãe solteira se desmancham, numa mistura de dor e decepção, porém ela tira a conclusão que talvez seja melhor assim.
Image Hosted by ImageShack.us
O namoro com DOCTOR

DOCTOR acaba quebrando a cara, ao pedir Haru em namoro num dos encontros do grupo. Assim, discretamente, ele acaba pedindo numa outra situação e Haru aceita meio tímida e relutante.

Nakaji decide comprar um anel para Kiriko, porém ela não aceita, como também revela que seu marido contratou um detetive que tirou fotos dela com ele. Não querendo perder o casamento, Kiriko não só não aceita o anel, mas pede para nunca mais se verem, contando que era mentira o lance da Haru ter a machucado.

DOCTOR decide levar Haru para a casa dele, o que faz Minha reconhecer a Haru, além da Haru descobrir um pouco da cultura coreana ao lado do DOCTOR e da Minha.

Haru e Nakaji mesmo sendo só amigos acabam gerando ciúmes do DOCTOR que não entende como ela não se abre com ele, porém com Nakaji, ela está sempre sorrindo.

Linda consegue fazer Nakaji virar fotógrafo da revista em que trabalha, fazendo Nakaji largar ensaios pornográficos e sensuais que tirava foto antes, agora sendo reconhecido como fotógrafo de verdade.
Image Hosted by ImageShack.us
A última viagem de nossas vidas

Para comemorar, Linda sugere uma viagem à praia com direito a churrasco e muitos fogos de artifício. É uma festa que o telespectador sabe que são as últimas deles todos juntos, porém não sabemos o motivo que vai gerar essa separação.
Image Hosted by ImageShack.us
Spoiler
Obs: Se você não deseja saber a reta final da série pule até o final da parte Spoiler

Minha pede para o DOCTOR ler a carta da mãe deles, mesmo mandando várias, DOCTOR nunca quis ler, porém dessa vez, a mãe deles diz que o pai deles está doente e que eles precisão voltar, para ele assumir a empresa do pai.

Assim, DOCTOR pede para Haru largar tudo e ir com ele para a Coréia conhecer seus pais. Porém a Haru não está tão convicta, recebendo a recomendação do diretor em tentar um emprego em outra escola, ela está estudando para passar no exame da outra escola.

Enquanto isso, Takashi vai para o hospital com a ajuda da Sachiko e Nakaji acaba descobrindo que seu pai está com câncer. Sachiko revela que Takashi foi um amor da vida dela quando era solteira e um dia eles se encontraram na rua, desde então viraram amigos e conversam sobre suas vidas.

Um dos encontros no bar, Haru vai embora mais cedo, DOCTOR decide fazer Nakaji ficar longe dos dois, contando a mentira que o relacionamento dele com Haru esta bem séria, dando a entender que os dois já tinham ido para a cama. Nakaji não só acredita como bebe acima da conta.

Peach leva Nakaji para casa, porém Peach carente pede que o Nakaji fique com ela, dando entender que os dois dormiram juntos. No dia seguinte, Haru vai à casa de Nakaji e encontra o brinco da Peach, que logo encontra os dois, e pede desculpas pra Haru, dizendo que não aconteceu nada.
Image Hosted by ImageShack.us
Haru acaba não passando no exame e decide ir pra Coréia conhecendo os pais do DOCTOR, enquanto isso Nakaji dorme de cansaço no apartamento do Linda, que beija o pescoço do Nakaji, revelando pro público que é gay e que é apaixonado pelo Nakaji.

Nakaji acorda assustado e Linda foge de tentar contar a verdade pra ele, como também não vai trabalhar, preocupando a todos.

Um dia fotografando, Nakaji recebe uma ligação estranha do Linda que pede desculpas e fala a verdade sobre a atração dele. Nakaji que ao desligar fica desconfiado que tem algo errado e corre desesperado até o apartamento de Linda.

Somos apresentados a mesma cena que abriu a série, uma porta cheia de sangue, porém dessa vez, sabemos que Linda tentou se suicidar cortando seu pescoço.

No hospital, todos vão para apoiar o Linda e a mãe dele revela que ele sempre guardou seus problemas pra ele. Percebemos que enquanto Linda tentou ajudar todos, a verdade é que ele nunca revelou seus problemas, para que seus amigos o ajudassem.

Nakaji revela as fotos da festa na praia e tenta animar o Linda, porém ao chegar no hospital, ele está passando mal e é levado para a mesa de cirurgia. Ele não resiste e morre, porém a mãe dele entrega seu celular para Nakaji, dizendo que Linda havia deixado recado para todos os seus amigos, ali.

Linda mesmo amando Nakaji sabia que ele tinha que ser feliz com a pessoa que ele achasse certo, assim Nakaji corre para o aeroporto para tentar impedir o embarque da Haru com DOCTOR para Coréia.

