jessi_lgo_002_h

Em breve a Netflix lançará a série Jessica Jones, segunda produção da empresa com a Marvel e que irá aprofundar o universo iniciado em Demolidor e que complementa com o universo criado em Homem de Ferro com Marvel Studios.

Podemos assistir os primeiros episódios da série e vamos falar o que você pode esperar da série.

jessjones_120513_1280-daredevil-jessica-jones-could-the-defenders-make-their-way-to-the-big-screen

Antes de falar de “Jessica Jones”, temos que falar de “Alias”
Marvel Max foi um selo adulto da Marvel lá no começo de 2000, em que a editora ousou mais, quando definiu que poderia dar essa liberdade aos autores com publicações para o público adulto. Essa liberdade e ousadia vieram com personagens, como Justiceiro e no Brasil muito do Marvel Max, veio junto com Marvel Knight que também tinha uma proposta parecida, assim tínhamos uma publicação que seria equivalente ao “Vertigo” da editora concorrente, ou pelo menos era o que se pensava.

Assim, Brian Michael Bendis lançava Alias em 2001, sendo um dos títulos fortes do selo, sendo desenhada por Michael Gaydos.

jessi_s1_007_h

Mas quem é Jessica Jones?
Jessica Jones era uma personagem complexa de diferentes níveis e camadas, em que a amargura e recomeço estavam presentes em sua vida. Uma mulher que ganhou poderes de forma trágica, ganhando um recomeço como super-heroína, sendo expurgada da profissão e reencontrando um novo reinicio com sua agência de investigação.

Cada edição de Alias, tínhamos uma Jessica pessimista e que investigava os bastidores do mundo colorido dos heróis da Marvel. Verdade seja dita, Michael Gaydos era espetacular em sua arte, mostrando em cores frias a visão deturpada de Jessica, em que aquele mundo colorido que todos veneram, ela não faz mais parte e nem deseja ser, porém acaba sendo o ganha pão dela em investigar crimes que envolvem indiretamente esse mundo que ela já pertenceu.

jessi_s1_006_h

A série da Netflix
Krysten Ritter traduz muito bem em cena, o que foi e o que é a Jessica Jones nos quadrinhos. Temos a sua ironia, sua perspicácia, como sua descrença nos olhos e no jeito de falar de Krysten. A atriz conseguiu representar a personagem e muito bem em cena.

Muito que vimos em Demolidor, achávamos sensacional a maturidade que a Netflix fez aquele universo e tínhamos dúvidas se essa mesma “pegada” existiria nessa nova produção. Verdade seja dita, que não só a série tem, como vai além, mostrando que a produção não tem medo de ser voltada para um público mais velho, não tendo receio algum de beber da fonte dos quadrinhos e se manter fiel em cena.

Jessica é essa investigadora que irá cobrir casos que possam parecer banais, mas é apenas uma fagulha de algo muito maior. E similar aos quadrinhos, não saberemos no primeiro momento quem ela é, nem teremos uma reconstrução tão rápida, como foi em Demolidor, respeitando o tempo da personagem em contar sua história no presente, como também a forma que ela se tornou poderosa no passado.

jessi_s1_003_h

Elenco
Além de Krysten Ritter como Jessica Jones, temos o “doctor” David Tennant interpretando o poderoso Kilgrave. Outro personagem bem conhecido dos quadrinhos, Luke Cage acaba ganhando forma e carisma com Mike Colter. O elenco impressiona com nomes, como Rachael Taylor, Carrie-Anne Moss, Eka Darville, Erin Moriarty e Wil Traval.
Quem cuida da produção é a Melissa Rosenberg, bastante conhecida por Crepúsculo e Dexter, além Liz Friedman de Elementary. Também temos o conhecido roteirista Jeph Loeb, que cuida Marvel’s Agents of S.H.I.E.L.D. e Demolidor da Marvel como produtor de Jessica Jones.

jessi_s1_008_h

Opinião
Jessica Jones mantém o padrão de qualidade que vimos em Demolidor, trazendo uma abertura belíssima, um elenco afiado e um roteiro desafiador. A série é uma releitura do que lemos nos quadrinhos e em nenhum momento nos decepciona.

Se for analisar pelo que vimos da Marvel Studios e da Netflix, podemos dizer que Jessica Jones é uma produção que tem a ousadia da Netflix em seu DNA, sem deixar de lado todo um universo construído pela Marvel Studios. Além do que Demolidor foi, Jessica Jones é uma típica série da Netflix e isso com o tempo se tornou um padrão de qualidade criado pelo serviço.

Jessica Jones estreia dia 20 de novembro pela Netflix.

Agradecemos a Netflix Brasil pela confiança em nos permitir assistir a série em primeira mão.

About Giuliano Peccilli

Editor do JWave, Podcaster e Gamer nas horas vagas. Também trabalhou na Anime Do, Anime Pró, Neo Tokyo e Nintendo World.

View all posts by Giuliano Peccilli

2 Comments on “Primeiras Impressões: Jessica Jones”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.