Haru diz que sente muito e entra no corredor para embarcar para a Coréia, porém na sala de embarque, DOCTOR e Haru conversam, e ele a libera de viajar com ele.
Image Hosted by ImageShack.us
Em casa, Naru conta para a mãe dela o que anda acontecendo, sendo que amar não é algo fácil de escolher e de saber.

Nakaji ao encontrar seu pai, recebe uma passagem para o Iraque, para ele tirar fotos que pudesse se orgulhar para o resto de sua vida. Ele sempre teve orgulho de seu pai por fotos tiradas em guerra, era hora de ele tirar suas próprias fotos.

Arrumando as coisas, Nakaji embarca para o Iraque, enquanto Haru corre atrás dele, mas agora é tarde demais, ela não consegue impedir o embarque dele.

A vida continua, DOCTOR volta para o Japão, comentando sobre a viagem e que vai ficar por lá na Coréia, para cuidar da empresa do seu pai.

Haru se esforça e estuda para passar de um novo exame em outra escola, sendo que dessa vez passa. Ela também descobre que seu irmão é drogado e leva para uma clínica antidrogas, depois de uma discussão da mãe dela com ele.

O tempo passa e um dia Haru encontra Nakaji na mesma ponte onde eles passaram alguns momentos juntos no passado. Será que agora Haru será feliz? Isso só telespectador vai saber.

Fim do SPOILER

Image Hosted by ImageShack.us
Algumas considerações sobre a série (tem spoilers)

Mesmo trazendo todo enfoque que a série seria sobre Twitter, Sunao ni Narenakute trouxe uma história original de cinco amigos que são diferentes e aprenderam a se tornar um grupo pra toda vida.

Para quem esperava um foco maior no twitter, aqui trouxe o uso do cotidiano. Foi bem sacado, e como podíamos imaginar, Twitter acabou se tornando coadjuvante de uma série que ganhou alarde em torno disso.

Eu não vou negar que em Sunao ni Narenakute, eu torci para Haru ficar com DOCTOR, porém quando os dois começaram a namorar eu entendi que algo estava errado. Talvez esse seja o mesmo problema da série Hotaru no Hikari, você imagina que será feliz com uma pessoa o resto da sua vida sendo que quando a consegue, descobre que não é bem assim e que existe história depois do “felizes para sempre”.
Image Hosted by ImageShack.us
Sobre a viagem do Nakaji, para mim foi a solução da autora dele ter sua redenção, como se “purificar” por todo mal que ele fez a Haru. Não queria que ele ficasse com ela, porém essa redenção me fez reavaliar o personagem, acreditando que a Haru sempre o amou e que agora ele está pronto para namorar com ela.

Uma das grandes surpresas foi o Linda ser gay, um amigo já tinha me avisado isso logo no terceiro episódio, porém eu não peguei, já que ele havia ficado com a Peach, depois havia ficado com a sua chefa. Também não esperava que ele fosse o personagem que iria morrer dos cinco amigos, o que acabou tornando trágica a história de amor dele por Nakaji.

A série Sunao ni Narenakute pode não ter sido excelente, e em muitas partes parece que teve seu roteiro alterado, deixando coisas pendentes para trás. O personagem Shu, irmão da Haru foi muito mal explorado na série, como também o arco que o amigo dele, que é aluno da Haru, acabou de forma brusca e não se citou mais o assunto, apenas uma ligação do personagem para ela num episódio mais a frente.

Outra mudança talvez no ponto de vista moral foi o lance da mãe de Haru e o pai de Nakaji se conhecerem e dar entender que eles tinham um caso. O pai de Haru nunca foi mostrado, se sabe apenas que ele trabalha em outra cidade, porém se a autora desejava que Haru e Nakaji ficassem juntos, não daria pra colocar a mãe dela tendo um caso com o pai dele. Pra mim não rolou no final, falar que ambos são só amigos, não depois de tantos momentos que eles tiveram durante a série.

Uma personagem incompreendida foi a Peach, explorando uma personagem que não teve um grande amor da sua vida. Ela acaba agindo de uma forma que soa promiscua, foi uma grande ousadia dessa série e mesmo com tudo isso, Peach ganhou uma legião de fãs. Peach mesmo traindo Haru e ficando com Nakaji nos episódios finais, ela continua sendo uma das personagens favoritas dessa série.

Essa foi mais uma série que fez sucesso no twitter, sendo muitas vezes virando Trending Topics, enquanto era exibida no Japão. Muitas vezes, usamos a hashtag #sunanare para comentar do dorama entre amigos no twitter, sendo uma experiência maravilhosa, de se assistir com amigos e comentar sobre ela por lá. Talvez essa seja uma das experiências que infelizmente quem vai assistir agora, nunca poderá vivenciar, que é debater sobre qual caminho essa série vai acabar.
Image Hosted by ImageShack.us
Trilha sonora

Para a trilha sonora, a Fuji TV arrasou, trazendo uma trilha ocidental atual e que se encaixou perfeitamente a atmosfera criada na série. Começando por uma trilha instrumental de Hans Zimmer, que foi criada para o filme “O amor não tira férias” (The Holiday) que foi usada na série em momentos chaves.

Todo começo de episódio, também tínhamos a dupla inglesa The Ting Tings, seja tocando Great DJ, ou That´s Not My Name, a dupla se tornou a trilha oficial da série. Para complementar, ainda teve episódios que tocaram outros sucessos da dupla, como Keep Your Head e Be the one.

Muitos episódios tocaram a versão acústica de Great DJ, sendo linda essa versão da dupla, que também empresta a mesma música para o filme Scott Pilgrim Contra o mundo.

Como tema da série, o grupo WEAVER lançou o single Hard to say I Love you, o subtítulo do dorama. A música é linda e tocava sempre na prévia do próximo episódio, deixando um suspense pra próxima semana.

Como trilha de inserção, a cantora Sugawara Sayuri fez a música com mesmo nome da série, Sunao ni Narenakute, sempre usada em momentos românticos. Linda canção e balada romântica, também se tornou a marca registrada da série.

A trilha de Sunao ni Narenakute dá pra se falar muito, já que é maravilhosa como um todo. Quer trilha mais emblemática que o tema do Linda, Maybe Tomorrow? Cantada pelo Stereophonics, a música já havia tocado em séries como Smallville, porém pra quem sentiu a dor de Linda, não tem como não associar essa canção com ele.
Image Hosted by ImageShack.us
Elenco

Temos atuações brilhantes, num elenco muito bem escolhido, que faz nos sentir raiva e alegria ao mesmo.

Eita como Nakaji me fez sentir muita raiva como tratava a Haru, sendo um personagem difícil de lidar e de gostar.

Juri Ueno é um assombro em cada dorama que atua, sendo Last Friends, ou Nodame Cantabile, aqui Haru é doce, meio inocente, numa realidade dura e fria. Atuação belíssima e de longe uma das personagens mais carismáticas da série.

Para a Peach, tivemos um personagem difícil que ficou nas mãos da Seki Megumi. É uma personagem que poderíamos odiar e olha que ela se saiu muito bem. A atriz fez Dragon Ball Evolution, Liar Game: The Final Stage entre tantas outras produções, como doramas polêmicos como LIFE e aqui, trouxe uma mistura de amor e ódio, com a Peach.

Para o Linda, tivemos o Tamayama Tetsuji que é um grande ator, participando de doramas como BOSS. Ele fez o Gao Silver, no tokusatsu Hyakujuu Sentai Gaoranger lá em 2001 pra 2002. Um grande ator e talvez deveríamos prestar mais atenção nele, e nas outras séries que fez.

Para o DOCTOR, uma grande surpresa, foi a estréia em doramas japoneses, do ator e cantor coreano Hero JaeJoong. Sabíamos que ele pertence a boy band coreana Tohoshinki, sabíamos que ele já havia feito doramas coreanos, porém ainda era uma incerteza sobre ele num dorama japonês. Ele se saiu muito bem, fazendo o inseguro DOCTOR merecendo toda atenção que ganhou da mídia japonesa.

No elenco secundário, mesmo com participação bem reduzida, o ator Nakamura Yuichi foi uma aparição bem vinda. Direto de Kamen Rider Den-O, ele fez o Kamen Rider Zeronos e é bom ver que ele está fazendo outras séries de sucesso.

Gostou? Não gostou? Comentem o que achou de Sunao ni Narenakute.
Image Hosted by ImageShack.us

Categorias
Artigos

Opinião | Lost mudou o mundo?


Eu sou uma pessoa que acompanhou o lançamento de Lost, lembro perfeitamente da estratégia da Sony em lançar a série em dois canais, colocando na AXN e na Sony Television. Lembro que na época, foi uma atitude arriscada já que AXN era um canal novo do grupo Sony, substituindo o até então Teleuno.

Não continuei acompanhando a série, chegando até a terceira temporada, porém todo esse “aué” que a mídia tem falado em torno dos torrents, downloads ilegais, tenham ganhado força, é exatamente disso que eu vou focar aqui.

Para quem gosta de animê e mangá, está cansado de saber o que é fansub, sobre legendas e a rapidez que temos um episódio traduzido no mesmo dia que saiu no seu país de origem. Enquanto isso, a industria “oficial” demora meses, anos pra trazer uma série, muitas vezes alterada, dublada em inglês pra depois ser dublada em português, com uma imagem aquém (já que lá fora já se utiliza HD, aqui a TV a cabo ainda está caminhando a isso) e sem opção de legendas.

Lost fez que a mídia olhasse que a Disney/ABC teve que fazer acordos no mundo inteiro, para exibir a série ao mesmo tempo, porém a pergunta fica sobre legendas. Por que a industria americana acha que todos nós temos que saber inglês? A Viz não trouxe animês exibidos no mesmo dia no Japão em seu site, porém legendados em inglês. Por que não lançar em japonês? Não é um idioma tão “universal” como inglês? Lógico que não, e um atraso de 48 horas como a AXN anunciou no Brasil é legal, mas mesmo assim é tarde. Sabemos que em algumas horas a legenda em português e o episódio em alta definição vai estar disponibilizado em algum lugar da internet.

As empresas tem que mudar seu formato de pensar, e não adianta olhar o idioma inglês como uma solução universal. Talvez o seu produto vai ter que ser pensado, planejado e lançado, a partir do seu ponto de origem, com suporte a idiomas no mundo inteiro. Como? A televisão a cabo vai ter q se adaptar a essa realidade, como também lojas online como iTunes, vão ter que se acostumar também com esse suporte. Saber inglês é necessário pra sua profissão, mas muitas vezes, você não quer chegar em casa e assistir uma série inglês, o mais rápido possível. Convenhamos, a rapidez é boa, mas tem que ser feita com um serviço decente e dando suporte ao que você procura, e não tem nada mais básico que oferecer ao seu idioma nativo, português.

Esse ano teve apelo das editoras japonesas em não ler scans, por causa da baixa de vendas, isso é uma realidade, porém enquanto as empresas não mudarem sua forma de trabalho, e até oferecendo scans em outros idiomas e legalizados, disponibilizando em seus sites, por preços módicos, a pirataria não será combatida.

Se o pessoal fala de Lost e séries americanas, olhem um pouco melhor que existem séries do mundo inteiro, aonde fãs traduzem pra português porque não existe mercado oficial por aqui. São séries britânicas, coreanas, tailandês e japonesas, que são séries ignoradas pela indústria local, porém tem sua gama de fãs.

Eu por exemplo, estou assistindo uma série japonesa, chamada Sunao ni Narenakute, sobre 5 amigos que se conheceram no Twitter. A série é exibida no Japão toda quarta a série é exibida por lá, sendo até o final de semana, a legenda em inglês, seguida de outros idiomas, já está disponibilizada na internet. É ilegal? Sim, porém essa série nunca vai ser lançada no Brasil comercialmente e os fãs sabem disso e não só apóiam como disponibilizam o conteúdo da série em outros idiomas, para que outros tenham acesso.

Será que já não passou o tempo das massas? Trazendo uma personalização cada vez maior do seu consumidor, temos que esperar a indústria tomar uma atitude sobre o que devemos assistir? A internet tirou esse filtro, hoje não somos obrigados a esperar o que um canal de televisão quer que nós assistamos.

Numa era, que muitos criticam o papel de produções brasileiras, como novelas, e seu antigo papel social para a população brasileira, a internet fez com que mesmo de forma ilícita, pudéssemos ter acesso a um conteúdo diferenciado e até que adequasse o gosto particular de cada um.

Já se perguntou o sucesso do animê Naruto no SBT e Cartoon Network? Não foi lá que eles fizeram sucesso, mas em japonês e legendado em português na internet, não sendo a toa que a empresa que lançou em DVD, sabendo das alterações feitas pela edição americana, optou lançar no mercado a versão “sem cortes”.

E olha que nem estamos entrando em mérito ao “presente” que o governo brasileiro nos deu, ao criar a classificação etária, utilizando restrições que tornaram bem mais atraentes comprar séries “editadas” pelos americanos, do que comprar uma japonesa e ter que fazer edições aqui no país pra ser exibida no horário “infantil”.

A verdade que séries como Lost está fazendo que nossas televisões pegarem poeira e irmos atrás do computador pela rapidez. É uma pena que não exista um mercado tão ágil assim e legalizado aqui no país que ofereça séries em qualidade HD com legendas de qualidade. E olha que não seria uma idéia ruim, com adaptações como suporte a cartão de crédito e a cartões pré-pagos para utilização do serviço.

Será que a indústria irá abrir os olhos sobre esse atraso? Provavelmente, o Brasil só vai abrir os olhos, quando tiver prejuízo, ou quando os estrangeiros tiverem criado algo similar.

Enquanto isso, eu não quero saber nada de Passione, porém eu estou doido de curiosidade e estou contando os segundos do próximo episódio de Sunao ni Narenakute.